Após quatro derrotas em seis jogos, Paco Jémez não é mais técnico do Granada

Após maus resultados, o clube espanhol anunciou a demissão de Paco, que será substituito interinamente por Lluis Planagumà, do time B

Após quatro derrotas em seis jogos, Paco Jémez não é mais técnico do Granada
Foto: Antonio L. Juárez/GranadaCF

Essa quarta-feira (28) foi bem agitada no Granada. O clube espanhol em comunicado oficial anúnciou a demissão do treinador Paco Jémez, após uma sequência de maus resultados nesse começo de Campeonato Espanhol. Em seu lugar irá assumir interinamente Lluis Planagumà, que comanda o Granada B.

Jémez tinha contrato com o clube com a duração de três anos, mas permaneceu apenas seis jogos a frente da equipe, com 4 derrotas e 2 empates. O ex-treinador disse levar carinho e amor recebido em sua passagem, e também um pouco de tristeza, pois acredita que poderia ter feito mais a frente da equipe: "Nós tentamos fazer o melhor de cada um, mas o futebol não entende isso. Os resultados não foram o que esperávamos. Desejo o melhor para o clube", afirmou Paco.

 O espanhol ainda contou que sabia da decisão do clube desde ontem, mas hoje compareceu ao treino para de despedir de todos. "Nós levamos o treino sabendo que era o último, para se despedir o mesmo que chegamos, com o profissionalismo que têm dedicado", disse o ex-treinador.

Jémez ainda disse que quando um modelo de jogo é formado a tão pouco tempo, é preciso ter paciência para colher os resultados. "Eles não têm amamentado estes conceitos por um mês e meio e tem que ganhar na temporada. Temos vindo a competir, mas ainda não estavam bem. É uma situação do mercado e as circunstâncias, nós tentamos trabalhar com essa deficiência", observou o espanhol. Jémez acredita que ao longo do tempo, sua equipe teve melhorias no rendimento.

Com essa demissão, Paco se tornou o treinador com passagem mais meteórica pelo clube espanhol. Outro que durou pouco no comando da equipe foi Abel Resino, que só esteve no comando do Granada por 15 jogos. Em terceiro encontramos Joaquin Caparros, que durou 18 jogos no banco da equipes Andaluz.