Goleiro Scott Fox brilha, Hearts só empata com Ross County e se distancia da liderança da SPL

Equipe de Tynecastle tem domínio muito grande sobre o rival porém não conseguiu capitalizar nessas chances e os dois times não saíram de uma igualdade sem gols

Goleiro Scott Fox brilha, Hearts só empata com Ross County e se distancia da liderança da SPL
Foto: SNS Group
Hearts
0 0
Ross County

De nada adiantou chutar 15 vezes a gol, contando que dessas, nove foram no gol. O Hearts vai lembrar desse sábado (24) de sétima rodada da Scottish Premiership contra o Ross County como o dia em que a bola não quis entrar parando numa atuação muito inspirada de Scott Fox que teve um jogo pra se lembrar num cotejo que terminou em 0 a 0.

Com esse empate a equipe de Tynecastle vê aumentada a distância pro líder Celtic que agora tem 16 e ficou nos 11 pontos ganhos só que com um jogo a mais e pode ver essa diferença se dilatar mais, já o Ross vai para nove pontos no sexto lugar do campeonato.

Na próxima rodada o Hearts joga na sexta-feira (30) abrindo o fim de semana de jogos contra o Motherwell fora de casa às 15h45, enquanto o County pega em casa o St. Johnstone.

A primeira chance real do jogo foi aos nove minutos com Hearts assustando em finalização de Tony Watt que fez com Scott Fox trabalhasse para evitar a abertura do placar. O time da casa seguiu na pressão e aos 14 e 19 forçou boas defesa do arqueiro visitante em finalizações de Petterson e Watt.

Na segunda metade do primeiro tempo o time de Tynecastle seguiu bem e Igor Rossi ameaçou em novo arremate defendido por Scott Fox aos 25 minutos.Os anfitriões seguiram ditando o ritmo do jogo e aos 33 tiveram nova boa chance com Shammon que finalizou para mais uma intervenção de Fox.

Na parte final do jogo, o que se viu foi muita pressão por parte do Hearts e uma retranca total do Ross que se segurou bem para manter o placar zerado no intervalo.

Na segunda etapa o jogo ficou muito travado na intermediária com os dois times parando os ataques em geral com faltas mais bruscas e alguma entradas duras ocorreram nesse príncipio de segundo tempo. A primeira oportunidade do Hearts ocorreu aos 20 minutos com Sam Nicholson que finalizou bem porém acabou parando mais uma vez em Scott Fox.

Nos minutos que se seguiram as ações ficaram equilibradas e extremamente concentradas no meio do campo o que não permitiu muitas finalização de parte a parte, na reta final da partida Tony Watt voltou a carga desperdiçando ótimas oportunidades e mandando pra fora algumas chances. No fim de nada adiantou toda essa pressão, porque o placar permaneceu mesmo em 0 a 0.