Astana e Celtic ficam no empate em partida equilibrada pela Champions League

Cazaques e escoceses controlaram o jogo em certo período da partida, mas não conseguiram ser eficientes para mudar o empate

Astana e Celtic ficam no empate em partida equilibrada pela Champions League
Foto: SNS Group
Astana
1 1
Celtic
Astana: Eric; Shitov, Logvinenko, Anicic, Shomko; Maksimovic, Cañas, Beysebekov (Ibraimi 85'), Nurgaliyev (Muzhikov 60'), Twumasi; Kabananga (Despotovic 86').
Celtic: Gordon; Lustig, Ambrose, O'Connell; Roberts, Armstrong (Forrest 71'), Brown, McGregor (Rogic 77'), Tierney; Dembele (Bitton 60'), Griffiths.
Placar: 1-0, min. 19, Logvinenko. 1-1, min. 78, Griffiths.
ÁRBITRO: Paolo Silvio Mazzoleni (ITA). Amarelos: Nurgaliyev 28', Griffiths 75', Ibraimi 90+5', Brown 90+5'
INCIDENCIAS: partida de ida da terceira fase de qualificação à fase de grupos da uefa champions league, jogado no astana arena, em astana, cazaquistão.

Começando os trabalhos da quarta-feira (27) na Uefa Champions League, o Astana recebeu o Celtic na Astana Arena, na cidade que leva o nome do clube cazaque. As equipes, porém, terminaram a ida da terceira de qualificação para a fase de grupos da competição empatadas, em 1 a 1, com gols de Logvinenko e Griffiths, um em cada tempo, respectivamente. 

O empate é favorável aos visitantes, visto que agora irão jogar em casa, no Celtic Park, na próxima terça-feira (2). O Astana precisará vencer a partida na Escócia se quiser avançar, além de poder empatar desde que marque dois ou mais gols (2 a 2, 3 a 3...), classificando-se pelo gol fora. O Celtic avança se empatar por 0 a 0 ou vencer a partida. 1 a 1 novamente leva à prorrogação. 

Astana abre placar na primeira etapa apesar de Celtic melhor

Com o apito inicial dado pelo italiano, o Astana buscou controlar a partida desde o primeiro minuto, tendo mais posse de bola e buscando ter maiores chances de chegar ao gol de Craig Gordon, visto que estava jogando em casa. Contudo, os cazaques não conseguiram lidar com a pressão alta exercida pelo Celtic, que tentava roubar a bola no campo de ataque ou forçar o adversário a rifar a bola, onde teria mais chances de recuperar a redonda e isso dificultou a vida dos donos da casa, que passaram a ter menos posse de bola, dando espaço aos escoceses trocarem passes no campo de defesa. 

Entretanto, apesar de não ter maior controle do jogo, o Astana chegou ao primeiro gol na partida. Depois de cruzamento vindo de escanteio, Logvinenko conseguiu cabecear para o fundo das redes depois de saída estranha de Gordon, abrindo o placar para os donos da casa. Após o gol, o jogo voltou a ser como era antes do tento cazaque, porém os visitantes pareceram sentir mais o gol, dando cada vez mais chance e espaço para que o oponentes conseguisse trabalhar mais a bola.

As melhores chegadas do Celtic na primeira etapa, porém, ocorreram pela direita com Patrick Roberts, que tentava cada vez bastante uma jogada individual, tabela ou iniciar uma oportunidade de empate ao time escocês, mas sem muito sucesso. Aos 43 minutos, Kabananga avançou pela esquerda e, com bastante espaço, pediu que alguém se apresentasse na área para que pudesse cruzar, mas ninguém chegou a tempo no toque para o centro, dando a chance para que Gordon tirasse dali com as mãos. 

Equilíbrio se instala, mas Celtic conquista empate próximo do fim do segundo tempo

Com o início da segunda etapa, as equipes passaram a trocar posses de bolas no começo, mostrando cautela. Aos três minutos da segunda etapa, Armstrong não cosneguiu sair jogando como queria e perdeu a bola. Na sequência, o Astana conseguiu um chute de fora com muita curva, que forçou Gordon a fazer a defesa. Três minutos depois, Nurgaliyev apareceu na entrada da área e aproveitou a bola quicando para chutar com força, mas a redonda passou por cima do gol, próximo ao travessão. 

Depois das chances inicias na segunda etapa, as equipes se mostravam cada vez mais agressivas, porém não conseguiam efetivar as chances que tinham no decorrer do jogo. Os times trocaram seus jogadores nas substituições que poderiam vir a ter, mas nada que pudesse melhorar as chances. O Celtic, porém, parecia mais decidido durante certo tempo, visto a necessidade do empate, mas os donos da casa passaram a controlar mais o jogo.

E quando esse controle pelo Astana ia se estabelecendo, um erro defensivo viu Patrick Roberts roubar do zagueiro na linha de fundo, tocar para trás e Griffiths receber já tirando do zagueiro para abrir e espaço e chutar ao gol, conseguindo o empate no minuto 33 da segunda etapa. Nos acréscimos, o Astana conseguiu cruzamento para a área, conseguindo até a cabeçada, sozinho, porém mandou para fora.