Ex-jogador do PSG, van der Wiel critica Laurent Blanc e revela mau relacionamento

Holandês concedeu uma entrevista ao L'Equipe criticando acidamente o antigo treinador do Paris Saint-Germain e também explicando o motivo da não renovação com o clube

Ex-jogador do PSG, van der Wiel critica Laurent Blanc e revela mau relacionamento
Atleta jogou por quatro temporadas na equipe da capital francesa. (Foto: Getty Images)

Entre as várias saídas do PSG nesta janela de transferências do verão europeu, uma delas foi a de Gregory Van Der Wiel. O holandês, que atualmente defende o Fenerbahce, concedeu entrevista ao jornal L'Équipe e entre outras coisas sobre sua saída do time francês no qual estava desde 2013. O lateral-direito vestiu a camisa do time da capital francesa em 132 jogos e marcou quatro gols.

"Eu poderia ter ficado em Paris. Falei por um tempo com Olivier Letang (diretor esportivo) para assinar um novo contrato prolongando meu tempo para mais seis ou sete meses. Eu esperei sua resposta, mas depois de um tempo, eu não ouvi nada. Então assumi que não me queriam", revelou.

"Então, no meio do verão, Olivier voltou para mim, porque o PSG tinha um novo treinador (Unai Emery). Então ele queria falar comigo. Para mim não foi o suficiente. Eu não senti nenhum desejo real da sua parte para me fazer permanecer", continuou.

Ao ser questionado sobre seu relacionamento com Laurent Blanc, ex-técnico do Paris Saint-Germain, o holandês demonstrou ressentimentos: "Honestamente, nós não tinhamos um bom relacionamento, mal nos falávamos. Eu não sabia o que ele realmente pensava de mim. Às vezes eu jogava grandes partidas, jogava três seguidas, então eu ficava no banco por um mês."

O lateral direito relembrou do caso em que Aurier ficou afastado e voltou para o time titular no jogo contra o Manchester City sem ritmo de jogo: "Então não foi muito claro para mim. Meu concorrente Serge Aurier é um jogador muito bom, mas depois do que aconteceu no ano passado e o que ele fez, quatro ou cinco dias após o incidente ele jogou pelas quartas de finais da Uefa Champions League... Talvez ele devesse falar com seus jogadores", comentou.

Por fim, continuou demonstrando o desgosto com seu antigo comandante: "Quando Serge estava ausente, Marquinhos ficava no meu lugar, esse é o tipo de coisa que faz você dizer: 'Ok, você não é bom o suficiente, você é a terceira opção'. Percebi que Laurent Blanc não me achava bom o suficiente para PSG."

"Marquinhos não é nem mesmo lateral-direito... Mesmo Marquinhos não jogando nessa posição, ele o escalava. Para mim, foi um momento difícil. O que eu fiz de errado? Não sou bom o suficiente? Diga-me, para eu melhorar. É definitivamente essa falta de respeito que existe entre mim e Laurent Blanc", finalizou Van Der Wiel.