Homenageando a Chapecoense, Nice derrota Guingamp e mantém liderança na Ligue 1

Mais uma vez sem Balotelli, lesionado, o time do sul da França jogou melhor que o adversário e fez valer os três pontos

Homenageando a Chapecoense, Nice derrota Guingamp e mantém liderança na Ligue 1
Foto: Divulgação/Nice
Guingamp
0 1
Nice
Guingamp: Johnsson; Ikoko, Sorbon, Kerbrat, Marçal; Coco, Deaux (M. Diallo, min. 77), Didot, Blas (Mendy, min. 57); Salibur (DE Pauw, min. 75), Briand.
Nice: Cardinale; Ricardo, Dante, Sarr, Dalbert; Cyprien, Koziello, Seri (Bodmer, min. 83), Belhanda, Eysseric (Walter, min. 89); Pléa (Donis, min. 78).
Placar: 0 a 1, Belhanda (min. 5)
ÁRBITRO: Benoit Millot (FRA). Cartões Amarelos: Belhanda (min. 51), Kernrat (min. 66) e Diallo (min. 90).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 15ª rodada da Ligue 1, temporada 2016/17. Realizada no Stade du Roudourou, em Guingamp.

O Nice segue líder da Ligue 1. A equipe do sul da França venceu o Guingamp, fora de casa, e abriu vantagem para os concorrentes. Nesta quarta-feira (30), em partida válida pela 15ª rodada, os Aiglons derrotaram o time da Bretanha por 1 a 0. O gol solitário foi anotado por Younes Belhanda, logo no início do jogo.

Com esse resultado, o Nice é o primeiro colocado do campeonato francês com 36 pontos. O rival Monaco tem 33. O Guingamp caiu para a sétima posição com 23 pontos. O próximo jogo do EAG será contra o Nantes, no sábado (3). Um dia depois, os lideres da Ligue 1 enfrentam o Toulouse, em casa.

A partida também foi marcada por homenagens à Chapecoense. O brasileiro Dante, capitão do Nice, atuou com uma braçadeira verde. Durante o aquecimento, jogadores do Guingamp vestiram camisas com a frase: “Força, Chape”. Foi respeitado um minuto de silêncio antes de a bola rolar. Todos os atletas usaram uma faixa preta em luto. Nas arquibancadas, faixas de apoio e uma bandeira metade da Bretanha, metade do Brasil.

Nice abre o placar e conta com defesas importantes de Cardinale

Os visitantes começaram da melhor maneira possível. Logo aos quatro minutos, o Nice abriu o placar: Kozielo tocou para Seri no meio, o meio-campista sofreu falta, mas o árbitro deu a vantagem com o prosseguimento da jogada. Belhanda recebeu na esquerda, trouxe para o meio e mandou com categoria no ângulo oposto do goleiro, anotando um golaço. A resposta do Guingamp veio minutos depois. Didot arrematou de fora da área com muito efeito, Cardinale espalmou e mandou para escanteio.

Dante quase anotou o segundo gol de sua equipe, mas o travessão atrapalhou. Seri cobrou escanteio, o zagueiro subiu sozinho e tentou firme, a bola explodiu no poste. E o Nice seguiu perdendo oportunidades: Sorbon recuou a bola totalmente errada, Pléa ficou cara a cara com Johnsson, mas chutou nas pernas do goleiro. Para tentar conter o ímpeto do adversário, o EAG passou a manter mais a posse de bola.

Aos poucos, o Guingamp foi entrando novamente no jogo: o brasileiro Fernando Marçal foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou na segunda trave, Briand arrematou e mandou na rede pelo lado de fora. No final do primeiro tempo, Salibur cobrou falta no canto do goleiro e Cardinale fez grande defesa.

Nice segue melhor e garante liderança

Na volta do intervalo, o Nice quase ampliou a vantagem: Seri chutou de fora da área e Johnsson caiu no canto para espalmar. Aos cinco minutos, Belhanda levou cartão amarelo por acertar uma cotovelada em Didot. Os visitantes seguiram assustando: Seri levantou na área e Dante disputou no alto com Kerbrat e a bola passo ao lado da trave.

Após boa troca de passes, Eysseric recebeu na direita e encheu o pé, o goleiro sueco do EAG fez outra grande intervenção. O ritmo do jogo caiu após a metade do segundo tempo, mesmo assim o Guingamp conseguiu achar um contra-ataque: Após troca rápida de passes e aproveitando a defesa desarrumada do Nice, Mendy tocou em profundidade para De Pauw. O belga viu a aproximação do goleiro e tentou o toque por cobertura, mas a redonda não foi na direção da meta e saiu pela linha de fundo.

Na reta final da partida, Ikoko cruzou da direita e Mustapha Diallo chegou de trás cabeceando para baixo, o goleiro Cardinale pegou no centro do gol. Também pelo alto, pouco depois, Didot cobrou escanteio para o tumulto e Marcus Coco cabeceou; o goleiro do Nice defendeu mais uma.

Resultados desta quarta:

Nancy 4 x 0 Metz
Saint-Étienne 0 x 0 Olympique de Marseille
Bastia 1 x 1 Bordeaux
Toulouse 1 x 0 Montpellier
Nantes 0 x 6 Lyon