Suárez iguala marca de Crespo, mas Uruguai empata com Colômbia e vê liderança ameaçada

Atacante chegou a 19 gols em jogos de Eliminatórias, empatando na liderança do quesito com ex-centroavante argentino, mas viu sua seleção sair com apenas um ponto de Barranquilla, além de ver liderança ameaçada

Suárez iguala marca de Crespo, mas Uruguai empata com Colômbia e vê liderança ameaçada
Foto: Gal Schweizer/LatinContent/Getty Images
Colômbia
2 2
Uruguai
Colômbia: Ospina; Arias (Berrío, Min. 75), Mina, Óscar Murillo e Diaz; Carlos Sánchez, Aguilar, Macnelly Torres e Cuadrado; Muriel (Cardona, intervalo) e Bacca (Martínez, Min. 58). técnico: Jose Pekerman
Uruguai: Muslera; Corujo, Coates, Godín e Gastón Silva (Álvaro Pereira, Min. 43); Arévalo, Vecino, Carlos Sánchez (Stuani, Min. 70) e Cristian Rodríguez (Laxalt, Min. 86); Cavani e Suárez. técnico: Oscar Tabarez
Placar: 1-0, Aguilar, Min. 14; 1-1, Cristian Rodríguez, Min. 26; 1-2, Suárez, Min. 72; 2-2, Mina, Min. 84
ÁRBITRO: Nestor Pitana (ARG); cartões amarelos: Cavani (Min. 20), Díaz (Min. 25), Álvaro Pereira (Min. 54), Vecino (Min. 77), Muslera (Min. 80), Cuadrado (Min. 82)
INCIDENCIAS: partida válida pela 10ª rodada das eliminatórias sulamericanas para copa do mundo 2018, realizada no estádio Roberto Meléndez, em Barranquilla, Colômbia

Grande jogo e tudo igual. Nesta terça-feira (11), o líder Uruguai foi até Barranquilla enfrentar a Colômbia pela 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo 2018. Em um grande jogo, tudo igual: 2 a 2. Aguilar Mina marcaram para os colombianos, enquanto Cristian Rodrígues e Suárez, que chegou a 19 gols em jogos de Eliminatórias, igualando a marca de Hernan Crespo na liderança, fizeram os gols da seleção celeste.

Com este resultado, o Uruguai segue na liderança com 20 pontos, mas podendo ser ultrapassado pelo Brasil, caso a seleção vença a Venezuela. A Colômbia segue na quarta colocação com 17 pontos, mas pode ser ultrapassada pela Argentina, que tem 16 e recebe o Paraguai.

Na próxima rodada das Eliminatórias, os colombianos permanecem em Barranquilla, onde encaram o Chile daqui a um mês, mais exatamente no dia 11 de novembro, uma quinta-feira, às 18h30. No mesmo dia, só que às 21h, o Uruguai recebe o Equador.

Primeiro tempo de momentos distintos e igualdade no placar

Desde os primeiros minutos o jogo era bastante intenso, principalmente pelo lado colombiano, que marcavam em cima e com muita qualidade os uruguaios, que vinham Suárez e Cavani totalmente isolados na frente, não conseguindo nem chegar perto da meta defendida por Ospina, que era um mero espectador no início de partida.

Só que na primeira boa chance do jogo, saiu o gol. Aos 14', Cuadrado ficou com a bola na intermediária, tentou avançar, mas a zaga uruguaia mandou pela linha de fundo: escanteio para a Colômbia. Na cobrança foi Muriel, que cobrou com perfeição na cabeça do volante Abel Aguilar, que deslocou muito bem Muslera e abriu o placar em Barranquilla: 1 a 0 Colômbia.

Após sofrer o gol, o Uruguai melhorou na partida, buscando o ataque com mais objetividade, tanto que começou a pressionar na perseguição pelo empate. E na primeira boa chance, os celestes empataram a partida, e também em jogada área, quando Carlos Sánchez cobrou falta da direita, Farid Díaz, lateral colombiano, desviou para trás e Cristian Rodríguez cabeceou para deixar tudo igual em Barranquilla: 1 a 1. Depois disso, o jogo ficou bastante equilibrado e o primeiro tempo acabou na igualdade.

Suárez vira, mas Mina garante um ponto para donos da casa

O segundo tempo começou do mesmo jeito que o primeiro, com os donos da casa pressionando desde o primeiro minuto. Logo com 1', Fabri Díaz cruzou da esquerda, Bacca recebeu de costas para o gol e rolou para Arias, que pegou de primeira, mas Godín cortou na pequena área. Uruguaios tinha dificuldade para atuar no início da etapa final.

A Colômbia era muito mais perigosa na partida, principalmente pela velocidade com que chegava pelas laterais. Pela direita, Cuadrado era uma ótima opção, ainda mais aproveitando a lentidão de Álvaro Pereira. Na esquerda, Corujo dava muito espaço para as subidas de Farid Díaz, um dos jogadores que mais aparecia na frente pelo lado colombiano.

Porém, o Uruguai era perigoso nas poucas vezes que chegava, tanto que na primeira bobeira da defesa colombiana, a rede balançou e com a grande estrela do time. Aos 27', após lançamento, Luis Suárez aproveitou falha de Óscar Murillo, que escorregou, saiu cara a cara, com pouco ângulo, com Ospina e finalizou com perfeição, tirando perfeitamente do goleiro colombiano e virando o jogo para a seleção celeste: 2 a 1 Uruguai.

Mas quando tudo parecia se encaminhar para mais um triunfo uruguaio, apareceu a estrela de um zagueiro que joga no futebol brasileiro. Aos 39', Cuadrado, sempre ele, apareceu bem pela direita, cruzou, Yerry Mina cabeceou muito bem, a bola encobriu Muslera e morreu no fundo do gol: 2 a 2. Mesmo pressionando no final, a Colômbia não conseguiu a virada e a partida terminou empatada.