Com hat-trick de Gnabry, Alemanha humilha San Marino pelas Eliminatórias

Atacante do Werder Bremen foi o destaque da partida com uma excelente atuação coroada com um hat-trick

Com hat-trick de Gnabry, Alemanha humilha San Marino pelas Eliminatórias
(Foto: Divulgação/Bundesliga)
San Marino
0 8
Alemanha
San Marino: Simoncini, Vitaioli, Simoncini, Cesarini, Berardi; Gasperoni, Zeraffini (Brolli, min. 83), Tosi (Domeniconi, min. 59), M.Vitaioli (Hirsch, min. 90+1), Palazzi, Stefanelli. Técnico: Pierangelo Manzaroli
Alemanha: ter Stegen, Henrichs, Hummels, Hector, Khedira (Goretzka, min. 767, Kimmich, Gündogan, Müller, Götze (Meyer, min. 71), Gnabry, Gomez (Volland, min. 71). Técnico: Joachim Löw
Placar: 0 - 1, min. 7, Khedira. 0 - 2, min. 9, Gnabry. 0 - 3, min. 32, Hector. 0 - 4, min. 58, Gnabry. 0 - 5. min. 65, Hector. 0 - 6, min. 76, Gnabry. 0 - 7, min. 82. Stefanelli contra. 0 - 8, min. 85, Volland.
ÁRBITRO: Artyom Kuchin (AZE). Cartões Amarelos: M.Vitaioli (min. 60)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 4ª rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo, disputado no Olímpico de Serravalle. Público: 3.851 torcedores

Em um jogo tranquilo nesta sexta-feira (11), a Alemanha passou fácil pela frágil seleção de San Marino, aplicando uma goleada de 8 a 0 em jogo disputado no Estádio Olímpico de Serravalle em jogo válido pela 4ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Os gols foram marcados por Hector, duas vezes, Khedira, Volland, Gnabry com um hat-trick e Stefanelli contra.

Alemanha domina completamente conquista boa vantagem na etapa inicial

A equipe comandada por Löw foi a campo com uma escalação alternativa devido a fragilidade do adversário, a seleção de San Marino, uma das piores do mundo. A tranquilidade do duelo fez com que o treinador alemão promovesse a entrada de jovens jogadores que vem se destacando na Bundesliga, como Gnabry e Henrichs.

Com extrema facilidade e dominando todas as áreas do campo, a Die Mannschaft foi ao ataque logo após o início da partida, ditando o ritmo do duelo, como o esperado. Logo aos sete minutos, Khedira, como elemento surpresa, inaugurou o marcador e Gnabry, apenas dois minutos depois, com muita facilidade ampliou a vantagem dos visitantes, demonstrando que San Marino viria a sofrer mais uma goleada nas Eliminatórias.

A Alemanha prosseguiu com o domínio das ações ofensivas, não deixando os mandantes passarem do meio-campo e sem qualquer susto para o sistema defensivo montando por Löw. Isto inclusive permitiu o lateral-esquerdo Jonas Hector, aos trinta e dois minutos da primeira etapa, a aumentar a vantagem, marcando o terceiro gol.

Dada à fragilidade do adversário, Mario Götze promoveu algumas boas jogadas individuais e assistiu Müller tocar para Mario Gomez anotar mais um tento para os alemães. No entanto, o assistente, erroneamente, levantou a bandeirinha, impedindo uma vantagem maior para os atuais campeões do mundo.

Alemanha cadencia, amplia vantagem e humilha San Marino

Com ampla vantagem no placar e sem dificuldades na partida, a Alemanha continuou imprimindo seu ritmo na etapa complementar, principalmente com Gündogan e Mario Gomez. Gomez ainda desperdiçou boas oportunidades para marcar o quarto gol dos alemães. Já Gündogan, com chutes de fora da área, esteve próximo, por duas vezes, de anotar mais gols para os visitantes, mas as finalizações foram para fora.

Aos doze minutos da etapa final, o meia do Manchester City quase fez um belo gol em arremate da entrada da área, mas o goleiro de San Marino realizou uma excelente intervenção e, no lance seguinte, Serge Gnabry, sozinho dentro da área, fez seu segundo gol na partida. Alguns minutos depois, Hector tocou na saída do goleiro para anotar o quinto gol dos alemães na partida.

Aproveitando muito bem a oportunidade oferecida por Joachim Löw, Gnabry chegou ao hat-trick aos trinta minutos do segundo tempo em uma bela finalização de voleio após assistência perfeita de Thomas Müller. A Alemanha chegou ao 7º gol em uma jogada de Volland, que cruzou para a área e Stefanelli desviou contra o próprio gol, aumentando o vexame dos mandantes.

Com extrema facilidade e criando várias oportunidades, Die Mannschaft chegou ao oitavo gol com Volland, que recebeu dentro da área, girou e finalizou no canto do goleiro, sacramentando mais uma vitória da Alemanha nas Eliminatórias.