Borussia Dortmund faz clássico com Bayern para tentar quebrar tabu de três anos

Aurinegros não vencem os bávaros dentro do Signal Iduna Park há três temporadas

Borussia Dortmund faz clássico com Bayern para tentar quebrar tabu de três anos
Foto: Divulgação/Bundesliga
Borussia Dortmund
Bayern de Munique
Borussia Dortmund: Bürki, Piszczek, Papastathopoulos, Ginter, Guerreiro, Weigl, Dembelé, Castro, Götze, Schürrle, Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel.
Bayern de Munique: Neuer,Lahm, Boateng, Hummels, Alaba, Alonso, Thiago, Kimmich - Ribery, Müller, Lewandowski. Técnico: Carlo Ancelotti.
ÁRBITRO: Tobias Stieler (ALE).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 11ª rodada da Bundesliga, a ser disputada no Signal Iduna Park, em Dortmund, na Alemanha.

Borussia Dortmund e Bayern de Munique farão neste sábado (19), às 15h30 (de Brasília), o jogo mais esperado até aqui na temporada, a qual está bastante intensa em relação à disputa da liderança, que está sob o domínio dos bávaros. A partida será realizada no Signal Iduna Park, em Dortmund, onde os aurinegros não derrotam o Bayern há três temporadas atuando em casa, contabilizando apenas os jogos disputados na casa do Borussia.

O responsável por mediar esse importante clássico será o árbitro Tobias Stieler. Os bávaros vêm de um tropeço, em casa, diante do Hoffenheim, por 1 a 1, enquanto os aurinegros chegam motivados ao Der Klassiker após um convincente triunfo diante do Hamburgo, fora de casa, por 5 a 2, com um show particular de Aubameyang.

Ancelotti clama por atuação impecável dos bávaros

O italiano Carlo Ancelotti tem boas lembranças de Dortmund, pois foi onde o comandante conquistou o seu primeiro troféu como treinador do Bayern, onde os bávaros derrotaram os aurinegros por 2 a 0, em jogo válido pela Supercopa: “A partida de amanhã será diferente. Temos que dar cento por cento no sábado, ou não venceremos”, resumiu o italiano sobre sua expectativa para o duelo.

Peças importantes da equipe, como Lahm e Neuer, também comentaram sobre o clássico. “Nós vimos na Supercopa o quão difícil é. Precisamos de uma atuação sublime. O time está ciente [sobre a possível aproximação do Dortmund em caso de derrota dos bávaros]”, comentou o lateral.

Já o goleiro enfatizou a relevância do duelo. “Dortmund é o nosso maior rival pela conquista do título. É crucial não perder”, afirmou o arqueiro, atento às dificuldades que serão encontradas.

Carlo Ancelotti tem desfalques importantes confirmados, como Javi Martínez, Arjen Robben e Coman, enquanto Douglas Costa e Vidal dependerão do último treino para que suas participações sejam confirmadas.

Schmelzer decreta: “É hora de uma vitória do Dortmund no clássico”

Marcel Schmelzer, recém-recuperado de uma lesão, afirmou ao site oficial da Bundesliga que o clássico deste sábado é o momento certo para uma vitória do Dortmund sobre o Bayer, o que não ocorre há 31 meses.

Não vencemos eles na liga há um bom tempo. Como jogador e como time você tem que se colocar em seus limites em jogos como esse. Todos tem que estar em um bom dia e o ideal é que o Bayern não esteja em seu melhor. Nesse caso é definitivamente possível conquistar pontos e vencer em casa”, disse o lateral, confiante em uma mudança de rumos após tantas partidas sem derrotar o rival.

Os donos da casa, no entanto, não poderão contar com a esperada presença de Marco Reus no duelo. O meia, após longo período fora dos gramados, sofreu uma nova lesão nos treinos desta sexta-feira (18) e está vetado para o clássico. “Ele tem um pequeno problema no calcanhar”, disse o treinador Thomas Tuchel.

Dessa forma, o Dortmund depositará suas esperanças em Pierre-Emerick Aubameyang, autor de quatro gols no triunfo diante do Hamburgo, na rodada passada. Do outro lado, Robert Lewandowski – que ainda não perdeu para os aurinegros pela liga – será o elemento chave dos bávaros, no duelo de artilheiros.