Séries impecáveis de Zanetti e Hypólito asseguram segundo lugar ao Brasil na ginástica artística

Diego Hypólito conquista sua melhor pontuação no solo e se emociona

Séries impecáveis de Zanetti e Hypólito asseguram segundo lugar ao Brasil na ginástica artística
Arthur Zanetti (Foto: Reprodução/Dmitri Lovetsky/ AP Photo)

Na manhã deste sábado (6), o Brasil abriu os trabalhos da Ginástica Artística Masculina e levou o segundo lugar no geral na Arena Olímpica da Barra, no Rio de Janeiro. Os brasileiros fizeram uma bela apresentação sem grandes falhas na estreia da modalidade com a maior marca conquistada nos Jogos Olímpicos: 268.078 pontos no total de equipes. Arthur Zanetti fez uma entrada impecável nas argolas. Diego Hypólito tem sua maior pontuação no solo. Confira as notas dos ginastas no primeiro dia da competição.

Pontuação nas Argolas

Arthur Mariano - 14.033 pontos
Francisco Barreto - 14.200 pontos
Sérgio Sasaki - 14.133 pontos
Arthur Zanetti - 15.533 pontos

Pontuação no Salto

Diego Hypolito - 14.816 pontos
Francisco Barreto - 14.200 pontos
Arthur Mariano - 15.100 pontos
Sérgio Sasaki - 15.266 pontos

Pontuação nas Barras Paralelas

Francisco Barreto - 14.900 pontos
Sérgio Sasaki - 14.933 pontos
​Arthur Mariano - 14.933 pontos

Pontuação na Barra Fixa

Francisco Barreto - 15.266 pontos
Sérgio Sasaki - 14.833 pontos
​Arthur Mariano - 14.766 pontos

Pontuação no Solo

Francisco Barreto - 13.433 pontos
​Sérgio Sasaki - 14.900 pontos
​Arthur Mariano - 15.200 pontos
​Diego Hypolito - 15.500 pontos

Pontuação no Cavalo com Alças

Arthur Mariano - 14.433 pontos
Francisco Barreto - 14.533 pontos
Sérgio Sasaki - 14.833 pontos

Total de Pontos

Argolas - 43.866 pontos - 2º lugar
Salto - 45.182 pontos - 2º lugar
Barras Paralelas - 44.766 pontos - 2º lugar
Barra Fixa - 44.865 pontos - 1º lugar
Solo - 43.533 pontos - 1º lugar
Cavalo com Alças - 43.799 pontos - 2º lugar

Pontuação Final: 2º lugar, com 268.078 pontos