Na prorrogação, Vasco vence Minas fora de casa e estreia com vitória no NBB

Equipe carioca vai mal no último quarto e vê mineiros forçarem a prorrogação, porém, consegue se recuperar e conquista a vitória

Na prorrogação, Vasco vence Minas fora de casa e estreia com vitória no NBB
(Foto: Orlando Bento/MTC)
Minas
83 85
Vasco da Gama

O retorno do Vasco à elite do basquete nacional se concretizou nesta quinta-feira (10), com a estreia da equipe no NBB diante do Minas fora de casa. Foi uma partida digna de um momento tão marcante para os cariocas. Após começar perdendo, virar o placar no segundo quarto, manter um bom ritmo e ver o adversário se recuperar no final do tempo regulamentar, o Gigante da Colina voltou a se sobrepor na prorrogação e conseguiu estrear com vitória na competição.

Enquanto os norte-americanos Rodgers e Maynard foram os destaques do Minas no duelo, o único estrangeiro do elenco vascaíno, o também norte-americano David Jackson, que é a grande estrela da equipe, desfalcou o cruzmaltino e deu lugar ao experiente Márcio, que aproveitou a oportunidade e ajudou bastante o time, principalmente no primeiro quarto.

O JOGO

O duelo foi marcado pelo equilíbrio do início ao fim. No primeiro quarto, o aproveitamento das duas equipes foi muito bom, com Márcio se destacando pelo lado vascaíno, enquanto o jogo coletivo e as frequentes bolas de dois pontos mantinham o Minas no jogo. Mesmo conseguindo sequências muito boas de pontos, os cariocas viram os mineiros virarem o placar e conseguirem terminar período à frente, vencendo por 24 a 22.

No segundo quarto, foi a vez de Palácios se destacar. O armador argentino foi o principal responsável pela virada vascaína, mesmo com a partida ainda bastante equilibrada. Maynard e Siqueira vinham em boa atuação, mas não foi suficiente para frear o ímpeto vascaíno, que além de contar com exímia atuação de seu armador argentino, ainda teve Hélio, Gaúcho e Drudi convertendo importantes bolas de três pontos. O quarto terminou com o Vasco vencendo por 44 a 38.

O terceiro quarto ficou marcado por duas faltas antidesportivas dos vascaínos, uma de Hélio e outra de Gaúcho. Porém, os mineiros não conseguiram aproveitar as posses que tiveram e apenas não deixaram os cariocas se distanciarem no placar. Palácios converteu mais algumas importantes bolas de três pontos e aumentou a vantagem vascaína ao final do período, quando o placar marcava 69 a 57.

Os muitos erros marcaram o último quarto da partida. Os vascaínos não conseguiram impor seu ritmo e viram os mineiros encostarem, pouco a pouco, com boa atuação de Maynard. Quando a virada veio, o técnico Christiano Pereira explodiu com a equipe, que parece ter acordado e voltou ao jogo em um bom ritmo, porém, não foi suficiente para evitar a prorrogação. O placar marcava 77 e 77.

Na prorrogação, os vascaínos estiveram na frente desde o início. Hélio se apresentava como destaque da equipe, e a boa atuação de Rodgers, cestinha da partida com 23 pontos, não foi suficiente para tirar a vitória dos cariocas, que mantiveram a pequena vantagem e fecharam a partida vencendo por 85 a 83.

Próximos duelos

No sábado, às 14h (horário de Brasília), o Vasco irá à Brasília enfrentar os donos da casa, tricampeões do NBB. Os mineiros só voltarão a jogar na terça-feira (15), quando irão ao Ceará enfrentar o Basquete Cearense, às 20h30 (horário de Brasília).