Green diz ter decepcionado seus companheiros: "Se tivesse jogado, teríamos vencido"

Ala-pivô dos Warriors não jogou o quinto jogo devido a suspensão por acúmulo de faltas flagrantes e corre o risco de ficar de fora de um possível jogo sete caso cometa mais uma flagrante

Green diz ter decepcionado seus companheiros: "Se tivesse jogado, teríamos vencido"
Foto: Divulgação/NBA

Draymond Green está de volta ao time do Golden State Warriors. O ala-pivô foi um dos mais procurados pela imprensa na tarde desta quarta-feira (15), em Cleveland. O assunto mais abordado foi sobre sua suspensão no jogo cinco das finais. Green admitiu ter decepcionado seus companheiros e falou em dar a volta por cima.

"Perdi o jogo cinco, isso já foi. Decepcionei meus companheiros por não estar no jogo. Acredito muito que se eu tivesse jogado nós teríamos vencido. Mas não fiz isso porque me coloquei numa situação em que fui impedido de jogar", lamentou.

Apesar de ter cumprido suspensão pelo acúmulo de faltas flagrantes, Draymond Green está ciente que uma nova falta desse nível resultará em outra suspensão caso a série caminhe para o jogo sete. O ala-pivô garantiu não estar pensando se a paciência dele será testada por jogadores dos Cavaliers.

"Eu não vou para o jogo seis pensando como minha paciência será testada ou não. É desafio difícil o suficiente tentar ganhar um jogo nas finais", disse.

Questionado sobre como foi ter que assistir seus companheiros de dentro de um camarote, Green disse ter sido estranho e uma das piores sensações que já viveu.

"Foi brutal, cara. Saber que meu time estava se preparando para o jogo... O dia todo eu me preparei para o jogo, mas na verdade não", explicou.

Draymond Green foi suspenso após se envolver num lance polêmico com LeBron James. A última pergunta da coletiva foi justamente sobre o que ele e pensava sobre o King James. Apesar do lance, Green rasgou elogios ao astro do Cleveland Cavaliers.

"É um grande jogador", finalizou.

O Golden State Warriors enfrenta o Cleveland Cavaliers nesta quinta-feira (16), às 22h (de Brasília), em Cleveland. Será o jogo seis das finais da NBA e os Warriors lideram o placar por 3 a 2. Em caso de vitória, os Warriors confirmam o título pelo segundo ano seguido. Em caso de derrota, os Cavs forçam o sétimo jogo, no domingo (19), em Oakland.