Com show de tridente, Barcelona goleia Leganés na La Liga

Com gols do trio MSN e do meia brasileiro Rafinha, o Barcelona voltou a se encontrar com a vitória no Campeonato Espanhol.

Com show de tridente, Barcelona goleia Leganés na La Liga
Messi comemora o seu primeiro gol na partida (Foto: Reprodução/Barcelona)
Leganés
1 5
Barcelona
Leganés: Jon Serantes; V. Diaz, Bustinza, P. Insua, Medjani (Ruben Perez, min. 46), D. Rico; Unai Lopez (Omar, min. 61), Lluis Sastre, G. Appelt; Mamadou Kone, Darwin Machis (Szymanowski, min. 61).
Barcelona: Ter Stegen; Mascherano, Piqué, Umtiti; Rafinha, Rakitic (Arda Turan, min. 56), Iniesta (Denis Suárez, min. 65), Jordi Alba; Messi, Suárez (Paco Alcacer, min. 56), Neymar.
Placar: 0-1, min. 15, Messi. 0-2, min. 31, Suárez. 0-3, min. 44, Neymar. 0-4, min. 56, Messi. 0-5, min. 64, Rafinha. 1-5, min. 80, Gabriel Appelt.
ÁRBITRO: Ricardo de Burgos Bengoetxea.
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada do campeonato espanhol 2016/17, realizada no Estádio Municipal de Butarque.

Neste sábado (17), Leganés e Barcelona fizeram sua quarta partida pelo Campeonato Espanhol 2016/17, em partida realizada no estádio Municipal de Butarque, em Madrid. O Barcelona jogou da forma que todos esperam, dominou a partida e acabou vencendo por 5 a 1, com gols de Suárez, Neymar, Rafinha e Messi marcando dois. Gabriel Appelt marcou para o Leganés.

Com a vitória, o Barcelona chega aos nove pontos em quatro partidas e assume a liderança provisória do campeonato, já o Leganés tem quatro pontos e está na décima terceira posição. Na próxima rodada, o Barcelona enfrentará o Atlético de Madrid, no Camp Nou, na quarta-feira (21), às 17h. O Leganés enfrentará o La Coruña, no Riazor, na quinta-feira (22), às 15h.

Avalanche catalã no primeiro tempo

O Barcelona começou dominando a partida, jogando como se estivesse em casa. O tridente parecia estar em um dia inspirado. Logo no começo da partida, Ney recebeu um lançamento e Jon Serantes teve que sair do gol para impedir o prosseguimento do ponta brasileiro. O Leganés procurava uma oportunidade para levar perigo ao gol de Ter Stegen. A encontrou aos 13’, quando Medjani recebeu cruzamento e mandou de cabeça sobre a meta catalã. Aos 14’, após rápido contra-ataque catalão, Suárez cruzou para rasteiro para Messi que só teve o trabalho de empurrar para as redes: 1 a 0 Barcelona.

A equipe do Barcelona, que já é bastante ofensiva, estava ainda mais ofensiva com a nova formação. Luis Enrique apostou num time com três zagueiros quando obtiver a bola e com quatro quando estiver sem a mesma. Parecia estar funcionando. Aos 20’, Messi parou para Rafinha na direita, que cruzou para Luisito desviar. A bola chegou até Neymar na área que quase marcou de voleio. Aos 30’, a defesa do Leganés errou a saída de bola na frente do melhor jogador do mundo. Leo tocou para Suárez ampliar o placar: 2 a 0 Barcelona.

A equipe do Leganés parecia jogar por uma bola para tentar mudar a história do jogo para eles, já que tudo que tentavam defensivamente contra o Barcelona era quase ineficaz. Aos 34’, Machís teve essa bola, passou por Mascherano, invadiu a área e chutou, mas Ter Stegen estava lá para defender. O MSN estava infernal no primeiro tempo. Aos 44’, Suárez recebeu de Messi, arrancou pelo meio e abriu para Neymar, que avançou e bateu para fazer o terceiro do Barcelona e do tridente: 3 a 0.

Avalanche diminui a intesidade, mas não para

O último lance de perigo do primeiro tempo e o primeiro lance de perigo do segundo resumem bem o que foi a partida: Barcelona atacando. Antes dos 10 minutos da partida, Ney foi agarrado dentro da área e o juiz assinalou pênalti. Aos 9’, Messi bateu no canto direito e marcou: 4 a 0 Barça. Quase 10 minutos depois, aos 18’, Rafinha chegou pela direita e bateu com categoria no ângulo: 5 a 0 Barcelona.

A partir do quinto gol, o Barça começou a segurar o domínio da partida e mostrando todo o seu entrosamento através do toque de bola, enquanto o Leganés continuava buscando aquela uma bola para, a essa altura, marcar o gol de honra da equipe. Após muito toque de bola, aos 35’ o Barça faz uma falta. O meia Gabriel Appelt cobrou com perfeição e marcou: 5 a 1 Barcelona. Depois do gol, as equipes mantiveram o placar sem nada de novo e terminou assim: 5 a 1 para o Barcelona