Estados Unidos bate Espanha e leva sexto ouro consecutivo no basquete feminino

Passando por cima de todas as adversárias, seleção americana também não toma conhecimento da Espanha para conquistar oitava medalha de ouro

Estados Unidos bate Espanha e leva sexto ouro consecutivo no basquete feminino
Tricampeã olímpia, Diana Taurasi comemora com veemência sua cesta de três. Foto:Fiba/Divulgação
Estados Unidos
101 72
Espanha

Nada mais que uma mera formalidade foi a decisão olímpica no basquete feminino entre Estados Unidos e Espanha na esvaziada Arena Carioca 1. Foi mais uma vitória tranquila para seleção norte-americana por 101 a 72, conquistando a sexta medalha de ouro consecutiva.

Coube a Maya Moore liderar o time ao título somando 17 pontos na decisão, mesma pontuação da companheira Lindsay Whalen vinda do banco de reservas. Alba Torrens jogou sozinha pelo selecionado espanhol somando 18 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e ainda roubando 5 bolas.

Em começo nervoso Espanha chegou a fazer graça mas perdeu gás

Foram minutos iniciais desesperadores pelo rendimento das equipes. Seleções nervosas e apressando os ataques culminando em 120 segundos sem pontuação até que Maya Moore converteu tiro longo para as norte-americanas.

A partida seguia acelerada, sempre com a Espanha correndo atrás do placar mas mantendo reação rápida, tão rápida a ponto de liderar, colocar 3 pontos e perder por 4 ao fim do primeiro período.

O segundo viu chutes forçados(e não caindo) por parte das espanholas acertando apenas 5/18 nos chutes de quadra e tomarem 13 pontos no placar geral do quarto. Variando os chutes, Maya Moore dominou o quarto somando 9 pontos, boa parte da vantagem colocada sob as adversárias. Os Estados Unidos foram ao intervalo vencendo por 49 a 32.

Confira os detalhes da decisão que deu a medalha aos Estados Unidos

Estados Unidos atropela no terceiro quarto e confirma medalha dourada

Durante o terceiro quarto veio a consumação do sexto ouro olímpico pois as americanas atropelaram por 32 a 17, alargando ainda mais a já consumada vantagem. Foram apenas 4 arremessos errados nos 10 minutos pós intervalo contra 4 corretos da Espanha. A pontuação foi bem espalhada e nenhuma atleta converteu mais de três arremessos.

O famoso garbage time viu a Espanha se recupera e vencer seu único período no jogo abusando do jogo interno, foram 12 pontos na área pintada, além do descompromisso norte-americano pela grande frente aberta. A vitória por 23 a 20 foi no limite mas suficiente pra não deixar o ego machucado pois a Espanha conquistou a medalha de prata.