Após vitória magra contra Deportivo, Simeone exalta individualidades do Atlético

Colchoneros furaram bloqueio rival com 70 minutos de bola rolando, em gol de Griezmann; Notícia ruim é a grave lesão do volante Augusto Fernández

Após vitória magra contra Deportivo, Simeone exalta individualidades do Atlético
Foto: Divulgação/Atlético de Madrid

Não é de hoje que o Atlético de Madrid faz campanhas do nível de Real Madrid e Barcelona no Campeonato Espanhol. Também não é novidade a capacidade que os colchoneros têm para conquistar vitórias magras, diante de adversários fechados. Neste domingo (25), contra o Deportivo La Coruña, foi exatamente assim. O gol do triunfo rojiblanco surgiu somente aos 25 minutos do segundo tempo, com o artilheiro Antoine Griezmann. Depois da partida, Diego Simeone elogiou diversas individualidades do elenco.

''Foi uma partida dura, clássica. No segundo tempo, o ritmo cresceu e conseguimos vencer'', afirmou o treinador, que aproveitou para elogiar três atletas em específico: Lucas Hernández, Koke e Kevin Gameiro.

O jovem zagueiro substituiu José María Giménez - que sofreu lesão muscular - ainda no primeiro tempo e evitou um gol do Depor quando o placar estava zerado. ''As atuações do Lucas seguem extraordinárias. É um jogador com um futuro brilhante pela frente'', comentou Simeone. Ainda no campo do Vicente Calderón, Hernández concedeu entrevista e se mostrou confiante para a sequência da temporada: ''Jogar aqui é sempre algo lindo. Seguirei dando meu máximo para ter mais minutos em campo''.

Outro nome analisado pelo comandante foi o de Koke: ''Mais uma vez, esteve maravilhoso em campo''. Titular no empate contra o Barcelona no Camp Nou, Gameiro iniciou entre os reservas neste domingo. Mas isso não impediu que o atacante francês alterasse os rumos do confronto frente os galegos. Ele entrou na etapa final, se movimentou bastante e apareceu para dar assistência a Griezmann no lance do único tento. ''A entrada de Gameiro foi decisiva, principalmente para marcarmos o gol'', afirmou Simeone.

Com 12 pontos somados em seis rodadas na liga espanhola, o Atlético ocupa a terceira posição, colado em Real Madrid e Barcelona. Mas nem tudo são flores no Calderón. Além do problema com Giménez, Augusto Fernández teve confirmada ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito e passará por cirurgia. Desta forma, o volante argentino retornará aos gramados apenas em 2017.