Capitão da Islândia, Gunnarsson exalta torcida após eliminação: "Como se vencesse a Copa"

Após a goleada sofrida, Gunnarsson sob lágrimas reconheceu o esforço da equipe nesta campanha histórica e agradeceu o apoio de sua torcida

Capitão da Islândia, Gunnarsson exalta torcida após eliminação: "Como se vencesse a Copa"
Gunnarsson disse que campanha foi só o começo da equipe (Foto: Matthew Ashton/AMA/Getty Images)

O sonho da Islândia chegou ao fim na tarde deste domingo (3). No Stade de France, a Seleção Islandesa foi eliminada perdendo para a França por 5 a 2. Apesar da goleada sofrida, foi uma bela campanha da estreante na competição.

Sob lágrimas, o  capitão do time, Aron Gunnarsson, exaltou a sua torcida apesar da derrota. "Nós perdemos por 5 a 2 e eles continuam cantando. Estou  sem palavras. Para eles, é como se a gente tivesse vencido a Copa do Mundo. Não tem nada mais emocionante do que isso", disse.

Sobre a partida, Gunnarsson reconheceu o desempenho ruim na primeira etapa, o jogador confessou que os jogadores tiveram uma conversa no intervalo para tentar não acabar a competição com uma má imagem.

"Foi um jogo horrível para nós. Nosso primeiro tempo foi péssimo, o segundo um pouco melhor. No vestiário, decidimos que não podíamos acabar esse torneio com uma imagem ruim. Mas jogamos contra um time muito bom hoje, nos descuidamos e sofremos demais", contou.

A Islândia teve grandes feitos na competição, ficou na frente de Portugal na fase de grupos, venceu a Inglaterra na oitavas de final. Para Gunnarsson, essa campanha é apenas uma parte da evolução de sua Seleção e deixou um recado para sua torcida.

"Aprendemos com essa partida e estou orgulhoso dos meus companheiros. Vai ser uma experiência boa para evoluírmos. Quero agradecer aos torcedores da Islândia e deixar um recado: isso é só o começo", finalizou.

Com o aumento de seleções para a disputa da Euro, a Islândia conseguiu se classificar, e  disputar a competição pela primeira vez, sua campanha entrou para a história, chegando nas quartas de Final, vencendo equipes tradicionais como Inglaterra.