Com gols de Falcao e Boschilia, Monaco vence Lorient e assume liderança provisória

Colombiano e brasileiro saem do banco de reservas para garantirem a vitória do Monaco fora de casa

Com gols de Falcao e Boschilia, Monaco vence Lorient e assume liderança provisória
Foto: Jean-Sebastien Evrard/Getty Images
Lorient
0 3
Monaco
Lorient: Delecroix; Moreira, Zargo Touré, Lautoa, Le Goff; Bellugou (Barthelmé, min. 80), Cafu, Mvuemba; Marveaux (Aliadière, min. 72), Moukandjo (Philippoteaux, min. 70), Waris.
Monaco: Subasic; Sidibé, Jemerson, Glik, Mendy; Fabinho, Bakayoko; Bernardo Silva (Boschilia, min. 89), Lemar, Mbappé (Falcao, min. 63); Germain (Carrillo, min. 83).
Placar: 0 a 1, Falcao (min. 64); 0 a 2, Lemar (min. 67) e 0 a 3, Boschilia (min. 90+4)
ÁRBITRO: Fredy Fautrel. Cartões Amarelos: Jemerson (min. 27)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada da Ligue 1. Realizada no Stade Yves Allainmat, Moustoir, em Lorient.

O Monaco venceu mais uma e assumiu momentaneamente a liderança da Ligue 1. Em partida que abriu a 13ª rodada da competição, nesta sexta-feira (18), os monegascos passaram por dificuldades, mas venceram o Lorient, fora de casa, por 3 a 0. Os gols foram marcados por Radamel Falcao, Thomas Lemar e Gabriel Boschilia.

Com esse resultado, o time do principado está na ponta da tabela com 29 pontos, mesma pontuação do rival Nice. A equipe de Balotelli enfrenta o Saint-Étienne no domingo (20). O Lorient segue na última posição com sete pontos. A grande baixa da partida foi o goleiro Lecomte, do FCL, que está machucado.

A partida marcou a estreia de Bernard Casoni, novo técnico do Lorient. O campeão europeu pelo Marseille em 1993 chegou para ocupar a vaga que estava interinamente com Franck Haise desde que Sylvain Ripoll foi demitido. O clube aproveitou a data Fifa para arrumar a casa, mas não adiantou muito. A equipe até foi superior em alguns momentos, mas sofreu com a falta de sorte e levou três tentos.

Monaco começa melhor, mas Lorient domina restante do primeiro tempo

A primeira boa oportunidade da partida aconteceu cedo, com menos de um minuto. Lemar cobrou escanteio curto, Bernardo Silva levantou na área e Germain cabeceou por cima da meta. Pouco depois, também pela faixa esquerda, Mendy cruzou fechado e Delecroix salvou.

O Lorient também assustou: Cafú arrancou pelo meio em contra-ataque, após desvio na defesa, a bola sobrou para Moukandjo que soltou a bomba. Subasic bloqueou com o peito e mandou para escanteio. A equipe da casa cresceu na partida e quase abriu o placar: após tabela, Mvuemba deixou Moreira na cara do gol, o camisa 20 chutou cruzado e a bola passou na frente do gol, saindo pela linha de fundo do outro lado da trave. Moukandjo arrematou de fora da área e mandou à direita da meta.

Depois do início superior, o Monaco sofreu com as investidas do Lorient, que manteve a posse no campo de ataque. O time do principado tentava sair em contra-ataques. Na reta final da primeira etapa, o jogo ficou mais travado no meio e o ritmo caiu bastante. Uma das poucas chances desse período foi com Lemar, em jogada individual ele tocou em profundidade para Germain, mas o goleiro se antecipou e defendeu. Em resumo, o Lorient criou mais e desperdiçou boas oportunidades.

Três gols e vitória do Monaco

Logo no início do segundo tempo, os visitantes assustaram de forma imediata e quase efetiva: Lemar arrancou pelo meio, sem marcação, e chutou firme com a perna direita, o arremate acertou a trave. Após essa tentativa, o jogo voltou a ficar cadenciado e a chuva apertou no Stade du Moustoir. Buscando aumentar o poder ofensivo do seu time, Leonardo Jardim sacou o jovem Mbappé e colocou Radamel Facao García.

O camisa 9 tem estrela. Em seu primeiro toque na bola, o colombiano abriu o placar. Contragolpe rápido, Lemar atravessou para a direita. Após linha de passe envolvendo Germain, Bernardo Silva e Sidibé, o lateral do Monaco cruzou para o meio da área, Mvuemba tentou cortar, mas a bola sobrou para Falcao. O atacante, na frente do gol, só tirou do goleiro e mandou para as redes.

Três minutos depois, os monegascos ampliaram a vantagem em ótima cobrança de falta. Thomas Lemar bateu por cima da barreira e anotou um golaço, sem chances para Delecroix.  Com a vantagem no placar, o Monaco passou a administrar o resultado. Por outro lado, o técnico Bernard Casoni colocou o Lorient para frente com duas mudanças ofensivas.


Thomas Lemar Goal HD - Lorient 0-2 Monaco 18... por Football--Live

Aos 36 minutos, Fabinho teve grande chance, mas tentou a assistência e desperdiçou a jogada. O brasileiro disparou em direção à área, mas na frente do goleiro ele resolveu tocar de lado, o zagueiro Lautoa desviou e mandou para escanteio. Na melhor chance do Lorient no segundo tempo, Aliadière chutou forte e Subasic salvou. Do outro lado, Bernardo foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, Falcao apareceu por trás e tocou de chapa; Delecroix fez milagre.

Faltando dois minutos, o português Bernardo deixou o campo e entrou Boschilia. No último lance do jogo, o brasileiro cobrou falta no canto do goleiro, a bola ainda desviou em Barthelmé e matou o goleiro, que não alcançou.