Lincoln Red Imps surpreende e bate Celtic pelo placar mínimo na Champions League

Equipe do Gibraltar se aproveitou de falha defensiva dos Hoops para marcar o gol e segurar a vitória

Lincoln Red Imps surpreende e bate Celtic pelo placar mínimo na Champions League
Foto: SNS Group
Lincoln Red Imps
1 0
Celtic

Em partida válida pela segunda fase de qualificação para a fase de grupos da Uefa Champions League, o Lincoln Red Imps, de Gibraltar, surpreendeu ao vencer o atual campeão escocês Celtic por 1 a 0 na tarde desta terça-feira (12), no Victoria Stadium, em Gibraltar. Lee Casciaro marcou o único tento do embate no começo do segundo tempo, aproveitando falha da zaga. 

Com a vitória, o Lincoln Red joga pelo empate na partida de volta, na próxima quarta-feira (20), no Celtic Park. Se classifica também caso vença ou perca por um gol de diferença desde que marque algum (2 a 1, 3 a 2...). O Celtic, por outro lado, precisará vencer a partida por dois ou mais gols de diferença para se classificar. A vitória dos Hoops pelo placar mínimo leva à prorrogação. 

Apesar do placar, o time de Glasgow dominou o jogo e o resultado final, entretanto, não reflete no que foi a partida. Os escoceses tiveram maior posse de bola durante todo o jogo, mais chances de gol e conseguiram colocar duas bolas na trave com Leigh Griffiths. Essas bolas no poste, porém, não foram na primeira etapa e a fase inicial da partida não viu muitas chances de perigo dos Hoops, levando em conta a dominação. 

Ryan Christie fez uma jogada pelo meio e finalizou de longe, além de outras duas chegadas do camisa 9 do Celtic pelas pontas, porém sem ninguém pra concluir o cruzamento proferido, resumindo em termos o que foram os primeiros 45 minutos. Em uma decisão difícil feita pelo árbitro da partida no minuto 32, os Bhoys tiveram um gol anulado depois que Moussa Dembélé concluiu em gol uma falta cobrada por Scott Brown. 

Já na segunda etapa, logo após três minutos dela ser iniciada, Lee Casciaro aproveitou bola longa vindo da intermediária e, depois de falha de Ambrose na jogada, recebeu na área e arrematou para o gol, vencendo Gordon e abrindo o placar em Gibraltar. Aos 12 minutos da etapa final, Griffiths sofreu falta na entrada da área e ele mesmo resolveu bater, cobrando por cima da barreira, mas fazendo explodir no travessão. 

Depois disso, uma pressão foi vista no Victoria Stadium, por parte dos visitantes, porém sem sucesso. A equipe da casa conseguiu segurar a onda e também a importantíssima vitória.