Griezmann marca nos acréscimos, Atlético de Madrid bate Rostov e avança às oitavas da UCL

Colchoneros agora duelarão pela liderança do grupo

Griezmann marca nos acréscimos, Atlético de Madrid bate Rostov e avança às oitavas da UCL
Foto: Daniel Nieto / VAVEL
Atlético de Madrid
2 1
Rostov
Atlético de Madrid: OBLAK, GODÍN, F. LUIS, SAVIC, VRSALJKO, GABI, KOKE, CARRASCO (CORREA, MIN. 78'), SAÚL (GAMEIRO. MIN. 57), GRIEZMANN E F. TORRES.
Rostov: DZHANAEV, KALACHEV (MIN. 68 TERENTYEV), GRANAT, POLOZ, NOBOA, AZMOUN (DOUMBIA, MIN.66), MEVLJA, KURDRYASHOV, CÉSAR NAVAS, GATSKAN E EROKHIN (PREPELITA).
Placar: 1-0, GRIEZMANN, MIN. 29. 1-1, SARDAR AZMOUN , MIN. 30. 2-1, GRIEZMANN, MIN. 93.
ÁRBITRO: CRAIG THOMSON (SCO) AMARELOU GODÍN (MIN. 42'), KOKE (MIN. 46') E FILIPE, MIN. 82') DO ATLÉTICO; E KALCHEV ( MIN. 46´), AZMOUN (MIN. 58'), GATSKAN (MIN. 62') E DZHANAEV ( MIN. 81) DO ROSTOV.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 4ª rodada do Grupo D da Uefa Champions League 2016/17, disputado no Estádio Vicente Calderón, em Madrid.

O Atlético de Madrid está classificado mais uma vez para o mata-mata da Uefa Champions League. A classificação chegou após a sofrida vitória por 2 a 1 na tarde desta terça-feira (1º) diante do Rostov, no Vicente Calderón. Griezmann foi autor dos dois gols colchoneros. Azmoun foi quem descontou para os russos.

A partida foi muito complicada para os mandantes, que tiveram enormes dificuldades para penetrar o sistema defensivo russo, composto por uma linha de cinco defensores, com três marcadores a frente e dois atacantes, que mais ajudaram a defender e ocupar espaço no campo defensivo do que propriamente atacar.

O gol de Griezmann aos 28 parecia que ia dar tranquilidade a equipe. Mas no lance seguinte, Azmoun aproveitou um raro momento no campo ofensivo para empatar o jogo. Todo o trabalho de encontrar espaços e criar oportunidades teria que ser recomeçado para o Atlético.

E isso demorou bastante. Somente aos 49 minutos da segunda etapa, em um lance duvidoso para a arbitragem, o gol apareceu. Griezmann mais uma vez foi o autor do tento que decretou a vitória colchonera.

Com a vitória, o Atlético se classificou para as oitavas de final mais uma vez. O Grupo D já está definido após a rodada de hoje, com o Bayern de Munique também classificado. Agora, Rostov e PSV brigam pela vaga na Europa League. Na próxima rodada, o Rostov recebe o Bayern e o Atlético de Madrid recebe o PSV.

Atlético surpreendido e empate persiste

Com Koke jogando aberto mais uma vez, o Atlético partiu para cima do defensivo Rostov. Os russos negavam qualquer espaço para que o colchoneros pudessem criar jogadas perigosas. Os primeiros 20 minutos se resumem em escanteios para o Atlético, tentando usar sua antiga arma letal e apenas uma chance mais real, com Carrasco sendo bloqueado na hora da finalização.

Mas aos 28 minutos, Griezmann resolveu aparecer. Após o escanteio afastado pela defesa, Carrasco ficou com a bola e lançou novamente em direção ao amontoado de jogadores. Um defensor desviou a bola para trás, na tentativa de afastá-la. Ela foi na direção onde estava justamente o camisa 7, que, em um movimento fantástico, empurrou a bola para o gol. O seu desvio na bola encobriu o goleiro Dzhanaev.

Mas o que parecia ser o gol que daria a tranquilidade para jogar o restante da partida, logo foi ofuscado. No lance seguinte, o gol de empate. Poloz recebeu de frente para os dois zagueiros colchoneros, que fecharam em cima dele. O camisa 7 foi inteligente e esperou a passagem de seu companheiro de ataque, Azmoun. Assim que ele fez a ultrapassagem pela direita, recebeu a bola, já dentro da área. Foi só ajeitar seu corpo e finalizar na saída de Oblak. Foi o primeiro gol sofrido pelo Atlético nessa edição da Uefa Champions League.

Gol nos acréscimos dá a vitória aos colchoneros

Na segunda etapa o domínio rojiblanco aumentou. O Rostov não conseguia mais ir ao campo de ataque para dar uma respirada. Tanto que a bola passou praticamente 70% do tempo nos pés dos mandantes. Mas o sistema defensivo russo se mostrava cada vez mais impenetrável.

Simeone lançou suas opções ofensivas que estavam no banco. Correa e Gameiro entraram, deixando a equipe com praticamente 4 atacantes em campo, ao lado de Torres e Griezmann.

E foi camisa 7 que, novamente, deu alegrias ao torcedor colchonero. Quando ninguém mais esperava a vitória, ele decidiu. Com polêmica, é verdade. Koke levantou a bola na direção da área e de novo, na tentativa de afastar, um defensor desviou a bola para trás. E Griezmann estava lá para desviar e decretar a vitória. Após um momento de hesitação de todos, o árbitro consultou o auxiliar e validou o gol.

Até mesmo os jogadores de Atlético demoraram a comemorar o gol, que foi legal. O desvio na entrada da área foi de um defensor, ou seja, não iniciou uma outra jogada e a posição de Griezmann deve ser analisada quando partiu o lançamento de Koke. Sendo assim, ele estava em posição legal para marcar seu segundo gol e colocar o Atlético na próxima fase com duas rodadas de antecedência.