Sevilla vira no último minuto e bate Depor fora de casa

Time da casa chegou a abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, mas viu a equipe treinada por Sampaoli reagir e virar no segundo tempo

Sevilla vira no último minuto e bate Depor fora de casa
Foto: Divulgação/Sevilla FC
Deportivo
2 3
Sevilla

Foi um jogão que certamente ficará marcado na memória dos torcedores do Sevilla e que certamente estará na lista das grandes partidas desta temporada do campeonato espanhol. Mesmo depois de ver o Deportivo La Coruña abrir 2 a 0, o time de Sampaoli virou a partida fora de casa e segue bem colocado na tabela.

Não foi uma vitória fácil, como o próprio placar indica. Logo no primeiro minuto de jogo, Babel aproveitou o cruzamento de Juanfran e abriu o placar para o Depor. O gol acordou o Sevilla, que passou a pressionar o time da casa em busca do empate.

Mesmo com toda torcida a favor, o La Coruña deixava a bola para os visitantes e esperava um contra-ataque – postura compreensível para quem vem sofrendo no campeonato. A melhor chance do Sevilla foi de Sarabia. Ele recebeu bom passe de Ganso e chutou assustando a torcida do Depor.

O susto virou alívio no final do primeiro tempo quando os donos da casa finalmente encaixaram o contra-ataque: Babel fintou três marcados e marcou um bonito gol. A tranquilidade no placar, contudo, durou pouco. No minuto seguinte, N’Zonzi chutou duas vezes antes de estufar as redes e dar novo fôlego para o Sevilla.

O segundo tempo foi de pressão total dos visitantes, como não poderia deixar de ser. O Depor precisava dos três pontos e se fechou ainda mais para tentar segurar o placar. Sampaoli lançou o time para o ataque e deixou campo para os contra-ataques dos donos da casa. O jogo ficou aberto e emocionante.

O gol de empate marcado por Vitolo, que entrou no decorrer da partida, não satisfez a equipe do Sevilla, que seguiu pressionando em busca da virada. Ela veio no sufoco, no último minuto, com Mercado aproveitando rebote do goleiro Tyton e manteve o time de Sampaoli na terceira posição, colado no vice-líder Barcelona.