Sirigu marca no fim e Darmstadt derrota Frankfurt no Hesse-Derby

Jogador faz um gol sem querer e ajuda sua equipe a derrotar maior rival

Sirigu marca no fim e Darmstadt derrota Frankfurt no Hesse-Derby
Foto: Divulgação/Uefa
Darmstadt
1 0
Eintracht Frankfurt
Darmstadt: Esser; Jungwirth, Höhn, Milosevic, Holland; Niemeyer (Guwara Min. 70), Gondorf, Ben-Hatira (Sirigu Min. 81), Heller; Bezjak (Kleinheisler Min. 67); Schipplock. Técnico: Norbert Meier
Eintracht Frankfurt: Hradecky; Varela (Jesús Vallejo Min. 7), Abraham, Chandler, Oczipka; Hasebe, Mascarell; Huszti, Gacinovic; Meier (Seferovic Min . 90); Hrgota (Blum Min. 65). Técnico: Niko Kovac
Placar: 1 – 0 Min. 90 Sirigu.
ÁRBITRO: Felix Zwayer (ALE) Cartões Amarelos: Abraham (Min. 58), Gondorf (Min. 76), Gacinovic (Min. 90+1).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 2ª rodada da Bundesliga 2016/17. Estádio: Jonathan-Heimes-Stadion am Böllenfalltor/Darmstadt (Alemanha). Público: 17.000 Pagantes.

Neste sábado (10), Darmstadt e Eintracht Frankfurt se enfrentaram pela 2ª rodada da Bundesliga 2016/17 no Jonathan-Heimes-Stadion am Böllenfalltor em Darmstadt, no Hesse-Derby. Os liliens queriam a recuperação diante do seu arquirrival, que buscava a segunda vitória seguida no campeonato. O jogo também marcou a homenagem ao ilustre torcedor do clube, Jonathan-Heimes, que foi vítima de câncer e faleceu no mês de março. Ele teve seu nome homenageado com o nome do estádio.

A partida foi truncada e os donos da casa venceram pelo placar de 1 a 0. O único gol foi marcado por Sirigu. O resultado deu os primeiros três pontos aos liliens, que subiram para décima colocação. Já as águias estão em oitavo, com o mesmo número de pontos.

O próximo jogo Darmstadt será fora de casa contra o Borussia Dortmund no Signal Iduna Park. Enquanto que o Eintracht Frankfurt recebe na Commerzbank Arena o Bayer Leverkusen. Os jogos serão no próximo sábado (17).

Primeira etapa truncada e duelo não sai do zero

Os liliens fizeram uma homenagem ao torcedor Jonathan-Heimes, que veio a falecer no mês de março e o clube trocou o nome do estádio nesta temporada. A equipe da casa teve sua primeira oportunidade em cobrança de falta batida por Gondorf e Bezjak desviou mal.

Minutos mais tarde, o jogador esloveno teve outra chance e mandou por cima da meta do goleiro Hradecky, que só acompanhou a bola sair pelo canto.

A equipe visitante deu a resposta aos 34 minutos com o experiente Huszti. O húngaro foi acionado, mas arriscou a bola em cima de Milosevic, que fez a intervenção no arremate do jogador visitante.

Por pouco as águias não abriram o marcador aos 39 minutos: Gacinovic fez grande jogador e cruzou para o meio da área para Chandler arrematar em cima de Höhn, salvador para sua equipe, para evitar o primeiro gol do jogo. E ainda Hrgota perdeu a melhor oportunidade para seu time ao arrematar em cima de Esser, que saiu no pé do jogador sueco.

Na insistência, os mandantes quase conseguiram seu gol em uma atrapalhada da defesa visitante. Oczipka tocou para Hradecky, o goleiro mandou em cima de Ben-Hatira só que a bola saiu pelo canto e por pouco não entrou ao gol.

E o capitão das águias Alex Meier desviou cruzamento de Hasebe e mandou sobre a meta de Esser.

Sirigu marca no fim e dá a vitória aos liliens no derby

Na etapa final, os mandantes se aproveitaram de uma saída errada defesa adversária e Ben-Hatira tentou de longe, mas a bola subiu muito sobre a meta de Hradecky. O mesmo jogador teve outra chance e arriscou pela rede do lado de fora.

As águias quase conseguiram abrir o marcador. Danny Blum dominou dentro da área e arriscou em cima de Esser, que fez grande defesa e, na sobra, Vallejo arriscou, mas Milosevic conseguiu afastar que seria o gol da equipe visitante.

Ainda tiveram mais uma ocasião de gol com Gacinovic. O sérvio arriscou do meio da rua e obrigou o goleiro austríaco a fazer grande defesa a espalmar para o canto.

Só que aos 45 minutos, os donos da casa fizeram seu gol numa roubada de bola no meio-campo. Kleinheisler tocou para Sirigu, o jogador foi tentar cruzar e mandou direto para o gol, encobrindo Hradecky, que nada pode fazer. O lance inusitado e certeiro decretou a vitória aos liliens no Hesse-Derby.