Guingamp anuncia empréstimo do brasileiro Fernando Marçal, ex-Benfica

Lateral-esquerdo brasileiro chega do Benfica por empréstimo após uma boa passagem pelo futebol turco

Guingamp anuncia empréstimo do brasileiro Fernando Marçal, ex-Benfica
Guingamp anuncia brasileiro Marçal

O Guingamp anunciou nesta quinta-feira (18) a contratação do lateral-esquerdo Fernando Marçal, ex-Benfica. O brasileiro estava emprestado ao Gaziantepspor, da Turquia, sendo um dos melhores laterais da Liga Turca. A confirmação do negócio foi oficializado no site do clube francês que emitiu uma nota apresentando o novo atleta à seus torcedores.

"En Avant de Guingamp confirmou o empréstimo por um ano de Marçal, lateral esquerdo, ex-Benfica de 27 anos. O brasileiro que possui 1.78m e 72kg, passou a maior parte de sua carreira em Portugal, atuando no Toreense e Nacional, antes de ser emprestado na temporada passada ao futebol da Turquia", dizia a nota de boas vindas de Marçal.

O brasileiro disputará posição com os laterais esquerdos, Dorian LévêqueReynald Lemaître. Na primeira rodada da Ligue 1, o Guingamp empatou com o Monaco fora de casa por 2 a 2. Os gols dos Rouge et noir foram marcados por Mustapha Diallo e Sloan Privat. A equipe comandada por Antoine Kombouaré tentará realizar um campeonato francês melhor do que na temporada passada, onde ficou na 16ª colocação.

Marçal temporada passada estava à serviço do Gaziantepspor e foi um dos melhores laterais-esquerdos da Liga Turca, apesar de sua equipe ter sofrido para se manter na elite do futebol turco. O brasileiro até voltou a Portugal para realizar a pré-temporada no Glorioso, mas o jogador não seria aproveitado pelo treinador Rui Vitória e foi novamente emprestado.

Na próxima rodada, o Guingamp enfrentará o Olympique de Marseille no estádio du Roudourou, na Bretanha. O Marseille na estreia da Ligue 1 também não passou de um empate  contra o Toulouse


Aos 27 anos, Marçal foi revelado pelo Grêmio, onde inclusive se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior, após o torneio, Marçal despertou o interesse do Guaratinguetá, se transferindo e jogando por dois anos profissionalmente na única equipe brasileira na carreira, logo depois foi para Portugal onde construiu sua carreira no Torreense, Nacional da Madeira e Benfica, e por fim sua passagem no Gaziantepspor.