Carrasco decide mais uma vez e Atlético de Madrid bate Rostov fora de casa

Belga marcou o gol da vitória por 1 a 0 diante do Rostov, na Rússia.

Carrasco decide mais uma vez e Atlético de Madrid bate Rostov fora de casa
(Foto: AF/UEFA)
Rostov
0 1
Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid venceu sem sustos o Rostov pela 3ª rodada do grupo C da Uefa Champions League. Carrasco marcou o gol no Stadion Olimp-2 que decretou a vitória colchonera, que teve um jogo tranquilo, apesar do placar apontar apenas um gol.

Os visitantes tiveram 70% de posse bola, o que não é muito comum para os comandados de Cholo Simeone, e permitiram apenas duas finalizações dos russos. Ambas não tiveram muito perigo para o seguro goleiro Oblak.

A tabela do Grupo da Champions segue a mesma com a rodada de hoje. O Atlético sobe a 9 pontos – venceu todos os três jogos por 1 a 0 – e o Bayern, com a vitória por 4 a 1 diante do PSV, vai a 6 pontos. As duas equipes praticamente encaminharam suas classificações para a próxima fase, já que Rostov e PSV permaneceram com apenas 1 ponto.

Na próxima rodada, Rostov e Atlético de Madrid se enfrentam novamente, dessa vez no Estádio Vicente Calderón, em Madrid.

A equipe do Atlético começou se impondo em campo, como esperado. Logo no primeiro minuto, Carrasco cobrou uma falta e, no rebote, Correa perdeu um gol incrível, finalizando para fora. E não foi a melhor chance perdida pelo argentino. Aos 24 minutos, Filipe Luis cruzou e o camisa 11, embaixo do gol, incrivelmente finalizou para fora.

Carrasco também teve algumas oportunidades no primeiro tempo. A primeira ele cortou o zagueiro e finalizou para a defesa do goleiro Dzhanaev. Na segunda, cobrou uma falta diretamente para fora. Torres também teve sua chance, porém também não aproveitou.

Notou-se certa dificuldade para a equipe abrir o campo, como é de costume, com os laterais apoiando bastante e os pontas também. A linha de cinco defensores e o campo fizeram a equipe ataca principalmente pelo cento do campo. Mesmo assim, era questão de tempo para abrir o placar.

E foi quando o Rostov começou a evitar as chances do Atlético foi que o gol saiu. Numa das poucas oportunidades em que Juanfran conseguiu receber na linha de fundo, cruzou e a bola passou por toda a área, menos por Carrasco. O camisa 10 finalizou de canhota mesmo, que não é o seu pé preferido, e estufou a rede.

Mesmo com o placar inaugurado, a equipe continuou atacando e com Gameiro e Torres na frente. Mas não conseguiu ampliar o resultado. O destaque fica por mais uma vez o sistema defensivo não precisar trabalhar. A mudança no estilo de jogo da equipe de Simeone está cada vez amis completa.