Após decidir não jogar Olimpíada no Rio, Harden declara: "Espero representar os EUA novamente"

Ala-armador, capitão da seleção norte-americana no Mundial de 2014, optou por não participar da Olimpíada no Rio, mas não esconde o desejo de voltar a jogar pela seleção no futuro

Após decidir não jogar Olimpíada no Rio, Harden declara: "Espero representar os EUA novamente"
Foto: Divulgação/NBA

James Harden anunciou na tarde de sexta-feira (10) que não irá participar da Olimpíada no Rio de Janeiro e surpreendeu a todos com a decisão. Capitão da seleção no Mundial de 2014, o ala-armador não descartou o desejo de voltar a defender seu país num torneio oficial.

LEIA MAIS: Westbrook e Harden anunciam que não participarão da Olimpíada no Rio e desfalcam os EUA

"Eu fui extremamente abençoado por usar vermelho, branco e azul e competir no mais alto nível com os melhores jogadores representando o melhor país do mundo. Eu, sinceramente, espero que tenha uma oportunidade de representa os EUA novamente no futuro", declarou.

Após uma temporada com momentos de altos e baixos, Harden ficou longe de brigar pelo MVP (Jogador Mais Valioso) como fez na temporada 2014/15, quando brigou de perto com Stephen Curry e LeBron James. Mas, o 'Barba' teve boas médias e liderou o Houston Rockets em pontos (26,6 por jogo) e assistências (7,6 por jogo).

O ala-armador do Houston Rockets disse que só chegou a decisão final após conversas com seus familiares, com os Rockets e conselheiros de confiança: "Como resultado de difíceis conversas com a minha família, os Rockets, e conselheiros da minha confiança, eu notifiquei Jerry Colangelo e a seleção dos EUA que não irei competir nos Jogos Olímpicos de 2016", explicou.

Por fim, Harden disse que foi uma decisão difícil de tomar devido sua importância na seleção. O ala-armador foi medalhista olímpico em 2012 e capitão no Mundial de 2014, também conquistado pelos Estados Unidos. 

"Foi uma decisão cuidadosa e difícil de tomar. Como um membro do time medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e como capitão da equipe campeã mundial em 2014, tomo essa decisão sem dizer que a seleção me proporcionou algumas das realizações pessoais e profissionais mais significativas da minha vida", disse.

James Harden se junta a uma longa lista de desfalques que Coach K terá para os Jogos Olímpicos. Além do 'Barba', o técnico norte-americano não poderá contar com Stephen Curry, Russell Westbrook, Chris Paul, John Wall, Blake Griffin, Anthony Davis e LaMarcus Aldrige.