Asamoah Gyan deixa Shanghai SIPG e acerta retorno aos Emirados Árabes

No último dia da janela de transferências, atacante ganês deixa time de Hulk, Elkeson e Darío Conca

Asamoah Gyan deixa Shanghai SIPG e acerta retorno aos Emirados Árabes
Foto: Reprodução/ Weibo

O atacante ganês Asamoah Gyan acertou sua saída do Shanghai SIPG, quarto colocado da Super Liga Chinesa. Gyan estava na equipe reserva do SIPG desde a chegada do atacante brasileiro Hulk e vai jogar no Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos.

Será a segunda passagem de Asamoah Gyan pelo futebol do país. Antes de desembarcar na China, o atacante passou pelo Al Ain entre 2012 e julho de 2015, quando o SIPG o contratou por € 9 milhões.

O ganês de 30 anos vai jogar no Al-Ahli por empréstimo de uma temporada, mas ele não retorna ao Shanghai SIPG no final do empréstimo. O contrato do jogador com o clube chinês termina na mesma data do acordo com o clube dos Emirados Árabes e ele se torna um atleta sem clube a partir do dia primeiro de julho de 2017. Em 26 jogos pelo clube de Xangai, Gyan fez apenas oito gols e deu duas assistências.

Asamoah Gyan não foi o único jogador em uma equipe reserva no futebol chinês a deixar o país no final da janela de transferências. Alguns dias atrás, o italiano Alessandro Diamanti deixou o Guangzhou Evergrande, com quem tinha contrato até janeiro de 2017, para assinar em definitivo com o Palermo. No mesmo dia da transferência do atacante ganês, o colombiano Jordán acertou sua saída do Tianjin Teda para reforçar o CSKA Sofia, da Bulgária.