Real Madrid visita Atlético para acabar com críticas e fazer manutenção da liderança

A partida é de extrema importância para ambas as equipes, em especial para o Real que busca a manutenção de sua liderança; Já o Atlético de Madrid visa a aproximação dos líderes da competição

Real Madrid visita Atlético para acabar com críticas e fazer manutenção da liderança
Atlético de Madrid
Real Madrid
Atlético de Madrid: Oblak; Juanfran, Godín, Savic, Filipe Luís; Gabi, Koke, Saúl; Griezmann, Carrasco e Gameiro
Real Madrid: Navas; Carvajal, Ramos, Varane, Marcelo; Kovacic, Modric, Isco; Cristiano, Bale e Benzema
INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada da La Liga a ser disputada no Estádio Vicente Calderón em Madrid, na Espanha.

Neste sábado (19), o líder Real Madrid vai ao estádio Vicente Calderón enfrentar o Atlético no dérbi de Madri. A partida é válida pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol e tem extrema importância para ambos os times. Caso vença, Los Blancos garantem a liderança por mais uma vez, já os donos da casa, buscam vencer para encostar no rival.

Os colchoneros ocupam a 4ª posição e se vêem um pouco distante de Real e Barcelona. A equipe somou apenas 21 pontos, enquanto seus rivais diretos possuem 27 e 25, respectivamente. Além disso, o Villarreal com 22 pontos conquistados também segue à frente da equipe rojiblanca que se destacou no início desta temporada pela invencibilidade na Uefa Champions League.

O Real, por sua vez, lidera a competição sem muito brilho. A equipe comandada por Zinedine Zidane ainda não demonstrou um futebol de encher os olhos, mas, faz a sua parte e vence seus jogos. O problema, no entanto, se dá pela recente sina de derrotas frente ao Atléti. São 4 derrotas e 2 empates em partidas do Campeonato Espanhol. Uma vitória convincente sobre o rival local serviria para acabar ou amenizar as críticas.

Simeone: "Houve um tempo em que eles foram melhores, hoje em dia competimos igualmente"

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, conversou com a imprensa espanhola em coletiva cedida nesta sexta-feira. Cholo comentou sobre o momento de seu clube frente ao seu principal rival, além de rasgar elogios ao Real Madrid e garantir o respeito para com o adversário.

O primeiro ponto abordado na coletiva foi a final da Uefa Champions League perdida para o Real em Milão. Cholo declarou: "Não vivemos desse tipo de situação. O futebol é maravilhoso por ter uma linha tênue entre o êxito e o fracasso. Como disse na pré-temporada, sempre me inspiro nos alemães e na sua filosofia de seguir insistindo", afirmou.

"O rival não perde há 28 partidas, isso diz muito sobre o seu treinador e seus jogadores. São fortes no jogo aéreo, nos espaços vazios e queremos levar eles para aonde nós nos sentimos melhor. Lucas Vázquez lhes dão mais equilíbrio. Benzemá faz mais gol, a ausência de Casemiro está bem controlada... será difícil, jogue quem jogar", afirmou.

Para a partida, a maior dúvida de Simeone ficou por conta do comando do ataque. O treinador teve de escolher entre Gameiro e Torres e - pelo que tudo indica - optou por Gameiro, ganhando mais velocidade para os contra-ataques. Torres é opção para o decorrer da partida.

Zidane: "Tivemos poucos dias para trabalhar, mas estamos bem"

O treinador e ex-jogador Zinedine Zidane concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira. O craque francês falou à respeito da preparação da sua equipe para o dérbi e comentou sobre alguns jogadores - em especial - Morata, que se lesionou na última partida da equipe.

Logo ao início de sua coletiva, Zidane falou sobre o estado de sua equipe: "Chegamos bem, temos recuperado os jogadores, temos alguns problemas, mas... Tivemos poucos dias para trabalhar, mas estamos prontos", afirmou o treinador, evidenciando a sobrecarga de partidas em alguns pontos de sua equipe.

Esta sobrecarga afetou Morata. O jovem atacante sofreu uma lesão muscular na última partida da seleção espanhola e Zidane comentou o caso: "São coisas que passam, não vou culpar a ninguém, estamos chateados com a lesão de Álvaro [Morata], mas é algo que vai passar. O importante é recuperá-lo o quanto antes.", afirmou Zizou. Morata ficará de fora por seis partidas, duas delas, clássicos contra Atlético e Barcelona.

Derrotado em seu primeiro dérbi, no final da temporada passada, Zidane comentou sobre o caso: "Amanhã é outro jogo, sabemos que ambos começam o jogo com 50%. Desde o início até o final vamos ter uma partida muito difícil, porém estamos acostumados a ter partidas complicadas, porém, talvez precisaremos fazer um pouco mais amanhã", comentou. 

Para a partida, Zidane não contará com o já citado Morata, lesionado que deverá ser substituído por Benzema ou Lucas Vázquez. Segundo a imprensa espanhola, o mais provável é que o atacante francês entre na segunda metade do jogo. Além de Morata, Casemiro e Kroos já são baixas confirmadas.