Raulino de Oliveira sedia festival de futebol americano; VR Falcons estreia na modalidade full pad

Com presença de food trucks e ações sociais, equipe de Volta Redonda enfrenta o Nova Friburgo Yetis; antes, primeiro jogo da história do Barra Mansa Sloths

Raulino de Oliveira sedia festival de futebol americano; VR Falcons estreia na modalidade full pad
VR Falcons retorna ao Raulino meses após ser vice da última LiFFA (Foto: Pedro Henrique Guimarães | VAVEL Brasil)

O domingo (19) será de muito futebol americano no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Denominado de Desafio Correta Home, dois jogos seguidos serão realizados no município: às 13h, o Barra Mansa Sloths – criado no ano passado, faz o primeiro jogo de sua história contra o Valença Hunters, na modalidade No Pad (sem equipamento); na sequência, o Volta Redonda Falcons faz sua estreia na modalidade Full Pad (com equipamento), enfrentando o Nova Friburgo Yetis.

O ingresso é apenas um quilo de alimento não perecível, situação que poderá levar um grande público ao Raulino. A organização garante que o arrecadado será doado a instituições carentes da região. Antes das partidas, mais precisamente às 11h, os presentes no estádio poderão contar com diversos Food Trucks, além de uma feira de ações sociais contando com participação de ONGs.

Após meses de treinamento, BM Sloths faz primeiro jogo de sua curta história

Formado no fim do ano passado, o Barra Mansa Sloths fará o primeiro jogo de sua curta história no futebol americano. Para um dos diretores da equipe, Rafael Tinoco, a expectativa para a estreia é a melhor possível. “Estamos focados em sair de lá com a vitória, mesmo sendo nosso primeiro jogo, pois temos certeza que teremos o apoio da torcida. Fazer a primeira partida logo no Raulino é um grande estímulo. Mas também não podemos nos animar com o estádio e esquecer do jogo. Estamos felizes pela oportunidade, mas focados no confronto”, disse Rafael.

Apesar do nome Sloths – preguiças em português, em relação ao animal que é visto no Parque das Preguiças, tradicional ponto do município, os jogadores se esforçaram muito nos últimos treinamentos para fazerem bonito no primeiro jogo de sua história. “Nossa preparação ocorre desde que fundamos o time, pois nosso pensamento foi em trabalhar muito pois um jogo poderia ocorrer a qualquer momento. Porém, desde que o amistoso foi confirmado, estamos em uma rotina de trabalho intenso, buscando acertar todos os detalhes e sair de lá com um excelente resultado”, comentou Rafael, um dos pioneiros da equipe.

Participante da LiFFA, Valença Hunters quer vitória diante de estreante

Participante da atual edição da Liga Fluminense de Futebol Americano (LiFFA), o Valença Hunters será o adversário dos Sloths na estreia da equipe de Barra Mansa. Presidente da franquia, Rafael Mello revelou a expectativa para o festival. "Esse jogo é importante principalmente, para a divulgação do esporte na nossa região. Ainda existem pessoas que desconhecem os times de futebol americano, desconhecem o esporte em si ou pior, que tem preconceito em relação à modalidade. O Brasil não é apenas futebol e queremos provar isso”, disse Rafael.

Além disso, Rafael aproveitou para destacar a fase decisiva na LiFFA, com o festival servindo de preparação para o campeonato. “Estamos em uma etapa decisiva na LiFFA, onde o jogo que teremos na semana seguinte ao evento em Volta Redonda, contra o Juiz de Fora Red Fox, será vencer ou vencer, pois quem ganhar avança de fase na competição. Temos total certeza do nosso potencial e vamos fazer desse evento um preparo pra isso. Os Sloths virão com tudo. É o primeiro jogo deles e nós responderemos a altura. Estamos realmente ansiosos”, enfatizou o presidente.

Anfitrião, VR Falcons quer estrear com o pé direito no Full Pad

Fazendo seu primeiro jogo na modalidade Full Pad, o VR Falcons – atual vice-campeão da LiFFA, é também o idealizador do evento. Diretor de planejamento e também jogador, Igor Reis explica o início da ideia do festival. “Tivemos uma conversa com o Angra Destroyers juntamente com um promoter de eventos esportivos, para fazer apenas um amistoso entre nós. Porém, houveram imprevistos e como já estávamos de cabeça no evento, reformulamos algumas coisas e surgiu a ideia do desafio local, que acabou virando um evento maior, com parte social, mais de um jogo e além da participação dos food trucks”, disse Igor.

O diretor ainda afirma que a população irá se divertir bastante durante o evento, que durará o dia todo. “Queremos levar uma boa opção de entretenimento para as pessoas, além de mergulhá-las no universo do futebol americano. Queremos também mostrar que o esporte não é apenas um jogo de truculências, como muitos pensam. É também de inteligência e democrático, por isso queremos mostrar nosso esporte a toda a região, além de ajudar a nossa comunidade”, relatou.

Sobre o confronto em si, Igor espera uma partida equilibrada diante do Yetis, equipe de Nova Iguaçu. “Será um bom jogo. Eles têm um ótimo time, são muito bem treinados e com grandes talentos, mas vamos jogar em casa e com muita vontade. Quem for ao estádio pode ter a certeza de assistir a um bom embate”, finalizou.

Yetis reitera importância de fazer bonito mesmo longe de casa

Também participante da LiFFA, o Nova Friburgo Yetis será o único time do festival que atua fora da região. Desejo antigo de enfrentar os Falcons, a equipe finalmente atuará diante do time de Volta Redonda neste fim de semana. “Queríamos marcar um jogo com os Falcons, mas o cronograma estava muito apertado. O time que eles jogariam neste domingo teve alguns problemas na diretoria, e aceitamos o convite após perguntarem sobre nossa disponibilidade”, disse Luiz Thiago, presidente e jogador do Yetis. “Esse amistoso é importante para testar jogadas, jogadores e fazer os ajustes necessários para a disputa do Estadual”, completou.

Assim como o BM Sloths, o time de Nova Friburgo também irá aproveitar a oportunidade de atuar no Raulino. “A expectativa dos atletas é imensa, será o primeiro jogo da equipe em um estádio do porte do Raulino de Oliveira, estão todos muito ansiosos para pisar em campo. Além do mais, o Volta Redonda Falcons é um time que desde sempre tivemos boa relação, temos grandes amigos lá, tenho certeza que será uma partida limpa e bem jogada”, finalizou o jogador e presidente.

Formado no fim de 2015, BM Sloths quer fazer bonito no primeiro jogo de sua história (Foto: Divulgação | BM Sloths)
Formado no fim de 2015, BM Sloths quer fazer bonito no primeiro jogo de sua história (Foto: Divulgação | BM Sloths)