Atlético de Madrid joga mal e segue sem vencer no Campeonato Espanhol

Leganés segue invicto em sua primeira participação na primeira divisão

Atlético de Madrid joga mal e segue sem vencer no Campeonato Espanhol
Foto: Getty Images
Leganés
0 0
Atlético de Madrid
Leganés: SERANTES; BUSTINZA, MONTAVANI, ALBERTO MARTÍN (INSÚA 63), PIRES, RICO, VICTOR, UNAI LÓPEZ, RUBÉN PEREZ, SZYMANOWSKI (MARÍN 45), GUERRERO (MACHÍS 83).
Atlético de Madrid: OBLAK; JUANFRAN, SAVIC, GODIN, FILIPE; KOKE, AUGUSTO (AUGUSTO 78), GABI (CARRASCO 63), SAÚL; GRIEZMANN, GAMEIRO (TORRES 58).
ÁRBITRO: SÁNCHEZ MARTINEZ (COLEGIO MURCIANO)
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA SEGUNDA RODADA DO CAMPEONATO ESPANHOL 2016/17, DISPUTADO NO ESTÁDIO MUNICIPAL DE BUTARQUE, EM LEGANÉS.

O Atlético de Madrid empatou novamente pelo Campeonato Espanhol 2016/17. Dessa vez, sem gols, o adversário foi o Leganés, em Burtaque, neste sábado (27) pela segunda rodada da competição.

O jogo esteve aquém dos esperado, com raras ocasiões de gol. E, quando foram criadas, todos os jogadores do Atlético de Madrid pararam na boa atuação do goleiro Serantes. Com a péssima atuação da equipe, o craque Griezmann saiu criticando a equipe, dizendo que “se seguirmos assim, vamos lutar contra o rebaixamento”.

O empate já preocupa os torcedores colchoneros, que seguem sem vencer na competição. Por outro lado, o caçula Leganés, segue sem perder e sem sofrer gols em sua primeira participação na primeira divisão espanhola.

Agora, ambas as equipes param para a data Fifa e retornam apenas daqui a duas semanas. O Atlético visitará o Celta, em Vigo, enquanto o Leganés visitará o Sporting Gijón.

Primeiro tempo ruim e sem chances

Pela primeira vez na temporada, o Atlético de Madrid teve Griezmann a disposição. E, ao lado de Gameiro, formou a dupla de ataque francesa e tão aguardada pela torcida colchonera. Mas, ao menos no primeiro tempo, não rendeu o esperado. O jogo como um todo não rendeu, na verdade.

O primeiro tempo pode ser resumido em o Atlético de Madrid com a bola e o Leganés se defendendo, mas com pouquíssimas emoções e chances de gol criadas. As duas chances mais concretas tiveram participação do camisa 7 colchonero. Primeiro, logo no começo do jogo, após um escanteio, Griezmann tentou finalizar. A bola subiu muito e passou longe da meta do Leganés.

Já mais próximo ao intervalo, Gabi lançou Griezmann, que de primeira e no ar, bateu bonito, cruzado, para a defesa do goleiro Serrantes.

Leganés mostra solidez defensiva e mantém o 0 a 0

A segunda etapa seguiu no mesmo ritmo, tanto que o Atlético de Madrid terminou a partida com 63% da posse bola. Porém, a ineficácia na criação de oportunidades para marcar também continuou. Mais uma vez, poucas vezes se viu o Atlético dentro da área adversária. E as vezes em que chegou, o goleiro Serantes foi muito bem e evitou que seu gol fosse vazado.

Apenas três vezes o Atlético foi mais contundente. Gameiro tentou logo aos 6 minutos da segunda etapa. Passou no meio de dois, cortou para o meio e bateu, mas Serantes foi bem ao evitar eu a bola entrasse.

Depois foi a vez de o Leganés assustar, com Guerrero. Mas Oblak controlou a situação, sem maiores problemas. Os minutos seguintes foram de uma mesmice sem fim. Ambas as equipes não produziram nada e o jogo passou por 20 minutos monótonos. Apenas mais para o final que o desespero bateu e o Atlético apertou o Leganés.

Tanto que o goleiro Serantes fez uma bela defesa aos 38, quando Carrasco recebeu de Nico Gaitán. O belga finalizou frente a frente com o arqueiro e não pôde comemorar graças à boa ação do camisa 1. Fernando Torres ainda tentou, já nos acréscimos, mas foi parado novamente por Serantes.