Marseille e Toulouse fazem partida equilibrada e empatam sem gols

Goleiros de ambas equipes fizeram a diferença na partida com defesas difíceis, assegurando o zero do placar

Marseille e Toulouse fazem partida equilibrada e empatam sem gols
Foto: Divulgação/Olympique Marseille
Olympique de Marseille
0 0
Toulouse

Neste domingo (14), pela primeira rodada da Ligue 1, o Olympique de Marseille jogando em casa não saiu do zero contra o Toulouse. Apesar do jogo ter sido equilibrado, os goleiros de ambas as equipes fizeram a diferença com defesas difíceis e não deixando que algum dos times conseguissem abrir o placar. 

Na próxima rodada, o Olympique de Marseille irá visitar o Guingamp, no próximo domingo (21). Já no sábado (20), o Tolouse irá encarar em casa o Bordeaux.

O torcedor do Olympique de Marseille precisou ser muito paciente com a equipe comandada por Franck Passi. Pois os donos da casa não conseguiram realizar um bom primeiro tempo e viu seu adversário se aproximar mais do primeiro gol. Mas o Tolouse parou em um inspirado Yohann Pelé, que conseguiu fazer pelo menos duas boas defesas, mostrando que é o substituto ideal do antigo goleiro Mandanda.

Apesar do esquema tático defensivo imposto pelos Les Pitchouns, 4-5-1, os comandados de Pascal Dupraz conseguiu explorar bem as laterais do campo e aproveitar as qualidades do atacante dinamarquês Martin Braithwaite, levando muito perigo ao gol do Olympique de Marseille. 

A grande chance do time mandante na primeira etapa foi uma bola na trave de Remy Cabella, que após uma boa troca de passes do Olympique, o meio-campista chutou de forte de bico, mas acertando o poste esquerdo do goleiro Alban Lafont.

Os donos da casa melhoraram na segunda etapa, mas desta vez foi o goleiro do Toulouse que precisou trabalhar bastante. O Olympique de Marseille tentava com chutes de longa distância, mas não conseguia acertar o alvo. Já os Les Pitchouns tentava chegar ao gol adversário a base dos erros do desesperado Marseille que tentava buscar de todas as maneiras uma vitória.

As mudanças dos treinadores eram evidentes de saber quais eram suas intenções. Enquanto o técnico do Tolouse colocava zagueiros e volantes valorizando o empate, o treinador do Olympique de Marseille colocava jogadores ofensivos em busca da vitória.

O gol dos três pontos só não veio para o Olympique por causa do goleiro Alban Lafont. O arqueiro do Toulouse fez uma defesa espetacular à queima roupa na cabeçada de Bafetimbi Gomis, salvando o clube visitante.