Séries atuais baseadas em quadrinhos

Séries como The Walking Dead e outras inspiradas em HQ’s

Séries atuais baseadas em quadrinhos
The Walking Dead (Foto: Reprodução / Fox)

 

Nunca houve uma época tão repleta de adaptações televisivas da nona arte como agora, o que faz com que o público em geral acabe se perdendo com tantas produções de qualidade abrangendo inúmeros gêneros diferentes como apocalipse zumbi, heroísmo e o sobrenatural.

Para ajudá-los, decidimos listar todas as séries adaptadas de HQs com um apanhado de informações sobre as  temporadas seguintes dos programas que estão bombando no momento.

Arrow: O segundo grande sucesso televisivo adaptado da editora DC Comics depois de Smallville no canal norte-americano The CW, a série protagonizada pelo Arqueiro Verde, Oliver Queen (Stephen Amell) terá sua quinta temporada iniciada em 5 de outubro (ainda sem data de estréia no canal pago Warner Brasil que fica a cargo pela transmissão do programa por aqui), que o mostrará como prefeito e, paralelamente, criando uma nova equipe de vigilantes e tendo que lidar com um antagonista misterioso relacionado ao seu passado, que será interpretado por Chad L. Coleman (The Walking Dead). O quinto ano ainda contará com a presença de Dolph Lundgren (Soldado Universal, Os Mercenários) que viverá um dos vilões durante os recorrentes flashbacks que dessa vez serão focados na Rússia e que, segundo os produtores, serão os últimos do show. 

The Flash: O terceiro ano irá adaptar o arco Flashpoint (Ponto de Ignição por aqui), uma história dos quadrinhos lançada em 2011 que acabou resultando no reboot do universo DC conhecido como Novos 52. Na série, Barry Allen (Grant Gustin) decide salvar sua mãe que havia sido assassinada durante sua infância, voltando no tempo e, como conseqüência, dando surgimento a uma nova realidade que posteriormente acaba colidindo com a anterior. A série do velocista escarlate, atual carro-chefe da CW, volta em 4 de outubro nos EUA (enquanto no Brasil o programa também fica por conta do canal pago Warner).

Supergirl: Supergirl originalmente era transmitida pelo canal CBS, porém acabou mudando para a emissora The CW, possibilitando um maior número de crossovers com as outras séries heróicas do canal. A série terá uma nova chance em seu segundo ano, no qual Kara Danvers (Melissa Benoist) terá que conciliar sua vida pessoal com as suas atividades como heroína, sendo futuramente auxiliada pelo seu primo Clark Kent/Superman, cuja participação estava sendo ansiosamente aguardada por boa parte dos fãs desde a primeira temporada, o jornalista ganhará vida na pele de Tyler Hoechlin (Teen Wolf). O programa estrelado pela kryptoniana retorna em 10 de outubro nos Estados Unidos (enquanto a Warner também é responsável pela transmissão dos episódios da personagem no Brasil).

Legends of Tomorrow: O programa é um derivado de The Flash e Arrow, utilizando personagens secundários das duas séries como protagonistas, sendo a série mais nova da CW, já tendo seu segundo ano garantido. Após a derrota do imortal antagonista Vandal Savage (Casper Crump), o time liderado por Rip Hunter (Arthur Darvill, de Doctor Who), se reunirá novamente para lidar com a Legião do Mal, uma equipe formada por alguns antagonistas já apresentados no universo DC televisivo da CW. Além disso, os episódios que estréiam a partir de 13 de outrubro nos Estados Unidos (mesma situação de transmissão no Brasil de suas séries “mães”) também irão introduzir a Sociedade da Justiça da América, que introduzirá novos personagens como Cidadão Gládio, Sideral, Víxen e muitos outros durante a série.

Gotham: Da mesma maneira que The Flash, Gotham também adaptará um arco recente das HQ’s introduzindo o antagonista Garra, que apareceu no arco A Corte das Corujas nos quadrinhos reboot Novos 52 do Batman. Como se não fosse suficiente, Jim Gordon (Ben MacKenzie) também terá de lidar com a aparição do vilão Chapeleiro Louco (Benedict Samuel, de The Walking Dead), os irmãos Tweeedle e uma Ivy Pepper (Maggie Geha) de 19 anos estando cada vez mais próxima de se tornar a vilã Hera Venenosa, além de Mario Falcone (James Carpinello), filho de um dos principais vilões do primeiro ano da série. O jovem será o novo interesse amoroso de doutora Leslie Thompkins (Morena Baccarin), ex-namorada do protagonista James Gordon, havendo um possível triângulo amoroso. A terceira temporada também continuará desenvolvendo seus dois principais antagonistas do programa, Oswald Cobblepot (Robin Lord Taylor), o Pinguim, e Edward Nygma (Cory Michael Smith), o futuro Charada. Vocês poderão continuar acompanhando o desenvolvimento vilanesco deles em 19 de setembro com o show retornando no canal americano Fox e eventualmente no Warner Channel no Brasil nas segundas-feiras durante a noite.

Agents of Shield: Diferentemente das outras, essa série é produzida pela Marvel, sendo ambientada no mesmo universo dos filmes da editora e das séries originais da Netflix que carregam o selo da empresa. A trama lidará com a separação de Daisy Johnson (Chloe Bennet) em seu quarto ano, que acabará assumindo a identidade da vigilante Tremor em algum momento, além de seu caminho se cruzar com o do “Motorista Fantasma” de Robbie Reyes ( Gabriel Luna) e seu veículo “demoníaco”. A dinâmica na organização também mudará, com Phil Coulson (Clark Gregg de Os Vingadores), deixando a direção e deixando-a disponível para um misterioso personagem interpretado por Jason O’ Mara (The Good Wife) no qual obteremos mais informações assim que a série protagonizada pelos agentes retornar em 20 de setembro nos EUA (já no Brasil o programa é transmitido pelo canal pago Sony).

Lucifer: No segundo ano da série adaptada dos quadrinhos destinados para adultos do selo Vertigo, Lucifer (Tom Ellis) não poderá desfrutar tranquilamente de seu entretenimento mundado ao descobrir que sua mãe, interpretada por Tricia Helfer (Battlestar Galactica) conseguiu sair do inferno e atualmente também está no mundo dos homens. O programa retorna em 19 de setembro na Fox dos EUA.

The Walking Dead: A sexta temporada encerrou-se com um gigante cliffhanger, que consiste em deixar algo em aberto com o objetivo de manter a audiência interessada. O primeiro episódio do sétimo do ano já irá revelar quem foi a vítima de Negan (Jeffrey Dean Morgan), o vilão da vez. A série também irá introduzir Ezekiel (Khary Payton), um simpático governante de O Reino, uma comunidade que, nas HQ’s, é fundamental na guerra contra os Salvadores. O programa volta em 23 de outubro.

Preacher: Preacher já havia sido renovada para sua segunda temporada antes mesmo de ter seu primeiro ano encerrado. A série é baseada na conceituada HQ de Garth Ennis e Steve Dillon e foi adaptada por Seth Rogen e Evan Goldberg, os mesmos responsáveis por Superbad – É Hoje. Aparentemente, o programa possuirá mais fidelidade em sua segunda temporada, com o protagonista Jesse (Dominic Cooper, de Marvel’s Agent Carter), o vampiro Cassidy (Joseph Gilgun) e Tulipa (Ruth Negga, de Marvel’s Agents of Shield) partindo na estrada juntos para resolverem alguns problemas com Deus. O antagonista Herr Starr já está previsto para aparecer no novo ano, que será transmitido pelo AMC nos EUA em 2017, tendo adultos como público alvo.

Marvel’s Luke Cage: O programa promete trazer um novo ar ao universo Marvel, mostrando o Herói de Alugel Luke Cage (Mike Colter) buscando compreender o verdadeiro objetivo de suas habilidades incomuns visando utilizar seus poderes para fazer o bem no Harlem, em Nova York. Contudo, durante o percurso, ele terá de lidar com antagonistas como Shades (Theo Rossi) e Cornell Stokes (Mahershala Ali), que irão ameaçar a segurança dos protegidos do protagonista. O Showrunner Cheo Hodari classificou seu projeto como “Wu Tang-Classificação da Marvel, que chegará ao serviço de streaming Netflix em 30 de setembro de 2016. O personagem já havia sido introduzido em Jessica Jones como par romântico da heroína durante alguns episódios.  

Marvel’s Punho de Ferro: A série será a próxima com o selo da editora após Luke Cage, e mostrará Danny Rand (Finn Jones, de Game of Thrones), um bilionário que acabou perdendo seus pais durante a infância supostamente num acidente de avião, tendo um rigoroso treinamento com monges budistas com o intuito de se tornar um herói e obter sua vingança contra Harold Meachum (David Wenham), um executivo que provocou a morte do pai e mãe do futuro vigilante. O programa estreará no primeiro semestre de 2017, trazendo um ar mais místico, apesar da atmosfera urbana. 

Marvel’s Os Defensores: Quinta série original da parceria entre o selo Marvel e a Netflix, o programa juntará os heróis Demolidor (Charlie Cox), Jessica Jones (Krysten Ritter), Luke Cage (Mike Colter) e Punho de Ferro (Finn Jones) em um time para defender Nova York. Já foi confirmado que o melhor amigo de Matthew Murdock, o simpático advogado Foggy Nelson (Elden Henson) se fará presente no seriado, que irá estrear no segundo semestre de 2017. A série será um “The Avengers” mais sombrio.

 Marvel’s Jessica Jones: Já tendo seu segundo ano confirmado, o programa estreará somente em 2018 e seguirá os acontecimentos de Os Defensores no qual ela será uma das protagonistas. A showrunner Melissa Rosenberg já confirmou que novos personagens serão introduzidos na segunda temporada, porém não crie expectativas para nenhum antagonista no mesmo nível de Kilgrave (David Tennant, de Doctor Who e Harry Potter). A série também focará mais em seus personagens secundários como a melhor amiga e irmã de criação da protagonista, a radialista Trish Walker (Rachael Taylor). Além disso, Jessica terá conseguido superar seu trauma provocado por Kevin.   

Marvel’s Demolidor: O Homem Sem Medo, assim como Jessica Jones, terá sua terceira temporada em 2018. O primeiro ano contou a origem do protagonista Matt Murdock (Charlie Cox) e seu nêmeses Wilson Fisk (Vincent D’ Onofrio). Já o segundo ano introduziu o anti-herói Justiceiro (Jon Bernthal) e a anti-heroína Elektra Natchios (Élodie Yung). Em ambas as temporadas, a série fez um interessante paralelo entre o herói e seus inimigos, fazendo-o se auto-questionar sobre sua própria moralidade. Além disso, o programa ditou a pegada urbana que suas séries irmãs seguiriam depois. É esperado que o novo ano adapte o arco dos quadrinhos conhecido como “A Queda de Murdock”, ainda mais depois dos indícios deixados no último ano. Porém, é possível que, caso tal história seja adaptada, alguns momentos sejam diminuídos.

Marvel’s Justiceiro: Após o grande sucesso do personagem no segundo ano de Demolidor, o anti-herói teve sua série solo anunciada. Embora muitos acreditassem que só teríamos o programa estrelado por Frank Castle (Jon Bernthal, de The Walking Dead) em 2019, um erro no aplicativo do serviço da Netflix pode ter revelado que o seriado estreará em 2017. A Marvel inclusive já está à procura de um ator para interpretar Microchip, o hacker colega do ex-militar. É provável que a história acabe explorando o misterioso passado militar de Castle, algo que já foi introduzido na série do Daredevil.    

Legion: Dirigido por Noah Hawley (Fargo), o protagonista se chama David Haller (Dan Stevens), um estranho jovem que possivelmente será um dos mutantes mais fortes já adaptados até o momento pela Fox no cinema. O elenco de apoio é composto por Aubrey Plaza (Parks and Recreation), Jean Smart (Fargo, 24 Horas), Jeremie Harris (Caçada Mortal) e Rachel Keller (Fargo) que talvez seja o interesse amoroso do mutante. A série estreará em algum momento de 2017. Nos quadrinhos, David é filho do professor Charles Francis Xavier (que já foi interpretado por Patrick Stewart e atualmente é vivido pela versão mais jovem de James McAvoy). Contudo, ao menos aparentemente, ele não será filho do telepata e a série não terá ligação com os filmes dos X-Men, embora o estúdio queira expandir seu universo como a Marvel Studios fez. 

Marvel’s Runaways: O programa irá adaptar as HQ’s Fugitivos da Marvel, lançadas entre 2003 e 2004 nos EUA. A trama acompanha seis adolescentes que não se suportam, contudo são obrigados a se juntarem depois de terem descoberto que seus pais são membros de uma organização diabólica. A série é a primeira produção adaptada de quadrinhos do serviço de streaming Hulu que não está liberado no Brasil. 

iZombie: O seriado é uma adaptação das HQ’s homônimas de Chris Roberson e Michael Allred que foram publicadas pelo selo Vertigo entre 2010 e 2012, e já teve seu terceiro ano garantido para 2017 assim que a CW acabou renovando de uma só vez todas as suas séries exibidas nos EUA. O programa é protagonizado por Liv Moore (Rose Mclver), uma médica que morreu e se tornou uma zumbi com fome por cérebros que passou a trabalhar num necrotério para ajudar o departamento de polícia a solucionar crimes como uma consultora “psíquica” e descobrir como virou um zumbi.

Outcast: A nova adaptação de Robert Kirkman (The Walking Dead), somente terminou sua primeira temporada, mas seu segundo ano já foi confirmado antes do episódio piloto ter sido transmitido para o público. Durante a San Diego Comic-Con 2016, foi afirmado que a série seguirá ao máximo o conteúdo dos quadrinhos de Kirkman, diferentemente da série de zumbis, e indicaram uma cena gravada em Roma na Itália. 

Powerless: A primeira série de comédia da DC Comics no estilo de The Office promete trazer uma pegada nova no gênero de histórias adaptadas de HQ’s. O programa acompanha o cotidiano de uma companhia de seguros focada em lidar com danos provocados pelas ações dos heróis, contando com Vanessa Hudgens (High School Musical), Danny Pudi (Community), Alan Tudyk (Firefly), Christina Kirk e Ron Funches (Undateable) como elenco regular. O primeiro episódio foi exibido na Comic-Con 2016.  

The Tick: O seriado é uma paródia do gênero de super-heróis, assim como Kick-Ass, que será feito pela Amazon, e irá acompanhar um “perdedor” que traja um uniforme do vigilante azul para lidar com o crime de sua cidade. O elenco é composto por Jackie Earle Haley (Watchmen), Brendan Hines (Suits), Peter Serafinowicz (Guardiões da Galáxia) e Griffin Newman (Vinyl). Vale mencionar que essa não é a primeira adaptação televisava dessa saga das HQ’s, pois a mesma já teve nove episódios exibidos pela Fox entre 2001 e 2002 e, anteriormente a isso, foi adaptada através de uma extensa animação entre 1994 e 1997. O programa estreará nos EUA em 19 de agosto. 

Krypton: Aos moldes de Gotham, o novo projeto televisivo da DC Comics irá contar tramas do planeta natal do Superman, contando com o avô e bisavô de Kal-El como protagonistas da série, tendo sido escrita por David S. Goyer (Cavaleiro das Trevas) e Ian Goldberg (Once Upon a Time). Existe a possibilidade do programa ser o primeiro seriado a se passar no mesmo universo estendido da DC/Warner do cinema, tendo uma ligação ainda mais específica com o filme “Homem de Aço” de Henry Cavil.