Dia 14 de junho na história da NBA: Lakers e Bulls dominam data com vários campeões

Lakers conquistaram títulos na data em 1987 com Magic Johnson e em 2009 com Kobe Bryant; Em 1992 e 1998, os Bulls venceram com Michael Jordan; A data ainda marca a primeira final de LeBron James e o fim do domínio dos Bad Bays dos Pistons e dos Rockets de Olajuwon

Dia 14 de junho na história da NBA: Lakers e Bulls dominam data com vários campeões
Magic Johnson, Michael Jordan e Kobe Bryant conquistaram títulos na data de 14 de junho da NBA. Lakers e Bulls dividem dois títulos cada na data

O dia 14 de junho na história da NBA possui muitas histórias e títulos. Nesta data, o Los Angeles Lakers, Detroit Pistons, Chicago Bulls, Houston Rockets e San Antonio Spurs já conquistaram o troféu de campeão da liga de basquete norte-americana.

Jogadores consagrados, como Magic Johnson, Kareem Abdul JabbarMichael Jordan, Isiah Thomas, Hakeem Olajuwon, Tim Duncan e Kobe Bryant já se deram bem na data e marcaram época.

Os times que mais conquistaram títulos na data de 14 de junho foram o Los Angeles Lakers (1987 e 2009) e o Chicago Bulls (1992 e 1998). A data também marca o domínio dos Pistons dos Bad Boys e dos Rockets de Olajuwon. Em 2007, o dia 14 de junho marcou também a primeira final na carreira de LeBron James.

Confira abaixo todas as histórias desta data marcante na NBA:

14 de junho de 1987

O Los Angeles Lakers venceu o Boston Celtics, de Larry Bird, pelo sexto jogo das finais da NBA, no histórico Fórum, na Califórnia e conquistou seu segundo título em cima do maior rival ao fechar a série em 4 a 2. Foi o 11º título da franquia.

Kareem Abdul Jabbar terminou a partida com 32 pontos, um a menos que o cestinha do jogo, Dennis Johnson, dos Celtics. Magic Johnson fez jus ao seu nome dando 19 assistências e foi eleito o MVP Finals. Era o verdadeiro showtime dos Lakers fazendo história mais uma vez.

14 de junho de 1990

O Detroit Pistons venceu o Portland Trail Blazers no quinto jogo das finais da NBA, fechando a série em 4 a 1. Os Bad Boys conquistavam o segundo título seguido após baterem os Lakers nas finais de 1989.

O jogo foi bastante apertado. Os Pistons venceram por apenas dois pontos de vantagem. Isiah Thomas foi eleito o MVP Finals e foi o cestinha do jogo com 29 pontos. Bill Laimbeer pegou 17 rebotes e tomou conta do garrafão do Detroit.

As finais de 1990 foram marcadas pelo fim da dinastia de Los Angeles Lakers e Boston Celtics em decisões. Entre 1980 e 1989, os Lakers foram para oito finais e venceram cinco. Já os Celtics, foram para cinco finais e venceram três, sendo que os dois vices foram para os rivais da Califórnia. Os Pistons se igualaram a Celtics e Lakers com pelo menos dois títulos na década de 80, sendo os grandes rivais da dupla.

14 de junho de 1992

O Chicago Bulls venceu o Portland Trail Blazers no sexto jogo das finais da NBA, fechou a série em 4 a 2, e conquistou seu segundo título na história.

Após o domínio de Lakers e Celtics entre 1980 e 1989, e o bicampeonato dos Pistons em 1989 e 1990, inicou-se na década de 90 o domínio dos Bulls de Michael Jordan com dois tricampeonatos. A franquia de Chicago já havia conquistado o título em 1991 ao bater o Lakers por 4 a 1, na única decisão da história que envolveu Jordan contra Magic Johnson.

Michael Jordan foi o cestinha da decisão com 33 pontos e fechou a série com média de 35.8 pontos por jogo, sendo eleito o MVP Finals pelo segundo ano seguido, algo inédito na história da NBA.

14 de junho de 1995

O Houston Rockets venceu o Orlando Magic em quatro jogos e fechou a série em 4 a 0, conquistando o bicampeonato. O duelo marcou confrontos interessantes, como Hakeem Olajuwon contra Shaquille O'Neal, e Clyde Drexler contra Penny Hardaway.

Hakeem Olajuwon fez mais de 30 pontos nos quatro jogos daquela decisão e fechou a série com média de 32.8 pontos por jogo, enquanto Shaquille O'Neal terminou com média de 28 pontos por jogo.

Com o título e a ótima performance na decisão, Olajuwon conquistou o MVP Finals pelo segundo ano seguido, igualando-se a Michael Jordan como únicos atletas a conseguirem tal feito em anos consecutivos. Olajuwon entrou no seleto grupo com  Willis Reed, Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson, Larry Bird e Michael Jordan como únicos a conquistarem o MVP Finals mais de uma vez.

Com a aposentadoria precoce de Michael Jordan depois das finais de 1993 devido a morte de seu pai, o lendário camisa 23 foi se arriscar no beisebol. Sem o astro, os Bulls não conseguiram se manter no topo após três títulos seguidos entre 1991 e 1993. O Houston Rockets aproveitou e dominou a liga no período em que Jordan ficou de fora.

14 de junho de 1998

O Chicago Bulls venceu o Utah Jazz no sexto jogo das finais da NBA e fechou a série em 4 a 2. Michael Jordan marcou a cesta do título restando cinco segundos para o fim do jogo. Era o sexto título dos Bulls.

Michael Jordan terminou a série das finais com média de 33.5 pontos por jogo, conquistando seu sexto troféu de MVP Finals, se tornando o maior vencedor do prêmio desde 1969. No sexto jogo que definiu o título, marcou 45 pontos. Pelo Utah Jazz, Karl Malone terminou o jogo com 31 pontos, 11 rebotes e 7 assistências.

Depois do tricampeonato entre 1991 e 1993, Michael Jordan havia se aposentado e ficou fora por duas temporadas. Nesse período, os Bulls não conseguiram se manter no topo. Jordan retornou ao basquete e os Bulls conquistaram outro tricampeonato, entre 1996 e 1998. Foi o último ano da dinastia dos Bulls na NBA.

14 de junho de 2007

O San Antonio Spurs venceu o Cleveland Cavaliers no quarto jogo das finais da NBA, fechando a série em 4 a 0. Foi o quarto título da história dos Spurs e a primeira final na carreira da LeBron James e dos Cavaliers.

O armador Tony Parker foi eleito o MVP Finals, terminando as finais com média de 24.5 pontos por jogo. LeBron James liderou Cleveland com média de 22 pontos por jogo.

Na temporada regular, o Cleveland Cavaliers haviam vencido os Spurs nos dois confrontos que tiveram. Porém, nas finais a história foi diferente e os Spurs venceram os quatro jogos.

14 de junho de 2009

O Los Angeles Lakers voltou a fazer história nesta data em 2009, quando bateu o Orlando Magic em cinco jogos nas finais da NBA, fechando a série por 4 a 1.

Depois do vice em 2008 para os Celtics, os Lakers retornaram para as finais em 2009 e foram campeões. Kobe Bryant foi eleito o MVP Finals e terminou a decisão com média de 32.4 pontos por jogo. Foi o 15º título dos Lakers na história.

A conquista em 2009 foi o décimo título de Phil Jackson como técnico, que já havia conquistado seis com o Chicago Bulls e quatro com os Lakers. Phil Jackson se tornou o único técnico na história com dois dígitos de títulos. Juntando os títulos como técnico e jogador, Phil chegou a 12 em 2009 (consegui chegar a 13 em 2010) e é o maior vencedor na história da NBA.