Com excelente jogo coletivo, Bulls vencem Pacers e chegam a duas vitórias na NBA

Time impõe estilo envolvente e com jogadores baixos para vencer por 118-101

Com excelente jogo coletivo, Bulls vencem Pacers e chegam a duas vitórias na NBA
Divulgação/NBA.COM
Chicago Bulls
118 101
Indiana Pacers

O Chicago Bulls recebeu o Indiana Pacers neste sábado (29), no United Center, para o seu segundo jogo da temporada. Após a vitória diante do Boston Celtics na estreia, a equipe da cidade do vento voltou a vencer, desta vez por 118 a 101. O destaque da vitória foi Doug McDermont, que fez 23 pontos. Jimmy Butler e Dwyane Wade combinaram 30 pontos, enquanto Rajon Rondo deu 13 assistências.

Mostrando um excelente basquete principalmente a partir do segundo quarto, os Bulls teve uma vitória tranquila e segue invicto na temporada. Já os Pacers até começaram bem, mas depois não foram capazes de acompanhar o ritmo do time da casa, jogaram mal e sucumbiram. Assim chegaram a segunda derrota em três jogos na temporada.

Com quartos distintos, Bulls abrem boa vantagem no primeiro tempo

O jogo começou bem disputado com as duas defesas marcando forte e os ataques tendo dificuldades para fazerem as cestas. Porém depois as equipes foram encaixando melhor as armas ofensivas e o placar foram crescendo, mas sem nenhuma as equipes abrir alguma vantagem grande.

Era uma constante troca de cestas com uma leve diferença a favor do time da casa que se aproveitou bem de algumas falhas defensivas adversárias e rodava bem a bola. Com todo esse equilíbrio uma vantagem de quatro pontos foi o máximo que os Bulls conseguiram ao final do primeiro quarto.

No segundo período as coisas mudaram bastante, parecia que os visitantes tinham permanecido no banco e não tinham voltado para o jogo. Com isso a partida que era equilibrada, passou a ter domínio total de Chicago, que teve os jogadores vindos do banco tendo uma excelente contribuição.

Para melhorar, não só eles, mas também a equipe titular e principalmente Rajon Rondo começaram a brilhar de forma intensa e a vantagem só crescia. O time da cidade do vento rodava bem a bola e tinha um ótimo jogo de perímetro, belos passes de Rondo, time baixo e boa defesa. Já o time de Indiana parecia perdido e não tinha resposta, jogava mal e uma desvantagem de 21 pontos antes do intervalo foi inevitável. O primeiro quarto que havia tido uma diferença de apenas quatro pontos, no segundo teve dezessete.

Bulls usa terceiro quarto para aumentar a vantagem e último é de Garbage Time  

Na volta dos vestiários os Bulls continuaram avassaladores, imprimindo um ritmo forte na transição e seguiram com todos os bons aspectos do quarto anterior. A diferença é que os Pacers melhoraram um pouco na defesa e no ataque e no final do período o time de Ilinois passou a cometer erros antes não vistos, o que fez a diferença diminuir um pouco. Mas nada que assustasse, pois os touros venceram o mais um quarto, agora por oito pontos de diferença e colocaram vinte e cinco de diferença antes dos últimos doze minutos de jogo.

O último período foi praticamente uma pelada. Os times jogaram soltos, sem forçar muito a marcação e tentando várias bolas de três pontos, principalmente Indiana que estava bem atrás no placar. Ao decorrer vários reservas começaram a entrar e até os jogadores que pouco atuam tiveram sua oportunidade de atuar. Com isso a vantagem dos Bulls começou a cair e uma ponta de esperança nos Pacers começou a surgir, mas nada que assustasse e Fred Hoiberg não colocou os titulares de volta. Dessa forma, o time de Indianapolis venceu o período por oito pontos e perdendo a partida por dezessete.

Destaques do jogo

Indiana Pacers 

Paul George: 20 pontos

Myles Turner: 20 pontos

Chicago Bulls

Jimmy Butler: 16 pontos

Dwyane Wade: 14 pontos

Rajon Rondo: 6 pontos e 13 assistências

Doug McDermont: 23 pontos