Com um gol em cada tempo, Gladbach vence Celtic fora de casa pela UCL

Equipe alemã mostra eficiência na criação e de frente ao gol para conseguir passar pelo ofensivo time escocês

Com um gol em cada tempo, Gladbach vence Celtic fora de casa pela UCL
Foto: Mark Runnacles / Getty Images

Jogando pela terceira rodada da Uefa Champions League 2016/2017, o Celtic recebeu o lado alemão do Grupo C, o Borussia Monchengladbach, na tarde desta quarta-feira (19). Os visitantes venceram os escoceses por 2 a 0, com gols de Stindl e Hahn, um em cada tempo. 

O resultado final dá aos alemães a terceira posição efetiva da chave, agora com três pontos ganhos de nove. O Celtic cai para a última posição, tendo conquistado um ponto apenas. As equipes voltam a se enfrentar daqui duas semanas, pela quarta rodada. Mas, até lá, se concentrarão nas obrigações domésticas.

Na primeira etapa, o equilíbrio se estabeleceu com as duas equipes se mostrando muito ativas em campo com e sem a bola, além de ambas terem criado chances de gols, porém acabaram encontrando obstáculos pelo caminho ou erraram o alvo. Gordon precisou trabalhar no mínimo duas vezes na fase inicial, sendo obrigado a fazer duas defesas em chutes altos do Gladbach. 

Conforme o tempo foi passando, porém, o Celtic passou a ter mais a bola, buscando criação de jogadas pelo meio, tocando a bola e, em algumas oportunidades, bolas longas. Ao fim do primeiro tempo, em uma das últimas oportunidades, Sinclair recebeu bela bola pelo meio e bateu logo de primeira dentro da área pela esquerda, mas errou o alvo, mandando por cima da meta. 

Na segunda etapa, os visitantes foram mais para cima, mostrando-se cada vez mais agressivos conforme o tempo foi se desfazendo. Aos oito minutos, o Gladbach chegou ao primeiro gol do jogo, quando Stindl aproveitou bola sobrada dentro da área pela direita e bateu, com força, para abrir o placar. O Celtic, por sua vez, bem que tentou. Marcou pressão alta, ficou com a bola, encurralou o adversário quando a tinha, mas não conseguiu ser eficiente ou criar alguma chance. 

Indo mais para o fim do embate, Hahn apostou corrida com Touré e ganhou. Ao chegar na frente, arriscou o chute, tirando de Gordon, e fazendo o segundo gol do jogo. Àquela altura, matando as chances de empate do time da casa.