Atlético Nacional vence o Independiente e conquista a Taça Libertadores (1-0)

Atlético Nacional vence o Independiente e conquista a Taça Libertadores (1-0)
Atlético Nacional
1 0
Independiente del Valle
Atlético Nacional: Armani; Bocanegra, Sánchez, Henríquez, Díaz; Mejía, Guerra; Berrío, Torres, Moreno; Borja.
Independiente del Valle: Daniel Azcona; Cristhian Núñez, Arturo Mina, Luis Salcedo, Luis Ayala; Jefferon Ayala, Mario Rizotto, Bryan Cabezas, Juli Angulo, Junior Sornoza e José Angulo.
Placar: 1-0, min. 8, Borja.

Agradeço a todos que acompanharam conosco essa final histórica aqui na VAVEL Brasil, um forte abraço.

Atlético com a vitória soma 33 pontos, e se torna o campeão com a maior número de pontos na história da Libertadores.

O ATLÉTICO NACIONAL É O GRANDE CAMPEÃO DA TAÇA LIBERTADORES 2016!

49 min: Fim de jogo!

48 min: Vamos para o último minuto de jogo

47 min: Cartão amarelo para Rescaldani

46 min: A torcida colombiana canta a plenos pulmões esperando o apito final

45 min: Teremos quatro minutos de acréscimos

43 min: E no Atlético Nacional sai  Guerra e entra Diego Arias

43 min: Mais uma mudança no Independiente del Valle, entra Miller Castillo e sai Tellechea

42 min: Atlético toca a bola no ataque esperando o apito final

36 min: Uchuari toca no meio das pernas de Sanchez e recebe a falta, vem bola na área

35 min: Agora sai o autor do gol, Borja, e entra Rescaldani

31 min: No Atlético Nacional sai Marlos Moreno e entra Ibarguen

30 min: UUUUUUH! Borja recebe na área e bate cruza para mais uma defesa sensacional de Azcona

29 min: Borja recebe cartão amarelo por falta em Rizotto

27 min: Substituição na equipe equatoriana, entra Jonathan González e sai Julio Angulo

26 min: UUUUUUH! Torres faz grande lançamento para Moreno que desvia de cabeça na saída de Azcona e quase amplia o placar

25 min: Independiente del Valle pressiona a troca de passes da equipe colombiana

18 min: Uchuari recebe na área e tenta o passe para o meio mas a zaga colombiana faz o corte

16 min: UUUUH! Borja recebe de costas para o gol, ganha de Mina e bater rasteiro,  a bola sai pela linha de fundo

15 min: Técnico colombiano manda todos os reservas para o aquecimento

11 min: Borja cai na entrada da área e fica pedindo falta, o juiz manda seguir o lance

7 min: UUUUUH! Moreno invade a área e toca para Mejía que limpa o lance e bate rasteiro próximo do gol de Azcona

6 min: Borja pressiona Azcona que chuta pela lateral

3 min: Independiente del Valle se arrisca mais no ataque em busca da igualdade no placar

0 min: UUUUUH! Trinta segundos, Uchuari faz um salzeiro na área e por muito pouco não empata a partida

0 min: No Independiente del Valle sai Sornoza e entra Uchuari

0 min: Começa o segundo tempo!

46 min: Fim de primeiro tempo!

45 min: Teremos um minuto de acréscimo

42 min: Agora é Sornoza que leva cartão amarelo por falta em Mejía

42 min: Independiente del Valle tenta atacar, mas erra muitos passes no campo de ataque

39 min: Guerra recebe amarelo por carrinho por trás de Rizotto

35 min: UUUUUH! Sornoza deixa  José Angulo na cara do gol, que livre perde grande chance de empatar o jogo

34 min: Del Valle vacila na saída, Torres fica com a bola e chuta novamente de fora, mas dessa vez Azcona defende com tranquilidade

30 min: UUUUUH! Torres recebe na entrada da área e solta a bomba para grande defesa de Azcona

28 min: Rizotto recebe cartão amarelo por falta dura em Guerra

21 min: Mejía tenta lançamento denovo, mas passe sai errado

18 min: Mejía ajeita atrás para Bocanegra chegar chutando, mas a bola sobe demais e sai pela linha de fundo

14 min: Atlético Nacional no momento com 61% de posse de bola contra 39% do Independiente del Valle

12 min: Torres tenta Borja na meia lua, mas a zaga equatoriana fica com a bola

8 min: GOOOOOOOOOL DO ATLÉTICO NACIONAL! Torres cobra falta pra área, zaga equatoriana desvia e a bola bate na trave, no rebote Borja manda para dentro

7 min: Atlético toca a bola no campo de ataque em busca de espaços

3 min: Bocanegra finaliza rasteiro de fora e a bola passa próxima do gol de Azcona

o min: UUUUUH! Vinte segundos de jogo, Borja sai na corrida contra Mina, passa a frente e na cara do goleiro isola a bola

0 min: Começa o jogo!

Equipes perfiladas em campo para execução dos hinos nacionais!

Já o Independiente del Valle virá a campo com: Daniel Azcona; Cristhian Núñez, Arturo Mina, Luis Salcedo, Luis Ayala; Jefferon Ayala, Mario Rizotto, Bryan Cabezas, Juli Angulo, Junior Sornoza e José Angulo. 

O Atlético Nacional está escalado com: Armani; Bocanegra, Sánchez, Henríquez, Díaz; Mejía, Guerra; Berrío, Torres, Moreno; Borja.

Vamos as escalações das equipes para a decisão!

Até o momento, o Atlético tem nove vitórias, com três empates e apenas uma derrota na competição, que foi para o Rosário Central, no primeiro jogo das quartas de final, na Argentina.

A equipe colombiana tem 30 pontos até o momento, e caso vença o jogo, chegará aos 33 pontos e passará o Boca Junior de 2003, com 32.

Caso vença a partida, o Atlético Nacional será a equipe campeã com mais pontos na história da Libertadores da América. Até hoje, o maior campeão da competição foi o Boca Juniors, com 32 pontos, em 2003, seguido pelo São Paulo, em 2005, com 31 pontos. 

Já os donos da casa deverão ser escalados no jogo Atlético Nacional x Independiente Del Valle ao vivo com: Franco Armani, Daniel Bocanegra, Dávinson Sánchez, Alexis Henríquez, Farid Díaz, Alex Mejía, Sebastián Pérez, Macnelly Torres, Orlando Berrío, Marlos Moreno e Miguel Borja.

O time equatoriano deverá entrar em campo com:  Librado Azcona, Christian Núñez, Arturo Mina, Luis Caicedo, Emiliano Tellechea, Jefferson Orejuela, Mario Rizotto, Julio Angulo, Junior Sornoza, Bryan Cabezas e Miller Castillo.

A partida Atlético Nacional x Independiente Del Valle será apitada pelo juiz argentino Néstor Pitana, que contará com a ajuda dos compatriotas Ezequiel Brailovsky e Ariel Scime como assistentes.

Mina ainda comentou o fato de poucos confiarem na equipe equatoriana. "Acabou mexendo com o orgulho da equipe e por isso surpreendemos dentro de campo contra grandes equipes", explicou.

"Os favoritos sempre foram os outros. No fim, acabamos derrotando adversários muito grandes", declarou à imprensa equatoriana o zagueiro Arturo Mina, líder da equipe.

Já o Independiente del Valle para chegar na decisão derrubou grandes clubes grandes clubes como Pumas, do México, Colo Colo, do Chile, além dos argentinos River Plate e Boca Juniors.

"É muito motivador a todos nós o apoio da torcida. Sem dúvidas, serve para que a equipe corra atrás da vitória. É um grande trabalho de equipe, é um caminhar de vários anos. Como corpo técnico, por sorte, nos conhecemos há muitos anos. Indiscutivelmente este vai ser um jogo de muita inteligência, fechado, difícil, como foi o jogo de ida", destacou Rueda.

No último treinamento, cinco mil torcedores compareceram ao CT da equipe Verdolaga e incentivaram os atletas no último encontro antes da partida decisiva. Sem maiores desfalques, a tendência é que o time titular seja mantido. A única dúvida fica entre Sebastián Pérez e Alexander Mejía. O técnico Reinaldo Rueda comentou a expectativa sobre a partida e destacou que quem vai atuar no meio de campo será definido momentos antes da bola rolar.

Para conquistar o bicampeonato da Libertadores, os colombianos contam com o bom retrospecto dentro de casa. Nos seis confrontos disputados no Atanasio Girardot, cinco vitórias e um empate. Em toda a competição, apenas uma derrota em 13 jogos. 

Melhor na fase de grupos e bom futebol apresentado. O Atlético Nacional chega com méritos, passou por equipes fortes e tradicionais do futebol da América do Sul (Rosario Central e São Paulo) e disputa a final com o favoritismo a seu favor mais uma vez. Apesar de jogar em casa e contar com o apoio do fanático torcedor, o time prega cautela pelo desempenho do adversário no torneio.

Será a final de número 57 da competição continental. É a terceira final da equipe colombiana. Em 1989 venceu o Olímpia-PAR, em 1995 perdeu para o Grêmio. Por outro lado, os equatorianos disputam pela primeira vez a final da Libertadores.

No primeiro encontro entre Atlético Nacional e Independiente Del Valle ao vivo, empate em 1 a 1. Diferente das outras fases, não há gol qualificado fora de casa. Qualquer igualdade leva a decisão ao tempo extra e, caso persista o empate, às penalidades máximas. Quem vencer, fatura a taça.

Boa noite para todos ligados aqui na VAVEL Brasil! Hoje teremos a grande final da Taça Libertadores da América 2016, entre Atlético Nacional, da Colômbia, e Independiente Del Valle, do Equador. Acompanhe todos os detalhes dessa decisão conosco!