Portugal domina, perde pênalti e não sai do zero com a Áustria

Portugueses vão a dois pontos no grupo F, enquanto que os austríacos terminam a rodada com o primeiro ponto conquistado; disputam a vaga na última rodada

Portugal domina, perde pênalti e não sai do zero com a Áustria
Foto: Matthias Hangst/Getty Images
Portugal
0 0
Áustria
Portugal: Rui Patrício; Vieirinha, Pepe, Ricardo Carvalho, Raphael Guerreiro; Ricardo Quaresma (João Mário 70’), William Carvalho, João Moutinho, André Gomes (Eder 83’); Cristiano Ronaldo e Nani (Rafa Silva 88').
Áustria: Almer; Klein, Prödl, Hinteregger, Fuchs; Ilsanker (Wimmer 86'), Baumgarlinger, Harnik, Alaba (Schöpf 64’), Arnautovic; Sabitzer (Hinterseer 85’).
ÁRBITRO: Nicola Rizzoli (ITA). Amarelos: Quaresma 30’. Fuchs 60’, Hinteregger 77’, Schöpf 85'
INCIDENCIAS: partida válida pela segunda rodada do grupo f da eurocopa, disputado no parc des princes, em paris, frança.

No jogo de encerramento da segunda rodada da fase de grupos da Eurocopa, disputado na tarde deste sábado (18), Portugal e Áustria não saíram do empate no Parc des Princes, em Paris. Sem gols marcados, no entanto, a seleção portuguesa teve um pênalti a seu favor na segunda etapa, porém Cristiano Ronaldo não conseguiu converter, chutando na trave direita de Almer, grande destaque do jogo.

Com o empate, as duas seleções só não se complicam no grupo porque Islândia tem dois pontos e a Hungria lidera com quatro. Ambas tem chances de se classificarem ainda, mas para isso precisarão vencer seus últimos confrontos, quando Portugal joga contra os húngaros e a Áustria contra os estreantes islandeses. 

Portugal domina ações da primeira etapa, mas não consegue marcar

A partida começou equilibrada, com as duas equipes trocam posses de bolas de maneira constante, e logo no terceiro minuto, Harnik conseguiu cabecear sozinho dentro da pequena área, porém estava em movimento e a bola foi muito forte, o que dificultou a finalização, resultando na bola indo para fora. Com 12 minutos, Nani conseguiu desempenhar uma jogada pela esquerda, avançou até ficar frente a frente com o arqueiro adversário e tentou tirar dele, porém Almer fez a defesa. No rebote, Vieirinha chutou de fora da área, dando para o goleiro fazer nova defesa.

Com 28 minutos, cruzamento para a área da Áustria, Nani sobe para cabecear sem marcação e acerta a trave. Na sobra, João Moutinho, chuta, porém acaba mandando muito por cima do gol. Com 37 minutos, Cristiano Ronaldo recebe dentro da área passe de cabeça de Quaresma e chuta de primeira para o gol, porém fraco e possível para Almer fazer a defesa. Com 40 minutos marcados no relógio, Alaba arrisca chute sem muito ângulo em cobrança de falta, vence o goleiro, mas Vieirinha estava posicionado em cima da linha para afastar.

No primeiro tempo movimentado que foi, Portugal conseguiu ter maiores chances de gol, se aproximando em algumas delas, inclusive. Uma dominação foi vista e as melhores chances da Áustria aconteceram duas vezes: uma no início da etapa e outra no final. Apesar dos portugueses terem tido mais oportunidades conseguir marcar um gol, os austríacos não se mostraram inofensivos e não ficaram o tempo todo na defesa, aguardando o oponente.

Portugal continua pressionando, tem pênalti a favor, mas não consegue marcar

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Ilsanker recebeu de fora da área, avançou com a bola e arrematou de longe, obrigando Rui Patrício a fazer a defesa. No minuto 10, Cristiano Ronaldo recebeu passe pelo meio e na entrada da área, avançou e tentou o chute de fora com força e de esquerda, vendo Almer fazer a defesa para escanteio. Na cobrança do corner, de novo o camisa 7 subiu mais alto que todo mundo para cabecear para o gol, e novamente o goleiro austríaco fez a defesa.

Em cobrança de falta, Cristiano Ronaldo arrematou com força e por cima da barreira, mas a bola passa por cima do gol. Com 32 minutos, Cristiano Ronaldo foi puxado por Hinteregger dentro da área, e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, o mesmo cobrou, tirou do goleiro, porém acabou mandando na trave, não conseguindo finalizar no rebote. 

Aos 40 minutos da segunda etapa, após cruzamento, Cristiano Ronaldo, novamente, sobe mais alto que todo mundo para cabecear para o gol, porém o atleta estava impedido. Na sua primeira bola, Rafa Silva corre com ela pela esquerda, com espaço e tenta passe pro meio da área, contudo a zaga cosnegue afastar. Na sobra, Vieirinha aparece pela direita arremtando com força de primeira, porém novamente explode na marcação.