Tomas Tuchel enaltece goleada diante do Darmstad: "Controlamos todas as etapas do jogo"

No Signal Iduna Park, Dortmund atropelou os adversários; Aurinegros aplicaram segunda goleada consecutiva

Tomas Tuchel enaltece goleada diante do Darmstad: "Controlamos todas as etapas do jogo"
Apesar do resultado, Tuchel já pensa no próximo confronto (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)

Pela terceira rodada da Bundesliga, o Borussia Dortmund recebeu o Darmstadt neste sábado (17), no Signal Iduna Park, em Dortmund. Diante dos mais de 81 mil presentes no estádio, os aurinegros – que buscavam reabilitar-se na competição após tropeço diante Leipzig – aplicaram impiedosa goleada nos visitantes, por 6 a 0.

Com gols de Gonzalo Castro, duas vezes, RamosPusilicRode Mor, o Dortmund dominou completamente a partida e não tomou conhecimento do Darmstad. O Borussia foi a sete pontos, somando os conquistados neste confronto, figurando então na quarta posição na tabela de classificação. O próximo compromisso dos aurinegros será já nesta terça-feira (20), diante do Wolfsburg, fora de casa.

O treinador do Borussia Dortmund, Tomas Tuchel, concedeu entrevista coletiva após o confronto. Sobre a atuação diante do Darmstadt, o comandante afirmou que “a equipe encaixou-se em todas as áreas de atuação. Queríamos manter a posse de bola na maior parte do tempo e impor nosso ritmo de jogo sobre os adversários, e conseguimos”, disse Tuchel. “Nós controlamos todas as etapas do jogo e merecemos a vitória. No fim, muitos gols bonitos e nossos torcedores desfrutaram de uma grande tarde futebolística”, acrescentou.

Quando questionado sobre os últimos jogos da equipe, Tomas Tuchel ressaltou que “o Dortmund tem sido claramente superior, tanto de modo geral quando nas capacidades individuais”, declarou. “Nossa jornada continua na terça-feira e em seguida, temos outro desafio na próxima sexta-feira. Ainda é muito cedo para tirar conclusões", concluiu o treinador.

O Borussia Dortmund entrou em campo sem as quatro principais forças ofensivas Aubameyang, Götze, Reus e Schürrle. Sendo assim, quando acionados, jovens atletas como Dembélé, Pulišić, Guerreiro e companhia tem correspondido e demonstrado coragem. “Nós trouxemo-nos, pois são velozes e mostram coragem de vir dos lados para a faixa central do campo. Atualmente, para nós eles tem maior valor nestas posições”, explicou o comandante. “Os outros jogadores dão-lhes base, a fim de que joguem livremente. Por outro lado, nós também esperamos que eles joguem assim. Nossa confiança aplica- se nestes jovens jogadores, caso contrário não iríamos colocá-los em campo”, finalizou Tomas Tuchel.