Por decisão técnica, Sampaoli deixa Ganso de fora do clássico com Bétis

Meia só atuou em quatro partidas desde sua chegada ao Sevilla; dessas quatro, o Sevilla só venceu uma

Por decisão técnica, Sampaoli deixa Ganso de fora do clássico com Bétis
Ganso de fora de mais uma partida do Sevilla (Foto: Getty Images)

O técnico do Sevilla, Jorge Sampaoli, divulgou nesta terça-feira (20) a lista com os relacionados para o clássico contra o Bétis. A surpresa foi não ver o nome do meia Paulo Henrique Ganso nesta lista. De acordo com o treinador argentino, o ex-Santos e São Paulo não participará do confronto apenas por motivos técnicos. Além de Ganso, o zagueiro Timothée Kolodziejczak e o atacante Wissam Ben Yedder, ambos franceses, também estão fora do jogo pela mesma explicação

Ganso que foi contratado por 9,5 milhões de euros (cerca de 34,6 milhões de reais) do São Paulo, atuou em apenas quatro partidas com a camisa do Sevilla, contra Las Palmas e Eibar, ambas pelo Campeonato Espanhol, e as duas frente ao Barcelona, pela Supercopa da Espanha. Das quatro partidas, o Sevilla só venceu a primeira, contra o Las Palmas. Contra a Juventus, pela Uefa Champions League, o camisa 19 ficou apenas no banco de reservas e sequer entrou em campo. Mesma situação nas duas primeiras partidas do Espanhol, diante do Espanyol e do Villarreal.

Sampaoli não pode ser culpado pela escolha, tendo em vista que Ganso vem oscilando muito em suas atuações desde sua chegada ao São Paulo, em 2012. Talvez pela mudança constante de treinadores que Ganso viveu nos últimos quatro anos no tricolor (10, para ser mais exato), o meia não conseguiu se manter em alto rendimento. Inegavelmente o ex-camisa 10 tricolor foi fundamental na chegada do São Paulo a semifinal da última Libertadores, mas ainda se espera mais de Ganso.

E se não terá Ganso, Sampaoli confirmou os retornos de Diego González, Mariano, Nico Pareja, Nasri e N'Zonzi, que não atuaram contra o Eibar, no final de semana.