Alemanha tenta conquistar bicampeonato olímpico após 40 anos

Ao longo da história, germânicos somam um ouro, uma prata e três bronzes; país tenta primeira medalha depois de unificação

Alemanha tenta conquistar bicampeonato olímpico após 40 anos
(Foto: Alex Grimm/Bongarts/Getty Images)

No futebol, a Alemanha sempre demonstrou sua força. Quatro títulos mundiais, três títulos europeus, presença constante em momentos decisivos e uma das seleções mais importantes do mundo. Nos Jogos Olímpicos, a rotatividade no futebol é maior. Ainda assim, os números são consideráveis, com cinco medalhas: uma de ouro, uma de prata e três de bronze. No Rio de Janeiro, será a oportunidade de buscar o bicampeonato olímpico depois de quatro décadas.

Como em todas as principais seleções, embora tenha uma geração muito boa, nem todos os atletas mais elogiados podem participar do principal evento esportivo do planeta por causa da restrição dos clubes, já que a Fifa não impõe qualquer sanção à atitude das equipes. Ainda assim, é uma geração que pode ser observada com muita atenção. Com jovens valores das categorias de base e da Bundesliga, a Alemanha pode conquistar a primeira medalha após sua reunificação.

Gêmeos selecionáveis

Como acontece na seleção principal, o meio de campo é o destaque e a força da Alemanha. Convocados pela experiência nas competições nacionais e internacionais pelo clube e pela seleção, os irmãos Lars e Sven Bender, de 27 anos de idade, dão consistência ao setor. A carreira de ambos começou igual. Iniciaram no TSV Brannemburg, no SpVgg Unterhaching e no Munique 1860.

(Foto: Alexandre Simões/Borussia Dortmund/Getty Images)
(Foto: Alexandre Simões/Borussia Dortmund/Getty Images)

No futebol profissional, mais anos no Munique 1860, até que ambos foram negociados no mesmo ano, mas para clubes diferentes. Lars foi contratado pelo Borussia Dortmund, Sven foi anunciado pelo Bayer Leverkusen. Na Seleção, ambos conquistaram o Campeonato Europeu Sub-19 em 2008, ao vencerem a Itália por 3 a 1. Lars Bender abriu o marcador no torneio disputado na República Tcheca.

(Foto: Christof Koepsel/Bongarts/Getty Images)
(Foto: Christof Koepsel/Bongarts/Getty Images)

Técnico

Horst Hrubesch é o comandante da Seleção Olímpica da Alemanha. Aos 65 anos de idade, o treinador desempenha sua função desde 2000 após treinar equipes de menor expressão na Alemanha, na Áustria e na Turquia. Suas maiores conquistas na carreira de técnico veio com a seleção germânica. Em 2008, venceu o Campeonato Europeu Sub-19 ao bater a Itália na final por 3 a 1. No ano seguinte, venceu a mesma competição na categoria Sub-21 ao vencer a Inglaterra por 4 a 0. Na Olimpíada, o foco é conquistar a medalha de ouro e reescrever o nome na história.

(Foto: Alex Grimm/Bongarts/Getty Images)
(Foto: Alex Grimm/Bongarts/Getty Images)