Conheça Tiago Camilo, esperança de medalha do Judô

Na bagagem, o atleta tem duas medalhas olímpicas, prata em Sydney e bronze em Pequim, além de ser o maior judoca brasileiro em jogos Pan-Americanos, com três ouros conquistados

Conheça Tiago Camilo, esperança de medalha do Judô
Conheça Tiago Camilo, esperança de medalha do Judô

O Judô é um esporte que tradicionalmente gera medalhas para o Brasil em Jogos Olímpicos, ao todo o país já conquistou 19 na modalidade, sendo três de ouro, três de prata e treze de broze.

A primeira conquista do esporte para o Brasil veio nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, com o bronze de Chiaki Ishii, japonês naturalizado brasileiro. Atualmente, um dos grandes expoentes do Judô brasileiro é o judoca Tiago Camilo, atual octa-campeão paulista e brasileiro.

Carreira

Natural de Tupã, interior de São Paulo, Tiago Camilo começou no Judô ainda  jovem, na cidade de Bastos (SP). Após ganhar destaque nos campeonatos municipais e estaduais, alcançando visibilidade a nível nacional, Tiago, juntamente de seu irmão mais velho, Luiz Camilo, ingressou no projeto "Projeto Fututo" (Programa Olímpico de alto rendimento do Estado de São Paulo), em 1997.

Na equipe do Volkswagen Clube, em 1998, Tiago Camilo teve seu primeiro grande ano, com conquistas nos Jogos Mundiais da Juventude (Rússia) e no Campeonato Mundial Junior (Colômbia). Indo no ano seguinte para a Associação Desportiva São Caetano, onde permaneceu até 2005.

A primeira medalha olímpica veio quando Tiago tinha apenas 18 anos de idade, nos jogos de Sydney, na Austrália, em 2000. O então jovem, promessa do judô brasileiro conquistou a prata, sendo derrotado na final para o italiano Giuseppe Maddaloni, na categoria até 73 kilos.

Em 2006, junto de seu irmão novamente, Tiago mudou de equipe, deixando São Paulo e indo para o Rio Grande do Sul, para a equipe Sogipa. No ano seguinte, o judoca conquistou o ouro nos Jogos Pan Americanos e no Campeonato Mundial, ambos disputados no Rio de Janeiro.

Thiago Camilo comemora vitória sobre Guillaume Elmont

Nos Jogos Olímpicos de Pequim, na China, em 2008, o judoca conquistou mais uma medalha para o Brasil, dessa vez um bronze, após vencer por desistência o holandês Guillaume Elmont, a pouco mais de um minuto para o fim da luta. E em setembro do mesmo ano, Tiago voltou para São Paulo, indo para o Esporte Clube Pinheiros.

As conquistas do judoca não pararam, em 2011, nos jogos de Guadalajara, no México, Tiago Camilo tornou-se bi-campeão pan americano, derrotando o cubano Asley Gonzalez, na categoria até 90 kilos. Porém, nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o atleta brasileiro não conquistou medalha, ficando em quinto lugar.

E recentemente, nos Jogos Pan Americanos de Toronto, Canadá, em 2015, Tiago Camilo conquistou sua terceira medalha de ouro seguida na competição, vencendo mais uma vez o cubano Ashley Gonzalez, na mesma categoria.

  • Títulos:

  • - 8 vezes Campeão Paulista
  • - 8 vezes Campeão Brasileiro
  • - Campeão Mundial Juvenil (1998)
  • - Campeão Mundial Junior (1998)
  • - Campeão Sul Americano (2005)
  • - Tricampeão Pan Americano (2007, 2011 e 2015)
  • - Mundial por equipes: Bronze (2005) e Prata (2011)
  • - Campeão Mundial Sênior (2007)
  • - Vice Campeão Olímpico (2000)
  • - Medalha de Bronze Olímpica (2008)
  • - 19 vezes medalhista em Copa do Mundo, Gran Prix e Grand Slam (1998-2014)

Expectativa para o Rio 2016

Tiago Camilo, hoje com 33 anos de idade, duas medalhas olímpicas e três ouros panamericanos na bagagem, é uma das grandes esperanças de medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio. O atleta quer conquistar o ouro diante da torcida brasileira e fechar seu ciclo olímpico em grande estilo.

Após as Olimpiadas de 2016, o atleta deve se encerrar sua carreira como judoca profissional  e dedicar-se ao Instituto Tiago Camilo, onde ensina Judô para crianças na comunidade de Paraisópolis, zona sul de São Paulo.