Dembélé decide de novo, Celtic vence Rangers e avança à final da Copa da Liga Escocesa

Atacante francês marca no final do jogo e conduz os Hoops a final do torneio

Dembélé decide de novo, Celtic vence Rangers e avança à final da Copa da Liga Escocesa
Foto: Jason Cairnduff/Getty Images
Rangers
0 1
Celtic
Rangers: GILKS; HODSON, KIERNAN, HILL, WALLACE; WINDASS (GARNER 69'), HOLT, HALLIDAY; TAVERNIER, MCKAY (DODOO 77'), MILLER (WAGHORN 69')
Celtic: GORDON; LUSTIG, SIMUNOVIC, SVIATCHENKO, TIERNEY; BITTON (ARMSTRONG 62'), BROWN; FORREST (GAMBOA 90+1'), ROGIC (GRIFFITHS 70'), SINCLAIR; DEMBÉLÉ
Placar: 1-0, MIN. 87, DEMBÉLÉ
ÁRBITRO: CRAIG THOMSON. AMARELOS: MCKAY 14', BROWN 82', GRIFFITHS 90+3'
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA SEMIFINAL DA COPA DA LIGA ESCOCESA, DISPUTADA EM CAMPO NEUTRO, NO HAMPDEN PARK, EM GLASGOW, ESCÓCIA

Disputando o segundo o Old Firm da temporada, mas agora pela semifinal da Copa da Liga Escocesa, o Celtic venceu, neste domingo (23), o Rangers pelo placar de 1 a 0. A partida foi disputada no Hampden Park e o gol da vitória foi marcado pelo atacante Moussa Dembélé. Mas diferentemente do que havia sido o clássico anterior em que os Hoops golearam os rivais por 5 a 1, os Gers mostraram hoje uma solidez defensiva muito grande. Um dos grandes responsáveis por isso foi goleiro Matt Gilks, que começou jogando no lugar do titular Wes Foderingham.

Com a vitória, os Bhoys avançaram a final do torneio, na qual irão enfrentar o Aberdeen que, na outra semifinal disputada ontem, venceu o Morton por 2 a 0. O jogo está marcado para o dia 27 de novembro, também no Hampden Park.

Celtic cria mais oportunidades, mas para no goleiro Gilks

Desde o início do jogo, o Celtic tomou o domínio das ações, buscando sempre estar com a bola nos pés. Rogic teve a primeira chance logo aos 10 minutos, finalizando de dentro da área. A bola desviou em Hodson, mas quase encobriu o goleiro. 4 minutos depois, surgiu o primeiro lance polêmico da partida. McKay caiu dentro da área após uma dividida com Simunovic e pediu pênalti.

O árbitro mandou o jogo seguir e ainda deu cartão amarelo ao camisa 10 por simulação, causando muita reclamação dos jogadores do Rangers. Em um contra-ataque logo na sequência, Sinclair finalizou, mas Gilks fez grande defesa. O goleiro quase foi de herói a vilão aos 20 minutos. Depois de uma bola recuada por Holt, ele tentou sair tocando e deu a bola de presente para Rogic, que não aproveitou e chutou em cima do camisa 25.

O meia australiano teve uma outra chance batendo de fora da área, mas a bola explodiu na defesa. Além disso, os Bhoys tiveram mais algumas oportunidades, mas encontravam dificuldades de penetrar na defesa rival. Quando conseguiram algo a mais, pararam na atuação inspirada do goleiro Gilks.

Jogo fica bastante aberto e estrela de Dembélé brilha no final

No começo do segundo tempo, mais um lance polêmico, agora no lado do Celtic. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Sviatchenko sobe mais que todo mundo e cabeceia para o fundo das redes. No entanto, o árbitro Craig Thomson invalidou o gol, marcando uma falta do camisa 28 no zagueiro Hill, causando revolta do lado verde e branco. Depois, Rogic bateu da entrada da área e a bola passou a centímetros da trave esquerda.

O Rangers respondeu. Tavernier cruzou do lado direito e Holt chegou batendo, mas a bola desviou em Simunovic. Pouco tempo depois, Brown foi derrubado em frente a grande área por Halliday e o juiz marcou falta. Na cobrança, Sinclair bateu com perfeição e Gilks fez milagre desviando com a ponta dos dedos, fazendo a bola carimbar o travessão. Percebendo o jogo aberto, os dois técnicos mexeram nos times. Waghorn, Garner e depois Dodoo entraram no Rangers. Armstrong e alguns minutos depois Griffiths vieram a campo pelo Celtic.

Os Hoops passaram a sufocar os rivais. Forrest avançou pela direita e deu um belo passe para Armstrong que fintou a marcação e bateu mas Gilks defendeu. Até que, de tanto martelar, o gol saiu. Aos 42 minutos, Simunovic lançou da defesa para o ataque, Griffiths escapou da marcação, avançou do lado direito da grande área e cruzou para o meio. Dembélé chegou, acompanhado de um defensor, finalizando de letra.

A bola passou entre as pernas do goleiro e entrou para o fundo das redes, fazendo a torcida explodir. Era tarde demais para uma reação do Rangers. Griffiths ainda teve uma grande chance de fazer o segundo tentando encobrir Gilks, depois de sair cara a cara, e ele mais uma vez defendeu. O árbitro apitou pela última vez e o Celtic novamente levou a melhor em cima do arquirrival.