Brondby supera Hibernian nos pênaltis e assegura vaga na próxima fase da UEL

Hibs conseguiu igualar o placar agregado fora de casa, mas McGinn perdeu um pênalti; Dinamarqueses converteram todos as penalidades cobradas

Brondby supera Hibernian nos pênaltis e assegura vaga na próxima fase da UEL
Foto: SNS Group

Em partida válida pela volta da segunda fase de qualificação da Uefa Europa League, o Brondby recebeu o Hibernian na Dinamarca na tarde desta quinta-feira (21). Tendo perdido o primeiro jogo em casa por 1 a 0, os escoceses precisavam do resultado e venceram pelo mesmo placar, empatando no agregado e levando à prorrogação, com gol de Gray. Permanecendo o mesmo resultado, a partida foi pros pênaltis, tendo como vencedor os donos da casa, por 5 a 3, depois que McGinn perdeu uma penalidade para os visitantes.

Com a vitória e a classificação, o Brondby jogará contra o Hertha Berlim na terceira fase, jogando a primeira partida na Alemanha, na próxima quinta-feira (28). O Hibs, por sua vez, irá focar na Championship, buscando o tão sonhado acesso. 

Como seria de se esperar, o Hibernian tentou controlar a partida nos minutos iniciais, buscando ter a bola, criar jogadas e tentando evitar que o adversário não tivesse chances de chegar ao ataque, porém o Brondby, dono da casa, tratou de mudar esse cenário logo com 10 minutos de jogo. Passou a ter mais a bola e, quando não tinha, ocupava os espaços necessários para que o Hibs não conseguisse trabalhar a redonda, dificultando as ações do time de Neil Lennon

Com o passar do tempo, o time escocês conseguiu o que queria inicialmente e procurou anular as chances do adversário quando não tinha a bola. Sem ter chances de criar, dado a boa defesa do Brondby, viu nas cobranças de escanteios as únicas chances de mais perigo para o gol na primeira etapa, porém nenhuma pôde ser efetivamente concretizada. Norgaard, aos 37 minutos, arriscou chute de fora da área e viu Laidlaw espalmar para escanteio, na primeira chance real de gol.

O segundo tempo, porém, continuou da mesma maneira que terminou o primeiro: com o Hibs em cima. Logo aos três minutos, uma cabeçada por cima do travessão foi efetivada na área, mas nada que assustasse o goleiro do Brondby. Prosseguindo com as tentativas, o time visitante finalmente conseguiu chegar ao seu gol e igualar o placar agregado: depois da primeira tentativa falha de escanteio, o segundo aconteceu e, depois da bola sobrar na área, David Gray não perdoou, empurrando a bola pro fundo das redes. 

Após o gol, a equipe da casa passou a ter mais controle de bola, buscando mais chances de chegar ao gol, pressionando cada vez mais. Tendo algumas chances durante o restante da segunda etapa, foi numa cobrança de falta beirando os 45 que assustou mais, porém Laidlaw conseguiu fazer a defesa. Nos acréscimos, Larsson aproveitou sobra de bola dentro da área, fintou a marcação e bateu cruzado, mas a bola foi pra fora, desviado pelo goleiro do Hibs, mas não visto pela arbitragem. 

No primeiro temop da prorrogação, as equipes dividiram as chances que poderiam ter tido, visto que nenhuma das equipes tomara o controle total do tempo, considerando também o cansaso dos 90 minutos regulares. Os visitantes, porém, tiveram algumas boas tentativas, porém não conseguiram acertar no último passe, que, caso acertasse, poderia ser fatal. Os donos da casa arriscaram um chute próximo do apito final do árbitro, mas a bola passou por cima do gol. Na segunda etapa do tempo extra, no entanto, o time da casa foi para cima e, aos 10 minutos, conseguiu um chute de dentro da área cruzado, mas foi caprichosamente para fora.

Na cobrança dos pênaltis, McGinn perdeu para o Hibs e todos os cinco cobradores dos donos da casa marcaram, dando a classificação por 5 a 3 nas penalidades.