Atacante do PSG, Ben Arfa não é relacionado por Unai Emery pela terceira vez seguida

Contratado após boa temporada pelo Nice, camisa 21 do PSG não estará em campo na terça-feira contra o Dijon; Emery explica que é há jogadores "mais prontos"

Atacante do PSG, Ben Arfa não é relacionado por Unai Emery pela terceira vez seguida
Foto: Aurelien Meunier/Getty Images

Hatem Ben Arfa foi o destaque da Ligue 1 na temporada passada. Surpreendeu a todos com seu desempenho e ainda levou o Nice à Uefa Europa League. Com o termino de seu contrato, o atacante assinou com o Paris Saint-Germain e, com a saída de Ibrahimovic, passou a ser candidato ao time titular. Porém, o camisa 21 do time da capital não está sendo relacionado para as partidas.

Pela terceira vez seguida, Ben Arfa fica de fora da lista de relacionados do PSG. Tudo começou na partida contra o Arsenal, quando o técnico não relacionou o atacante para o confronto da Champions League. Depois, contra o modesto Caen, ele também não foi convocado para o jogo. Nesta terça-feira (19), o time da capital francesa encara o Dijon, em casa, pela sexta rodada da Ligue 1. Mais uma vez, Ben Arfa foi excluído dos 18 jogadores disponíveis para o jogo.

A última partida do francês foi contra o Saint-Étienne, empate em 1 a 1, quando Hatem saiu aos 68’ para a entrada de Cavani. O técnico Unai Emery explicou a situação: “É uma decisão unicamente esportiva. Há jogadores prontos e aqueles que não estão. Eu preparei o time que eu considero o melhor para ganhar o jogo contra o Dijon, depois de analisar o adversário e nós mesmos.

Emery analisou o confronto contra o Dijon: “Espero fazer um bom jogo, é importante na frente dos torcedores. Todos os jogos em casa são importantes para mim. Será um bom teste, depois desse jogo vamos pensar no Toulouse. Você tem que trabalhar jogo a jogo. O Dijon geralmente joga num 4-4-2, mas pode evoluir para o 4-3-3- ou 4-1-4-1. Nosso trabalho é conhecer o adversário.

O Paris Saint-Germain é o terceiro colocado com dez pontos. O Monaco lidera com 13 pontos. Os parisienses terão grande chance, pois os monegascos terão um confronto direto contra o segundo colocado e rival Nice, de Balotelli. A equipe de Unai Emery poderá aproveitar um possível empate ou derrota do ASM para assumir a ponta.