Venda do Olympique de Marseille será oficializada e novo dono quer Marcelo Bielsa de volta

De acordo com a France Football, a venda do clube será confirmada ainda neste mês; Gérard Lopez prepara o retorno de Marcelo Bielsa

Venda do Olympique de Marseille será oficializada e novo dono quer Marcelo Bielsa de volta
Foto: Yannick Parienti/Olympique de Marseille

A venda do Olympique de Marseille está muito próxima de ser oficializada. A prestigiada revista France Football publicou em seu site na tarde desta segunda-feira (22) detalhes da negociação envolvendo o clube e o seu novo proprietário: Gérard Lopez. O empresário de Luxemburgo prepara o retorno de Marcelo Bielsa, que poderá voltar ao banco de reservas da equipe.

Gérard Lopez já foi presidente da equipe de Formula 1 Lotus, que atualmente é a Renault F1 Team. Ele também é dono do clube CS Fola Esch. A grande novidade do novo proprietário é a volta do técnico Marcelo Bielsa, que deixou o time após a primeira rodada da temporada 2015/16. Além disso, outros seis jogadores serão contratados para reforçar o Olympique de Marseille, que atualmente ocupa a 16ª posição da Ligue 1 com apenas um ponto em dois jogos.

+ Acompanhe as principais informações do futebol francês pelo Twitter da VAVEL Brasil

De acordo com a publicação, Lopez já enviou a oferta oficial à presidente Margarita Louis-Dreyfus, com a aprovação do prefeito da cidade, Jean-Claude Gaudin. A papelada do acordo será assinado em breve, o anuncio oficial da venda do campeão europeu de 1993 será feito entre os dias 28 e 29 de agosto.

As negociações se arrastaram mais que o esperado pela cautela da atual proprietária Margarita Louis-Dreyfus, que está preocupada com a revenda do clube e outras garantias financeiras. Além de entraves como o não pagamento de 10 milhões de euros ao Lokomotiv Moscou pela compra de Lass Diarra e a dívida de 3 milhões com o antigo treinador Michel.

Atualmente o Marseille é treinado por Franck Passi. Giovanni Ciccolunghi é o presidente e Margarita Louis-Dreyfus é a proprietária. Ela herdou o clube de seu marido Robert Louis-Dreyfus, que era acionista majoritário do Marseille desde 1996. Ele faleceu em 2009 após longa batalha contra a Leucemia, deixando o clube para sua esposa. Recentemente, a diretoria vem sofrendo com criticas e protestos dos torcedores mais radicais.

Se o acordo for mesmo confirmado, Bielsa encontrará um Marseille bem diferente. Dentre as principais mudanças: Michy Batshuayi, que salvou o técnico em várias partidas, está no Chelsea. Steve Mandanda, ex-capitão, foi para o Crystal Palace.