Na edição de 2015, o Chile derrotou a Argentina nos pênaltis e levantou a taça de campeão da Copa América, relembre

Novamente na final, as seleções já são velhas conhecidas na decisão da Copa América

Na edição de 2015, o Chile derrotou a Argentina nos pênaltis e levantou a taça de campeão da Copa América, relembre
Higuaín e Banega desperdiçaram suas cobranças de pênalti, consolidando o titulo do Chile (Foto: Nelson Almeida/Getty Images)
Chile
Argentina
Chile: Claudio Bravo; Isla; Gary Medel, Francisco Silva; Beausejour; Marcelo Díaz, Aránguiz, Vidal; Valdivia; Vargas, Alexis Sánchez.
Argentina : Romero; Zabaleta; Demichelis, Otamendi; Marcos Rojo; Mascherano, Biglia; Pastore; Di María, Agüero.
ÁRBITRO: Wilmar Roldán
INCIDENCIAS: Final da Copa América 2015, no Estádio Nacional de Santiago.

Mais uma vez a decisão da Copa América tem como protagonistas Chile e Argentina. Velhos conhecidos na competição, neste domingo (26), se enfretarão no MetLife Stadium, em New Jersey, às 21h.

Um título, que na edição passada foi parar em terras chilenas, em uma emocionante partida que foi decidida nos pênaltis, mais uma vez é colocado como disputa entre as seleções. Entre no clima da decisão e confira como foi a conquista do Chile na Copa América 2015

Boas-vindas dos donos da casa 

O Chile tinha como "vantagem" estar em suas terras, mais especificamente no Estádio Nacional de Santiago, já a "Hermana" Argentina, jogadores que poderiam facilmente decidir a partida, fique como exemplo um tal de Lionel Messi

O jogo começou disputado, nos primeiros minutos os donos da casa mostraram suas "boas-vindas". Aos dez minutos, Vidal aproveitou um bate-rebate para finalizar, de primeira, fazendo com que o goleiro Romero trabalhasse com qualidade. A Argentina respondeu aos 20 minutos com um cruzamento de Messi para Agüero, que completou a jogada. Bravo viria a salvar o Chile. 

Passado alguns minutos, a partida permaneceu lá e cá, tendo como último lance de perigo, uma troca de passes que resultaram em uma finalização de Lavezzi, Bravo defendeu. A primeira etapa terminaria assim. 

Segundo tempo apático 

Na volta para o segundo tempo, o Chile mostraria que não estava para brincadeiras. Vidal novamente daria trabalho nos minutos iniciais. Sánchez cruzou para o camisa 8, que cabeceou a bola em direção ao gol. Novamente Romero para defender. 

A partida cairia de rendimento nos minutos seguintes, trazendo bons lances no final da partida. A Argentina teve perto de levar o título, com aquele emocionante gol com o árbitro pronto para encerrar a partida, mas não obteve êxito. Em um contra-ataque iniciado nos pés de Messi, Lavezzi recebeu na esquerda, que cruzou a bola. A redonda atravessou toda a área, sozinho, Higuaín finalizou , do lado de fora da rede. Apita Wilmar Roldán, o jogo vai para a prorrogação. 

Prorrogação e decisão nos pênaltis: Chile campeão 

O Chile foi melhor nos 30 minutos prorrogativos. Com sede de título, e o primeiro da Copa América, os chilenos foram pra cima da Argentina, mas não conseguiram balançar as redes. Momento decisivo no Estádio Nacional de Santiago, o campeão sairia após a cobrança de pênaltis. 

Total tensão no estádio. Mas houve quem estava animado, uma torcida cantava alto, há espera do possível título, os chilenos empurravam seus "guerreiros". Higuaín e Banega desperdiçaram suas oportunidades, o Chile precisou de quatro gols para confirmar o que torcedor esperava; 4 a 1 para os donos da casa. O Chile é campeão da Copa América 2015.