Kirk Cousins brilha, Redskins vence Packers e segue entre os melhores da NFC

Ataque de Washington dá show no último período e confirma vitória para os donos da casa; Packers chega a campanha negativa

Kirk Cousins brilha, Redskins vence Packers e segue entre os melhores da NFC
Foto: Washington Redskins/ Divulgação
Washington Redskins
42 24
Green Bay Packers

No Sunday Night Football da semana 11 da NFL, deu Redskins. O Green Bay Packers não foi páreo para Kirk Cousins e seu Washinton Redskins, perdendo por 42 a 24. Em confronto disputado na capital americana, ataque dos donos da casa prevaleceu e garantiu a vitória.

O destaque foi o quarterback Kirk Cousins. Em uma partida quase sem erros, Cousins completou 21 passes em 30 tentados, conseguindo 375 jardas aéreas e três touchdowns, sem interceptações. Outra peça importante foi o running back Robert Kelley, que passou das 100 jardas terrestres e anotou três TDs, no que foi seu melhor jogo como profissional.

A vitória confirma os Redskins na luta pelos playoffs. No momento, a franquia de Washington vai se classificando para a rodada de Wild Card. A situação dos Packers já começa a ficar mais complicada. Com a derrota, a franquia do Wisconsin diminuiu sua chances de alcançar seus rivais de divisão, tendo que ter campanha quase perfeita nos jogos restantes.

Na próxima semana, os Redskins viajam à Dallas, para encarar seus rivais de divisão Cowboys, no que será um dos três jogos do Thanksgiving. Os Packers poderão aproveitar o feriado americano em suas casas, só voltando a jogar no Monday Night Football da semana 11 da NFL, contra os Eagles na Filadélfia.

Após primeiro tempo equilibrado, Redskins vai em vantagem para os vestiários

O jogo no FedEx Field demorou para engrenar. O primeiro quarto foi de grande domínio das defesas, com ambos ataques sem conseguir avanços significativos. 

Quem quebrou o zero no placar foram os Redskins. Kirk Cousins começou sua campanha em boa posição de campo após punt de Green Bay, e não desperdiçou a oportunidade. O quarterback de Washington conectou com DeSean Jackson para 17 jardas e os primeiros seis pontos da noite. Dustin Hopkins chutou o extra point que deixou o placar em 7 a 0.

Aaron Rodgers então apareceu para o jogo. Os Packers não demoraram muito para dar a resposta, e logo deixaram tudo igual. Rodgers achou seu recebedor favorito, Jordy Nelson para 13 jardas e o TD.

Cousins não conseguiu repetir o último drive de sucesso, punteando a bola de volta para a franquia do Wisconsin. Rodgers encontrou avanços com James Starks, Randall Cobb e o outro Rodgers, o Richard, mas um sack de Ryan Kerrigan levou embora a chance de touchdown. Mason Crosby venceu o vento forte em Washington e conseguiu conectar o field goal de 36 jardas. Green Bay passava a frente.

No drive seguinte, Cousins e os Redskins responderam. O QB colocou para jogar seu mais importante recebedor no ano. Jordan Reed, o tight end, recebeu três passes durante toda a campanha. Um de 26 jardas, outro de 5 e mais um de 18, deixaram o running back Robert Kelley na boa para anotar o TD. Chris Thompson não conseguiu anotar a conversão de dois pontos, deixando a liderança em apenas três pontos no intervalo.

Cousins e ataque de Washington dão show e confirmam vitória

Na volta, Washington veio com tudo. Jordan Reed, de novo, completou uma big play, mas Cousins não conseguiu chegar à end zone. Dustin Hopkins chutou field goal de 37 jardas para aumentar a vantagem dos donos da casa para seis pontos.

Os Packers começaram quase de dentro da própria end zone, deixando Aaron Rodgers na difícil missão de caminhar toda a extensão do gramado para marcar o TD. Mesmo com grandes passes por parte do sucessor de Brett Favre, os Packers sofreram com uma penalidade em uma terceira descida e tiveram de se contentar com o field goal. Mas, o vento forte no FedEx Field fez sua primeira vítima. Mason Crosby, dessa vez, não encontrou sucesso em seu chute, deixando Green Bay de mãos vazias ao fim do drive.

Kirk Cousins aproveitou a boa posição de campo e captalizou. O quarterback da franquia da capital dos Estados Unidos estava em grande noite, e torturou a questionável secundária dos Packers com grande passe de 44 jardas para Jamison Crowder. Touchdown espetacular. Querendo evitar o destino do rival, os Redskins não foram para o chute extra, mas, de novo, a conversão de dois pontos não foi alcançada.

Os Packers, sentindo a necessidade de marcar para ainda ter chances de vitória, colocaram suas fichas em seu QB de elite. E Rodgers entregou resultados. Em uma chamada interessante, o camisa 12 encontrou James Starks livre, leve e solto pelo lado direito do ataque. O running back teve caminho livre para end zone, anotando o touchdown e diminuindo a vantagem logo no início do último quarto.

Mas Cousins realmente estava naqueles dias. Quando a moral parecia estar mudando de lado, o quarterback dos Redskins tirou um passe de 70 jardas da cartola. Pierre Garcon fez bela recepção, quebrou um tackle e anotou o touchdown. Dessa vez, os donos da casa deixaram de lado a conversão de dois pontos. Dustin Hopkins venceu o inimigo dos kickers e anotou o extra point. 29 a 17 para Washington.

Os Packers, atrás por duas posses de bola, precisavem urgentemente de um touchdown, e se possível de maneira rápida. E por um acaso, eles tinham em seu backfield o homem certo para o trabalho. Aaron Rodgers recolocou seu time no jogo, mais uma vez, anotando o TD em menos de dez snaps. Jared Cook foi o acionado, recebendo passe curto de 6 jardas. Diferença de apenas cinco pontos e partida aberta no final.

No duelo dos QBs, porém, Rodgers ficou em segundo plano. Kirk Cousins apareceu em todos os momentos que precisou. Em mais uma big play, o camisa 8 encontrou Crowder para 53 jardas, ficando a meia jarda do plano de gol. Com essa distância curta, Robert Kelley foi acionado e entregou o touchdown que praticamente decretou a vitória dos mandantes.

Os Packers até tinham um pingo de esperança, mas ela foi toda embora quando Jared Cook sofreu um fumble, devolvendo a bola de bandeja para Cousins e seus comandados. Ainda deu tempo de Kelley correr para 66 jardas e depois para mais quatro e o touchdown. Coroação de uma noite mágica para o RB, que anotou seu primeiro jogo de 100 jardas desde o High School.

O caixão fechou de vez para Green Bay depois que Brent Hundley, que entrou nos minutos finais para substituir Rodgers, foi interceptado por Martrell Spaight. Aí foi só ajoelhar na bola e esperar o tempo passar. Final, Redskins 42 x 24 Packers.