Flamengo vence Bauru fora e sai na frente nas finais do NBB

Ronald Ramon e Olivinha comandam a quebra de mando em Marília contra o Bauru somando 31 pontos e 10 rebotes

Flamengo vence Bauru fora e sai na frente nas finais do NBB
Ronald Ramon disputando espaço com Robert Day no garrafão bauruense. Foto:Luiz Pires/LNB
Paschoalotto/Bauru
77 83
Flamengo

Neste sábado Paschoalotto/Bauru e Flamengo se enfrentaram em Marília no ginásio Neusa Galetti na abertura das finais do Novo Basquete Brasil e deu Flamengo por 83 a 77 jogando na casa do adversário.

Disparado o destaque do jogo, Rafael Hettsheimeir anotou 25 pontos e 7 rebotes, seguido de perto por seu companheiro Jefferson, autor de 24 pontos. Olivinha anotou 16 pontos e 6 rebotes pelo Flamengo e foi o dono da reação no segundo tempo. Quem chegou perto dele foi Ronald Ramon, maior pontuador no primeiro tempo, somando 15 pontos, 4 rebotes e 2 assistências.

Agora a série vai para o Rio de Janeiro onde nos dias 26 e 28, quinta-feira e sábado, o rubro-negro vai pela primeira vez à Arena Carioca 2 mandar seus confrontos. Se necessário Marília recebe o jogo 4 e o Rio de Janeiro uma eventual partida número 5.

Paschoalotto/Bauru se sai bem no perímetro e abre liderança pequena ao intervalo

Foi corrido o período inicial com boas defesas e muito jogo(equivocado) de transição, refletido no placar baixo (12 a 12) até o minuto final. O que funcionou foram as bolas de 3 pontos convertidas por Ramon, Alex Garcia, Marquinhos e Robert Day ainda que Bauru não tivesse o melhor dos aproveitamentos, 33,3%, pelo alto volume de chutes longos. As bolas próximas a cesta no Flamengo foram pouco eficientes, diferente dos bauruenses anotaram 10 de seus pontos dessa forma.

O começo do segundo quarto com bom desempenho rotação principalmente no garrafão rubra-negro gerou uma corrida de 11 a 2 dos visitantes, que deu a liderança do placar após chute de fora convertido por JP Batista, obrigando Demetrius a parar a partida. A sequência do tempo culminou num Bauru jogando melhor e devolvendo a corrida, dessa vez por 10 a 2 na segunda metade quando Rafael Hettsheirmeir voltou para quadra, indo ao intervalo na liderança do marcador por diferença mínima, 39 a 38.

Flamengo tem ínicio fulminante nos quartos finais e vira o placar contra o Paschoalotto/Bauru

O Flamengo até começou o terceiro quarto vencendo em corrida por 12 a 4 utilizando Olivinha como homem mas baixo porém quando Meyinsse retornou e o camisa 16 voltou para posição ele estava cansado para conter Jefferson. O ala pegou fogo e anotou 16 pontos no período, recuperando os bauruenses na partida e vencendo por 23 a 22(62 a 60 no geral).

Outra vez o rubro-negro saiu em vantagem abrindo corrida de 11 a 0 pois defendia bem e o adversário errava na seleção dos arremessos, o que obrigou o técnico Demetrius a parar a partida quando restavam 7 minutos por jogar. Foram mais 60s até Bauru anotar a primeira cesta de quadra com Jefferson, o que culminou na redução da desvantagem para 6 pontos aproveitando erros de ataque do time carioca.

A partida seguiu em vantagem segura para o Flamengo que errava um pouco mais porém ainda sim vencia o jogo porque os bauruenses tinham fraco desempenho ofensivo. Jefferson e Hettsheimeir eram os únicos que pontuavam, o pivô buscando contato e indo sempre a linha de lances livres. Hetts anotou dois pontos na área pintada deixando o placar em uma posse, 79 a 77 com a bola para o adversário. De nada adiantou as faltas rápidas enviando o Flamengo aos lances livres, convertidos que foram.