Batalhando por lugar na final da Copa América, Chile e Colômbia se enfrentam no Soldier Field

Chilenos vêm de goleada nas quartas e querem bicampeonato; colombianos precisam convencer na semifinal

Batalhando por lugar na final da Copa América, Chile e Colômbia se enfrentam no Soldier Field
(Foto: BECK DIEFENBACH/AFP/Getty Images)
Colômbia
Chile
Colômbia: Ospina, Arias, Zapata, Murillo e Fabra; Sanchez, Torres, Cuadrado, James Rodríguez e Cardona; Bacca
Chile: Bravo, Fuenzalida, Medel, Jara e Beausejour; Marcelo Díaz, Aránguiz e Vidal; Edson Puch, Alexis Sánchez e Vargas.
ÁRBITRO: Joel Aguilar (El Salvador)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA SEMIFINAL DA COPA AMÉRICA CENTENÁRIO, A SER REALIZADA NO SOLDIER FIELD, CHICAGO, ESTADOS UNIDOS.

Disputando um espaço na grande final da Copa América Centenário, Chile e Colômbia entram em campo nesta quarta-feira (22) no Soldier Field, em Chicago. A partida, que começa às 21h (horário de Brasília), definirá quem enfrenta a Argentina na disputa pela taça do torneio.

Com diferenças e semelhanças nessa Copa América, Chile e Colômbia chegam à semifinal com muita vontade de vencer. Se os chilenos destruiram o México nas quartas de final, os colombianos sofreram para passar pelo Peru e só conquistaram a vaga nos pênaltis.

As campanhas parecidas na fase de grupos deixam o confronto equilibrado, mas ainda assim a Colômbia acaba ficando atrás pelo péssimo desempenho contra os peruanos. Buscando o bicampeonato da competição, os times devem fazer o melhor duelo dessa fase.

Na outra semifinal, a Argentina goleou os Estados Unidos por 4 a 0 e garantiu passagem para a decisão da Copa América. O vencedor do confronto entre Chile e Colômbia terá o duro trabalho de parar Messi e companhia no MetLife Stadium. Quem perder pega os donos da casa no University of Phoenix Stadium para decidir o terceiro lugar.

Depois de golear o México, Chile chega inspirado à semifinal

A goleada em cima do México nas quartas de final da Copa América serviram para aumentar ainda mais a confiança chilena. Com um 7 a 0 para ninguém colocar defeito, o Chile chega nessa semifinal como favorito no duelo.

Graças ao forte ataque com Sánchez, Vargas e Vidal, o Chile deve partir para cima da Colômbia e tentar conquistar o resultado logo. Os chilenos ainda contam com os desempenhos fracos dos craques colombianos como James Rodríguez, que não tem aparecido bem na competição.

Entretanto, o Chile pode até ser favorito nesse confronto, mas terá ausências muito importantes para o duelo. O atacante Alexis Sánchez não participou de alguns treinamentos e, apesar de Juan Antonio Pizzi não considerá-lo preocupação, sua presença ainda não é certa. Além dele, Arturo Vidal está suspenso e também não pode entrar em campo.

Pizzi falou na última coletiva sobre o duelo: “O que aconteceu ficou para trás. Não estamos trazendo nenhuma vantagem após a goleada. Temos que correr ainda mais contra a Colômbia, que vejo como uma adversária ainda mais perigosa do que se desenhava a seleção mexicana”.

Passando nos pênaltis contra o Peru, Colômbia precisa de mais atenção

Depois de um jogo ruim e sem grandes emoções contra o Peru, a Colômbia precisa melhorar seu desempenho se quiser passar pelo Chile. Se a última partida exigiu que a defesa colombiana ficasse atenta, os chilenos certamente devem dar mais trabalho.

O treinador José Pékerman tem alguns problemas para escalar o time titular. A equipe não poderá contar com o lateral Farid Díaz, que está lesionado. Bacca também está com dores, mas ainda é possível que ele jogue.

Pékerman falou sobre o adversário e a partida na última coletiva antes do duelo: "O Chile é uma equipe qualificada, que pensa bem a parte defensiva e ofensiva. Mas vamos aproveitar esse jogo bem complicado para fazer nossa parte e seguir em frente".

O goleiro Ospina, que vive bom momento na seleção, também falou sobre o jogo: "Sabemos da qualidade, nível de jogo e velocidade que o Chile tem. Passam da defesa para o ataque muito rápido. Sempre nos preparamos da melhor maneira, pensamos em fazer o que queremos em campo. Teremos um grande adversário, vai ser uma partida muito disputada. Quem fizer as coisas da melhor forma vai sair de campo com o resultado. O Chile vem jogando bem nos últimos tempos, são os atuais campeões da Copa América, isso diz muito. Queremos aproveitar essa grande oportunidade que temos".