Com golaço de Payet, França vence Camarões em amistoso preparativo à Euro 2016

Camaronenses empatam duas vezes, porém Payet brilha e garante vitória em Nantes; de todos os jogadores que foram ao campo, apenas seis não atuaram em nenhuma das duas principais divisões francesas

Com golaço de Payet, França vence Camarões em amistoso preparativo à Euro 2016
Foto: Frank Fife/AFP/GettyImages
França
3 2
Camarões
França: Lloris; Sagna, Koscienly, Rami, Evra; Pogba (Sissoko, min. 63), Lass Diarra (Kanté, min. 46), Matuidi; Payet, Coman (Cabaye, min. 77), Giroud (Gignac, min. 63). Técnico: Didier Dechamps (Fra).
Camarões: F. Ondoa; Nyom, Chedjou (Djetei, min. 80, Oyongo, Teikeu; Enoh (Siani, min, 46), Mandjeck (C. Nije, min. 69), Toko Ekambi (F. Kom, min. 75); Salli (E. Choupo Moting, min. 46), J. Zoua; Aboubakar (A. Abang, min. 69). Técnico: Hugo Broos (BEL).
Placar: 1-0, min. 20, Matuidi. 1-1, min. 22, Aboubakar. 2-1, min. 41, Giroud. 2-2, min. 88, E.Choupo Moting, 3-1, min. 90, Payet, 3-2.
ÁRBITRO: Árbitro Simon Lee Evans (WAL). Cartões amarelos para E. Enoh (min. 33), A. Nyom (min. 37), Sagna (min. 53), Evra (min. 79).
INCIDENCIAS: Amistoso preparatório para a Uefa Euro 2016, na frança. O palco da partida foi o estádio La Beaujoire, em Nantes, na França. 37,500 espectadores.

Nesta segunda-feira (30) a Seleção Francesa, em seu primeiro jogo de preparação para a Eurocopa 2016, enfrentou Camarões, que por sua vez deu muito trabalho aos franceses. Os Blues não perderam jogando em Nantes, voltando nove anos após a sua última partida no estádio local. Mas sua vitória apertada, esconde algumas falhas, principalmente na parte defensiva.

Sua defesa foi febril, era esperado. Pela terceira vez consecutiva, os comandados por Didier Deschamps sofreram dois gols. Não há de fato um problema. Felizmente, o ataque ainda se encontra presente. Isto é o que hoje permite otimismo para os franceses na Euro. A vitória foi consolidada com o placar de 3 a 2.

Depois de duas partidas convincentes em março (primeiro diante a Holanda por 3 a 2, e 4 a 2 contra a Rússia), a seleção francesa continua sendo muito soberana, e o fato de jogar em casa melhora o ânimo dos jogadores, o que só aumenta o favoritismo para o título europeu.

Para os amantes da Ligue 1, mais de 15 jogadores em campo jogam no Campeonato Francês, e se for contar juntamente com a Ligue 2, apenas Pogba, Enoh, Kom, Abang, Choupo-Moting e o goleiro Fabrice Ondoa não atuaram em solos franceses.

França começa dominando, mas sofre empate e termina na vantagem

Os Bleus começaram o jogo sem grandes pretensões. Os primeiros dez minutos foram decepcionantes. O primeiro chute da partida veio com a seleção visitante. O jogador do Sochaux, Toko Ekambi, arrematou para a grande defesa de Lloris.

O interessante é que a resposta dos franceses foi imediata, apenas seis minutos após a ameaça adversária, veio o primeiro gol: Em uma bela jogada de Kingsley Coman, o garoto de 19 anos tocou para Blaise Matuidi concluir, o volante do PSG pegou de primeira e mandou no canto.

A reação dos leões foi rápida, dois minutos depois veio o empate com Aboubakar. Após boa jogada pela direita, Nyom cruzou rasteiro e o atacante mandou para as redes. Aos 41, a França novamente entraria em vantagem com Giroud. Pogba cruzou com categoria e o jogador do Arsenal completou sem deixar a bola cair. Belo gol do camisa 9.

Camarões empata, mas Payet vira o jogo no fim

A segunda etapa foi mais emocionante que a anterior. Contando, claro, com os últimos sete minutos dele. Porque em grande parte, as duas equipes pareciam fechadas e sem inspiração, e serviram de experimento para ambos os técnicos alterarem seu time.

Com as saídas dos jogadores titulares o nível caiu, até oito minutos antes do árbitro galês Evans encerrar o jogo (contanto com os três de acréscimos), quando veio o empate e posteriormente a vitória francesa.

Aos 88 minutos, depois de uma bola perdida por Cabaye, o camaronês Choupo-Moting  empatou novamente a partida, após ótimo passe de Abang. Mas um minuto depois, Dimitri Payet virou a partida em uma cobrança genial de falta. O jogador do West Ham mandou no ângulo oposto de Ondoa.

O ataque não foi o titular, Griezmann tirou uma folga devido ter disputado a final da Champions, provavelmente ficará no lugar do jovem Coman. A grande questão fica em torno da titularidade de Payet, o meia do West Ham fez a melhor temporada da sua carreira e tem grandes chances de assumir a titularidade.

O próximo amistoso da França será diante a Escócia, no estádio Saint-Symphorien, na cidade francesa de Metz, no sábado (4), ás 16h, horário de Brasília. Após essa partida, os comandados de Dechamps encaram a Romenia, no Stade de France, em Paris dia 10 de Junho, em jogo válido para a fase de grupos da Euro.