Buscando convencer, PSG recebe Basel visando liderança do Grupo A

Com atuações questionáveis nos últimos jogos, PSG vence sem convencer; Basel busca pontos contra o favorito para almejar vaga na Europa League

Buscando convencer, PSG recebe Basel visando liderança do Grupo A
Fotomontagem: VAVEL
Paris Saint-Germain
Basel
Paris Saint-Germain: Aréola; Aurier, Marquinhos, Thiago Silva, Maxwell; Verratti, Krychowiak, Matuidi; Lucas, Cavani, Di María.
Basel: Aréola; Aurier, Marquinhos, Thiago Silva, Maxwell; Verratti, Krychowiak, Matuidi; Lucas, Cavani, Di María.
ÁRBITRO: Deniz Aytekin. Assistentes: Guido Kleve e Markus Häcker. Quarto árbitro: Eduard Beitinger. Linha de fundo: Daniel Siebert e Benjamin Brand. (Todos da Alemanha).
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira rodada do Grupo A da Uefa Champions League. A ser realizada no Parc des Princes, em Paris.

Pela primeira vez, Paris Saint-Germain e Basel se enfrentarão. Nesta quarta-feira (19), no Parc des Princes, o atual tetracampeão francês encara o hepta campeão suíço pela terceira rodada do Grupo A da Uefa Champions League. Os parisienses buscam a liderança e os visitantes esperam surpreender e arrancar pelo menos um ponto fora de casa, sonhando com a terceira colocação. A bola rola às 16h45, horário de Brasília.

O Arsenal lidera o Grupo A com quatro pontos. Seguido de perto, com a mesma pontuação, está o PSG. O time francês perde apenas nos critérios de desempate. O Ludogorets é o terceiro colocado e o Basel vem em último. Essas duas equipes possuem um ponto cada. No mesmo horário, os ingleses encaram os búlgaros no Emirates.

Vencendo sem convencer nas últimas partidas, PSG vai em busca da liderança na Champions

Thiago Motta e Javier Pastore são os dois desfalques do Paris Saint-Germain para a partida de logo mais. O volante está sofrendo com uma lesão no musculo do glúteo e não foi relacionado. O argentino tem uma lesão na panturrilha e também está de fora. Krychowiak deve começar como titular. Thiago Silva, Lucas e Marquinhos devem iniciar entre os 11.

Unai Emery, técnico do PSG, demonstrou respeito ao Basel e citou a importância do jogo para as pretensões do time francês: “É um jogo importante para nós, queremos terminar em primeiro lugar do grupo. Vamos atuar em casa, diante dos nossos torcedores, por isso é importante jogar bem e conquistar os três pontos. O Basel tem vários jogadores experientes. É uma equipe competitiva, acostumada a ganhar, e é o atual campeão suíço. Se estão na Champions, é porque merecem. Temos um grande respeito pelo Basel, mas estamos motivados para fazer um grande jogo.

Blaise Matuidi também concedeu entrevista coletiva e comentou sobre o objetivo de ficar no topo do grupo: “Creio que devemos pensar em um jogo de cada vez. O importante para nós é a classificação. Se pudermos terminar em primeiro lugar do grupo, será a cereja no topo do bolo. Mas para isso acontecer, precisaremos vencer quarta-feira. Será um jogo difícil, mas estamos prontos. Não existe jogo fácil na Champions League. Vamos dar nosso máximo para vencer.

Nesta quarta o adversário será o Basel, pela última rodada do primeiro turno da fase de grupos da UCL. Depois, o adversário será o rival Marseille. Matuidi não acredita que seja a semana mais importante da temporada: “É muito cedo para dizer isso. Disputaremos o nosso terceiro jogo na Champions League. Quem é jogador do Paris Saint-Germain quer ganhar todas as partidas. Antes de pensar no Marselha, nós pensamos no Basel. Nós jogamos cada partida para ganhar.

Foto: Divulgação/PSG

“Não estamos aqui para tirar selfies”

Nem os números estão do lado do Basel nesta partida. O PSG perdeu apenas uma vez nas últimas 41 partidas em casa por competições europeias. O time suíço tem 11 partidas contra franceses, quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. Mas atuando em solo francês, apenas dois empates e duas derrotas.

O marfinense Seydou Doumbia, o jogador mais conhecido do Basel, falou aos repórteres sobre o adversário desta quarta: “O Paris é um time muito forte fisicamente. Eles provaram isso muitas vezes, tanto na Ligue 1 quanto na Liga dos Campeões. O jogo promete ser muito difícil. Mas, no futebol, tudo é possível. Vamos manter o foco até o final da partida. Paris? Estive muitas vezes aqui. Eu amo a cidade.

Questionado sobre o desempenho abaixo dos rivais na Ligue 1, Urs Fischer, treinador do Basel, disse que o PSG ainda irá evoluir: “Paris não estão no nível de Sevilla ainda. Eles precisam de tempo, mas eles jogam em um nível muito alto e vai ser uma tarefa muito difícil. Vamos precisar de muita coragem e convicção. Queremos continuar na Europa (competições internacionais), mas falar sobre isso não importa - nós temos que traduzir isso para o campo.

Geoffroy Serey Dié elogiou o elenco adversário, mas reitera o foco da equipe em busca da vitória: “Eu estou pronto, como meus companheiros de equipe. É claro que isso não será um jogo fácil, mas estamos prontos para a batalha. Estamos focados neste jogo, o que é muito importante. Nós todos sabemos que o Paris Saint-Germain é uma equipe muito boa de jogadores muito bons tanto ofensivamente como defensivamente. Faremos o que for preciso. Nós não estamos aqui para tirar selfies.