NBA Draft 2016: como funciona e as expectativas das franquias para a escolha

O Draft da NBA acontece nesta quinta-feira e as equipes precisam definir suas principais necessidades para essa escolha. Entenda como funciona e o que esperar de cada time esse ano

NBA Draft 2016: como funciona e as expectativas das franquias para a escolha
(Foto: Brad Penner/USA TODAY Sports)

Nesta quinta-feira (23) a NBA terá mais uma edição do Draft. Este é o momento chave para as franquias que precisam se reforçar para a próxima temporada e apostam nos jovens talentos das faculdades norte-americanas.

NBA Draft 2016: conheça os destaques e saiba mais sobre as escolhas de cada equipe

Como funciona o Draft

O Draft funciona da seguinte maneira: 60 jogadores podem ser selecionado pelas equipes em duas rodadas. Com isso, na teoria as 30 franquias da NBA podem escolher dois jogadores. Assim como acontece na NFL, no basquete a ordem de escolha também é do pior time para o melhor. Porém, diferente do futebol americano, existe também uma "loteria".

A loteria do Draft reúne todas as franquias que não se classificaram para os playoffs, ou seja 14 das 30 franquias. O sorteio serve para definir quem fica com as três primeiras escolhas, sendo que as equipes de pior campanha tem maior chance de serem sorteadas até a 14ª, que tem chance mínima. Essa probabilidade é definida pelo número de bolinhas de cada equipe no sorteio. As outras picks são definidas de acordo com a temporada de cada um.

Esse sistema serve apenas para o primeiro round do Draft, já que o segundo é determinado pela campanha de cada equipe na temporada regular. Além disso, as franquias também podem negociar as escolhas entre si, o que pode deixar uma equipe com mais de uma escolha em uma única rodada.

Aqueles que não forem escolhidos durante o Draft se tornam free agency, ou agentes livres, e podem negociar com qualquer time da liga.

O que as equipes esperam do Draft 2016

Esse ano a loteria não mudou muita coisa nas escolhas do Draft. Philadelphia 76ers, Los Angeles Lakers e Boston Celtics serão os primeiros a draftar respectivamente. Lakers e 76ers foram as piores equipes da temporada, mas o Celtis está com a terceira escolha graças a uma troca feita há dois anos com o Brooklyn Nets.

A ordem das escolhas ficou assim:

Philadelphia 76ers: A franquia não deve sair muito do que já é esperado. O ala-pivô Ben Simmons foi o grande destaque o campeonato universitário e é considerado por muitos especialistas o melhor jogador disponível nesse Draft. Também é uma escolha segura, algo necessário para os Sixers agora.

Los Angeles Lakers: Perder Kobe Bryant faz o Lakers precisar começar a trilhar seu caminho sem sua grande estrela. Com a segunda pior campanha da temporada, a franquia poderia correr atrás de diversas posições, mas deve ficar com o ala Brandon Ingram, promessa desse Draft.

Boston Celtics: Equipe com mais escolhas nesse Draft, oito, o Celtics poderá suprir todas as suas necessidades se souber o que fazer com elas. A franquia ainda tenta trocar essa escolha por um jogador mais experiente, mas, caso não consiga, deve iniciar com um bom nome dessa classe.

Phoenix Suns: A franquia provavelmente vai atrás de um pivô para compor seu elenco e pode escolher o bósnio Dragan Bender.

Memphis Grizzlies: É provável que a franquia vá atrás de um ala-armador e alguns sites afirmam que Malachi Richardson já teria se comprometido com o Grizzlies. Se não for selecionado pelo Bucks quatro escolhas antes, Richardson deve ir para Memphis.

Chicago Bulls: A expectativa é que o Bulls vá atrás de um jogador de armação e, ao que tudo indica, sua escolha deve ser o armador Wade Baldwin IV.

Minnesota Timberwolves: Kris Dunn deve ser o grande nome da franquia nesse Draft. O armador é um dos mais experientes disponíveis e é considerado pronto para a NBA.

Toronto Raptors: Precisando de um ala-armador, Henry Ellenson deve ser o selecionado do Raptors na nona escolha da noite.

New Orleans Pelicans: O Pelicans deve ir atrás de Buddy Hield, ala-armador de 22 anos que também é considerado um dos prontos para a liga, principalmente pelos números que se destacam nesse Draft.

Golden State Warriors: Os vice-campeões da NBA tem um time repleto de estrelas e interesse em outros bons nomes em Free Agency, mas podem escolher ainda na primeira rodada. É difícil saber qual posição será o foco do Warriors, já que a forte equipe tem poucos problemas para resolver.