Marseille derrota Angers pelo placar mínimo e se afasta do Z-3

Com os três pontos, Marseille afasta um pouco a crise e sobe na tabela da Ligue 1; voltando a vencer após 11 rodadas

Marseille derrota Angers pelo placar mínimo e se afasta do Z-3
Foto: Getty Images
Angers
0 1
Olympique de Marseille
Angers: Letellier; Bouka, Thomas, Saïss, Andreu (Angoula); Mangani, Bourillon (Capelle), N'Doye; Sunu (Benrahma), Ketkeophomphone, Yattara. Técnico: Stephane Moulin
Olympique de Marseille: Mandanda; Mendy, N'Koulou, Rekik, Manquillo; Thauvin (Sarr), Barrada (Cabella), Anguissa, Alessandrini (Diarra); Fletcher, Batshuayi. Técnico: Franck Passi
Placar: 0-1, min.24, Batshuayi.
ÁRBITRO: Tony Chapron (FRA). Amarelos: Thomas, Mangani, Mendy, Manquillo, Fletcher e Batshuayi
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 36ª rodada da Ligue 1 2015/2016, realizado no estádio Jean Bouin, em Angers, França.

Neste domingo (1º), o Olympique de Marseille conseguiu por hora espantar um pouco a crise que assombra os arredores do clube. Apesar de não ter feito uma grande partida, a equipe comandada pelo treinador Franck Passi conseguiu uma importante vitória por 1 a 0 sobre o Angers, em partida válida pela 36ª rodada da Ligue 1.

O único gol do jogo saiu dos pés do atacante belga Michy Batshuayi, aos 24 minutos da etapa inicial. Com os três pontos conquistados, o Olympique de Marseille subiu para a 13ª posição, ficando a oito pontos da zona de rebaixamento da competição. Já o Angers ficou distante da tão sonhada vaga para as competições internacionais, pois estacionou na 8ª colocação com 50 pontos.

Na próxima rodada, o Olympique de Marseille irá enfrentar o Stade Reims, no dia 7. Já o Angers, volta à campo para enfrentar o Bastia.

Após 11 rodadas sem vencer, finalmente Olympique de Marseille quebra o jejum

Sem vencer a 11 rodadas na Ligue 1 e recheado de desfalques, o Olympique de Marseille foi ao estádio Jean Bouin, em Angers, sob muitas dúvidas se iria voltar à ganhar na competição. Ameaçado pelo rebaixamento, a crise já havia se instalado dentro do clube, que via a obrigação de se livrar destas péssimas condições o quanto antes.

O Angers é uma das grandes surpresas da Ligue 1, pois além de fazer um bom Campeonato Francês, o clube comandado pelo treinador Stephane Moulin sonhava com uma vaga nas competições internacionais. Mas apesar de estar jogando com três atacantes e com uma formação bem ofensiva, o bom ataque da equipe alvinegra não deu certo, sendo um dia ruim para Sunu, Yattara e Ketkeophomphone.

A vitória do Olympique veio aos 24 minutos, com Batshuayi, aproveitando um bom contra-ataque puxado pela sua equipe e também o passe açucarado do escocês Fletcher, que deixou o atacante belga na cara do gol e tendo só o trabalho de vencer o goleiro Letellier.

Os donos da casa bem que tentou revidar, explorou muito bem as falhas de marcação do Olympique de Marseille, mas o goleiro Mandanda estava intransponível, não deixando passar absolutamente nada lá atrás debaixo do travessão. Os visitantes também tentaram atacar, porém bem menos eficientes, com o gol na primeira etapa, os comandados de Franck Passi ficaram mais defensivos e apenas seguraram a vitória sofrida ante a boa equipe do Angers.